Novidades desta modalidade, as bikes (fotos)..

DMA

Well-Known Member
Fiquei um bocado frustrado com a notícia de que não haverá 105 mecânico.

Mais um factor a contribuir para que existam poucas opções de bikes com quadros de topo, com um preço na casa dos 2500-3500€.
Era uma faixa de mercado com opções muito interessantes antes da pandemia e que praticamente desapareceu.

Mesmo que o Tiagra passe para 11spd, não me parece que permita o mesmo tipo de montagens que o R7000 (ou até o R8000) permita fazer. Em termos de preço/qualidade, era um grupo brutal.
 

DMA

Well-Known Member
Depende Carolina.

Se o novo Tiagra (R6000 ???) passar a ser 11spd e basicamente for um R7000 com ligeiras (enfase em ligeiras) modificações para baixar custos, aí concordo contigo.
Se for um grupo que seja um nítido downgrade em relação ao R7000, basicamente ficas sem opções (ou com piores opções) naquela faixa dos 2500-3500€
 

Carolina

Well-Known Member
A tendência é os grupos irem melhorando em todas as gamas. O novo tiagra não há de fugir muito do R7000.

Honestamente, estes grupos já são tão bons que as diferenças não são nada por aí além. Só mesmo malta muito picuinhas e com muita experiência é que vai notar diferenças.
 

DMA

Well-Known Member
Eu entendo e geralmente concordo com o que dizes.

Mas para isso o Tiagra vai ter que subir de nível. O que pode acontecer (e espero que aconteça), porque no fundo com o alinhamento actual, existe um buraco enorme na gama entre o Tiagra actual e o R7100.


Preço, peso, tacto, funcionalidade ... o R7000 era o ponto de rebuçado da gama. Era quase como o VW Golf da gama da Shimano.
 

Negoci8er

Well-Known Member
A tendência é os grupos irem melhorando em todas as gamas. O novo tiagra não há de fugir muito do R7000.

Honestamente, estes grupos já são tão bons que as diferenças não são nada por aí além. Só mesmo malta muito picuinhas e com muita experiência é que vai notar diferenças.
Há uns tempos atrás fizeram um teste na GCN com venda no olhos entre o grupo Dura-Ace e o 105 e ficavam na dúvida...
 

Carolina

Well-Known Member
Se me perguntares a diferença entre o Ultegra R8000 e o 105 5800 também só te consigo dizer que são os travões (disco vs convencional). Em termos de transmissão não noto diferença.
 

Bruso

Well-Known Member
Se não sair 105 mecânico e tendo em conta o preço do 105 Di2, faz sentido que a shimano simplesmente substitua o 105 com o Tiagra. Basicamente o Tiagra vai passar a custar o mesmo que o 105 mecânico custa actualmente e provavelmente vai usar componentes bem parecidos.
 
  • Like
Reactions: DMA

tuga

Well-Known Member
Para mim, espero e acho que a Shimano ainda vai sair tanto com 1 novo grupo Ultegra como com 105 mecânicos. Nao faz sentido canibalizar-se. No entanto, vou deitando a mão a peças disponiveis para as R8000 e R7000 ;)
 

pratoni

Well-Known Member
Se não sair 105 mecânico e tendo em conta o preço do 105 Di2, faz sentido que a shimano simplesmente substitua o 105 com o Tiagra. Basicamente o Tiagra vai passar a custar o mesmo que o 105 mecânico custa actualmente e provavelmente vai usar componentes bem parecidos.
Mas irá pesar sempre mais do que o 105 mecânico, não estou a ver a lançarem um Tiagra ao mesmo peso do 105 anterior...

Mas era bom que lançassem sim.

Eu queria era um mecânico 12v, agora se chama-se 105, Ultegra ou Tiagra já seria (quase) irrelevante.
 

Jorge Salgueiro

Well-Known Member
Mas aí já se colocam outras questões como a compatibilidade das rodas e das ferramentas...;)
Nada de especial. Não sei como é em 12v mas em 11v os pessoal usa rodas/cassetes 105 sem problemas.
E se as rodas não são shimano dá quase sempre para mudar o freehub (50euros).
Quanto às ferramentas é mais só o BB, o resto é muito igual. Mas claro eu sou um convertido à campy, acho que Shimano é muito bom, e só não tenho opinião das outras porque nunca experimentei.
 

joseruivo

Well-Known Member
Nada de especial. Não sei como é em 12v mas em 11v os pessoal usa rodas/cassetes 105 sem problemas.
E se as rodas não são shimano dá quase sempre para mudar o freehub (50euros).
Quanto às ferramentas é mais só o BB, o resto é muito igual. Mas claro eu sou um convertido à campy, acho que Shimano é muito bom, e só não tenho opinião das outras porque nunca experimentei.
O q te fez converter à Campagnolo?
 

Bruso

Well-Known Member
Mas irá pesar sempre mais do que o 105 mecânico, não estou a ver a lançarem um Tiagra ao mesmo peso do 105 anterior...
Vai custar o mesmo que o 105 anterior por isso será do mesmo nível. Vai ser só mudança de nome e algumas actualizações.
 

Jorge Salgueiro

Well-Known Member
O q te fez converter à Campagnolo?
A verdade é que o veloce 8v de 1994 funcionava melhor que o 105 10v que tinha na caad, então pus chorus na caad:

O funcionamento dos manípulos mais metálicos, ergonomia (é uma opinião muito pessoal, gosto do manipulo interior e acho prático existe muita gente que acha que não é, nunca tive problemas com chegar-lhe quando estou nos drops), aspeto (acho bonito o grupo, mais bonito na pedaleira e nas manetes sobre tudo), estabilidade na afinação (é uma vez por ano máximo), leveza (não é muito importante o chorus é mais leve que ultegra), travões (gosto mais do funcionamento da abertura dos travões e travam melhor que os 105 que tinha antes):

negativos: já tive que mudar os rolamentos da pedaleira (+/-3anos de uso), não se é um problema do BB30 ou da pedaleira.
Preço comparado com o 105 (uma cassete centaur custa uns 65euros e é mais cara que uma 105, a corrente é 35euros +/-).
 

DMA

Well-Known Member
Mas irá pesar sempre mais do que o 105 mecânico, não estou a ver a lançarem um Tiagra ao mesmo peso do 105 anterior...

Mas era bom que lançassem sim.

Eu queria era um mecânico 12v, agora se chama-se 105, Ultegra ou Tiagra já seria (quase) irrelevante.

Concordo contigo. Eu não sou snob e se pegarem no R7000, e com pequenas modificações o passarem a chamar Tiagra, eu usaria sem roblemas.
Só temo é que o novo Tiagra não seja assim tão parecido com o R7000, por exemplo no peso, tacto dos travões.
 

DMA

Well-Known Member
Para os treinos indoor, novos equipamentos da Elite:


 
Top