Bike usada VS Bike Nova

NULL

Moderador
Staff member
#61
Percebeste mal nada de tiros nem na água nem no porta aviões, mas se calhar se deixasses para a última elas não aqueciam tanto.
Certo, aliás, certíssimo! Mas a questão aqui é que quem decide quando travar, ou não, sou eu, não as rodas! ;)

Daí o meu feedback neste tópico, no meu caso a mudança para discos foi a melhor coisa que eu fiz.
 

Mafioso

Well-Known Member
#62
Senão queres mesmo esticar o orçamento, acho que ficas muito bem servido com a Swift. È uma ótima bicicleta, tens algo novo a estrear e com garantia . Não sei de onde és mas se poderes passa na sede da swift em Gondomar e podes ver pessoalmente a bicicleta e dar uma volta por lá.
 
#63
Certo, aliás, certíssimo! Mas a questão aqui é que quem decide quando travar, ou não, sou eu, não as rodas! ;)

Daí o meu feedback neste tópico, no meu caso a mudança para discos foi a melhor coisa que eu fiz.
Offtopic, mas senti necessidade de reforçar o ponto de vista do @jcca. Tu é que decides quando queres travar e estás certo, mas depois tens que aceitar as consequências desse ato. Se travas tarde, se arriscas mais, se fazes descidas longas e acentuadas com esse tipo de rodas, a decisão é tua portanto tu só tens que aceitar as consequências. Certamente que no manual desse tipo de rodas vem lá advertências para isto, portanto quem compra não pode culpar as rodas por estas se estragarem nessas condições (assumindo que não estamos a falar de defeito de fabrico).

Tal como não levas um Ferrari para algumas estradas, se calhar também não devias levar as rodas de carbono (travões caliper) para algumas estradas onde sabes que podes estar a passar os seus limites.

Desculpem lá o offtopic.
 

NULL

Moderador
Staff member
#64
Offtopic, mas senti necessidade de reforçar o ponto de vista do @jcca. Tu é que decides quando queres travar e estás certo, mas depois tens que aceitar as consequências desse ato. Se travas tarde, se arriscas mais, se fazes descidas longas e acentuadas com esse tipo de rodas, a decisão é tua portanto tu só tens que aceitar as consequências. Certamente que no manual desse tipo de rodas vem lá advertências para isto, portanto quem compra não pode culpar as rodas por estas se estragarem nessas condições (assumindo que não estamos a falar de defeito de fabrico).

Tal como não levas um Ferrari para algumas estradas, se calhar também não devias levar as rodas de carbono (travões caliper) para algumas estradas onde sabes que podes estar a passar os seus limites.

Desculpem lá o offtopic.
Mas eu não vim ao fórum lamentar-me de estourar umas rodas de carbono. Eu estou apenas e só a partilhar a minha experiência.

E não, não vou deixar de andar onde gosto de andar porque posso estragar as rodas, resolvi o problema de outra maneira. Mudei de caliper para disco que nunca mais pensei nisso.

Não é disso que estamos a falar? Das vantagens/desvantagens do disco face ao caliper? Eu apenas estou a partilhar a minha experiência, não me à procura de um ombro amigo para carpir as mágoas... :D
 

petrix

Well-Known Member
#65
Realmente o assunto caliper vs disco é um não assunto... os discos são melhores em tudo... ponto.
Claro que há sempre quem nunca tenha experimentado disco e que ache que não há grandes vantagens em usá-lo...
Já aqui disseram que... se fôr para usar em plano não há necessidade... pois a mim, também já me fizeram imenso jeito em plano, as emergências surgem quando menos se espera...
 
#66
Alguma coisa está errada essa orbea que tu mostras é um quadro OME de 2018 (3ª gama da altura) a W52 (penso eu que) só usou nos últimos 4 anos KTM e Swift.
As orbeas que foram à volta nos últimos anos foram OMR.
Sem as rodas vale isto em dólares entre particulares é o azul o que uma loja te daria por ela na retoma a laranja, verde preço de venda recomendado.
Não faço a mínima ideia do valor das rodas, mas vai ver qt custam novas e coloca-lhes o valor de 50% do original (ao dono custa ouvir mas é a realidade do valor de mercado que algo usado).



Percebeste mal nada de tiros nem na água nem no porta aviões, mas se calhar se deixasses para a última elas não aqueciam tanto.

@Pedrodmsousa fica pela Swift que te enche o olho pelas razões que tu lá sabes, a 1ª vez que falaste na orbea e o valor dela ainda pensei num OMR de 2019 (pois alguns de treino das equipas apareceram a esse preço com ultegra).
Penso teres percebido mal! Estava a falar das rodas! As blackjack é que eram usadas pelo W52, não era a Orbea! Já agora, o modelo da bike é de 2017 pois ainda passa cabos externos por baixo!
 

jcca

Well-Known Member
#67
Penso teres percebido mal! Estava a falar das rodas! As blackjack é que eram usadas pelo W52, não era a Orbea! Já agora, o modelo da bike é de 2017 pois ainda passa cabos externos por baixo!
Mesmo assim tens de verificar no numero de série e na net que quadro é, pois com 105 eu penso que só saíram OME (é interessante mas é uma 3ªa gama, não é uma crítica, atenção existem algumas marcas de renome a vender bicicletas bem mais caras que esta com a mesma gama de carbono).
 
#68
Mesmo assim tens de verificar no numero de série e na net que quadro é, pois com 105 eu penso que só saíram OME (é interessante mas é uma 3ªa gama, não é uma crítica, atenção existem algumas marcas de renome a vender bicicletas bem mais caras que esta com a mesma gama de carbono).
Desculpa a ignorância mas podes-me explicar o que é OMR e OME? Abraço
 

jcca

Well-Known Member
#69
Desculpa a ignorância mas podes-me explicar o que é OMR e OME? Abraço
De forma sucinta Orbea tinha três tipos de carbono nos seus quadros, OMR topo de Gama mais rígido e mais leve usado nas bicicletas de gama alta/competição, o OMP gama média e OME a gama mais baixa menos rígido e menos leve para perceberes melhor um quadro OMR da Orca normal custava e custa 2499€ existiam modelos com OMP e OME dos 2000€ até aos 1400€ .
Eu só te posso falar dos OMR são mt agradáveis e reactivas.

Agora parece-me ser OMX, OMR e OMP (a OMP só em alguns modelos tipo as terra ou as eléctricas no BTT não faço a mínima ideia).
 
#70
Bem, houve toda uma reviravolta!
O negócio da Orca pareceu-me mais um scam que outra coisa
Entretanto tenho de escolher entre uma Giant TCR Advanced 2 2019 Full 105 Nova por 1250€ mas tamanho ML e uma SwiftCarbon Ultravox SSL Full Ultegra nova tamanho 54 M por 1450€!
Estou completamente indeciso! Por um lado Secalhar não preciso de Ultegra, mas o preço está apetecível!
 
#71
Eu não desempataria no 105 vs Ultegra. Na minha opinião o tamanho é o mais importante nessa escolha (o que melhor ou mais facilmente se adapta a ti) e em 2º lugar as rodas, neste caso a Giant dá-te 200€ para futuro update. Eu tenderia para a Giant
 
#73
Eu não desempataria no 105 vs Ultegra. Na minha opinião o tamanho é o mais importante nessa escolha (o que melhor ou mais facilmente se adapta a ti) e em 2º lugar as rodas, neste caso a Giant dá-te 200€ para futuro update. Eu tenderia para a Giant
Pelo que estive a ver estou na transição do M para o ML ‍♂️‍♂️ Tenho 1,78 com 80 de cavalo! Então não sei se quadro ML seria um problema! Já o quadro da Swift é o ideal segundo os cálculos deles!
 

Mafioso

Well-Known Member
#76
Não, não tenho a certeza do tamanho! Procura no FB market pela TCR a 1350€ de Paredes!
è um quadro de 2019 usado, o maximo que pode ter são alguns componentes novos. Entre esses dois negocios nem faz muito sentido a comparação, a swift é completamente nova a estrear, com garantia por apenas mais 200 euros. E ainda tem transmissão melhor.
Tem atenção ao tamanho, como já dito acima é o mais importante, há partida e na generalidade das marcas deves "vestir" um 52/53
 
#77
Pelo que estive a ver estou na transição do M para o ML ‍♂️‍♂️ Tenho 1,78 com 80 de cavalo! Então não sei se quadro ML seria um problema! Já o quadro da Swift é o ideal segundo os cálculos deles!
O tamanho do quadro é muito importante, mas infelizmente não é ciência exacta. Nas medidas mais importante (Stack, reach, top tube) Swift é mais pequena que a Giant. Pelas rodas, se a Swift vier com Mavic Ksyrium elite é sem dúvida melhor que as PR-2.
Portanto aparentemente Ultegra+Ksyrium é superior a 105+Pr-2.
Sobre o tamanho diria que tens 2 opções (ou 3):
1-fazes bike fit;
2-compras a que tem geometria mais parecida com a tua antiga (caso consigas fazer comparação)
e 3º compras a Swift porque é mais pequena (o teu entre pernas não é muito para a tua altura, em tenho 1,74 e 82cm de entre pernas) e melhor equipada.
 
#79
O tamanho do quadro é muito importante, mas infelizmente não é ciência exacta. Nas medidas mais importante (Stack, reach, top tube) Swift é mais pequena que a Giant. Pelas rodas, se a Swift vier com Mavic Ksyrium elite é sem dúvida melhor que as PR-2.
Portanto aparentemente Ultegra+Ksyrium é superior a 105+Pr-2.
Sobre o tamanho diria que tens 2 opções (ou 3):
1-fazes bike fit;
2-compras a que tem geometria mais parecida com a tua antiga (caso consigas fazer comparação)
e 3º compras a Swift porque é mais pequena (o teu entre pernas não é muito para a tua altura, em tenho 1,74 e 82cm de entre pernas) e melhor equipada.
Sim, vem com as Ksyrium Elite! Full Ultegra 8000 penso! S ou 52 parece-me um quadro bastante pequeno!
 

cconst

Well-Known Member
#80
Pelo que estive a ver estou na transição do M para o ML ‍♂️‍♂️ Tenho 1,78 com 80 de cavalo! Então não sei se quadro ML seria um problema! Já o quadro da Swift é o ideal segundo os cálculos deles!
Atenção ao tamanho. Não te deixes levar pelo que o mercado tem.

Eu tenho 180 com 84cm de cavalo (se bem me recordo). tenho uma TCR 2018 em M e não poderia ir para um tamanho acima. É uma bike bastante confortável, mas não deixa de ter uma geometria agressiva... e isso sente-se em voltas mais longas.