Powermeter (o aparelhinho da discórdia)

jocarreira

Well-Known Member
#81
Problemas todos podem ter, é a vida. Por isso é que existe garantia, suporte, ...
Evidentemente que o @pedrodoprior exprimiu a sua opinião mas deixou de parte as bases que a sustentam. Por isso é que pedi um pouco mais de "sumo" porque dito assim é uma afirmação muito seca. Acho que foi só para lançar a polémica/discussão :p
 

h_orvalho

Active Member
#82
pela relação preço e qualidade, recomendo stages. eventualmente 4iiii. mas sempre cranks. nunca pedais.
abraço
tive uns stages e problemas atras de problemas , sempre a gastar pilhas , perdia ligação ....uma m******
tenho uns 4iiii há imenso tempo , troca de pilha 2x ano e toca a andar ! calibro antes de cada volta e zero problemas
 

petrix

Well-Known Member
#88
Sim os Stages da terceira geração trabalham bem, tenho dois a funcionar bem (fininha e BTT) com um Garmin. Tive um antigo da 2 geração que dava muitos problemas de perda de sinal e também problemas com a pilha.
Aconselho... é fácil de trocar a pilha e aguenta cerca de 3/4 meses andando diariamente, discreto, leve, fácil calibração e não exige manutenção.
 
#89
Boas malta,

Estou a pesquisar um potenciometro para comprar.
Idealmente seria em pedal pela facilidade de transitar para outra bike no futuro (dado que pretendo trocar de bike dentro de algum tempo).
A minha questão prende-se com a fiabilidade de PM de pedal vs cranck e atualmente qual aconselham.

Obrigado!
 
#90
Favero Assioma Duo sempre!!!!!!
Muahahahahah

É só para picar a malta que tem no cranck :cool::p

Mesmo que mudes 1x/ano de bike, penso que não será esse tempo que não vai valer a pena comprar pedais pela facilidade

Tens limites no orçamento?
 
#93
A intenção é ficar com 2 bikes. Uma no TT e outra para o exterior.
Dito isto, os pedais serão a melhor opção. Atualmente quais são os modelos mais fiáveis na vossa opinião.