Working title: "La vélo duchene"

duchene

Well-Known Member
Curioso como algures perdido na Serra da Freita, provavelmente deslizando num troço de estrada em mau estado, me lembrei precisamente que já poderia dar uma opinião descontaminada acerca do comportamento da montagem da Lynskey.

E assim o farei, mal consiga por as escritas em dia!
 
Que estrondo de bicicleta! Simples, sóbria, eficaz, versátil e intemporal! Já agora, provavelmente esta informação está espelhada nos ao longos dos posts anteriores, mas qual o tamanho deste quadro? Quais as medidas do seat tube, da testa e do tubo horizontal?
 

duchene

Well-Known Member
Obrigado Ricardo. A minha visão para esta montagem pode ser facilmente resumida pelos 5 adjectivos que utilizaste.

O quadro é um Large, com 57.3cm de top tube, 18.5cm de testa (a grande mais valia para longas distâncias) e 54 de seat tube (quadro com sloping).
 
Obrigado Ricardo. A minha visão para esta montagem pode ser facilmente resumida pelos 5 adjectivos que utilizaste.

O quadro é um Large, com 57.3cm de top tube, 18.5cm de testa (a grande mais valia para longas distâncias) e 54 de seat tube (quadro com sloping).
Olá

Usas pro 4 edurance?

Eu com pro 4 sservice course ao fim de 800kms ja esta com umas marquitas...
 
Obrigado pela resposta. A tua Lynskey tem medidas muito semelhantes às das minhas bicicletas, principalmente a Colnago, sendo a maior diferença precisamente a medida da testa que, tanto na Colnago como na Tarmac, cifra-se nos 17 cm. Fiz esta questão sobre as medidas porque tinha estado precisamente ontem a montar umas grades de bidon na Colnago e as suas bases ficaram muito próximas uma da outra. Quando olhei para a tua Lynskey reparei que há um espaçamento notório entre as duas grades, pelo que pensei que o quadro fosse um 60 ou superior. Deduzo que esta diferença esteja apenas relacionada com a furação que, no caso da minha Colnago, é feita numa parte inferior de ambos os tubos. Enfim...preciosismos :)
 

duchene

Well-Known Member
Luís
Uso os 4 Endurance em medida 25, sim.

A questão das marcas é irrelevante, desde que não sejam cortes que afectem a integridade do pneu ou sejam a causa de furos permanentes. Mas os teus são uns pneus mais vocacionados para a performance em competição, pelo que o composto é mais dúctil, logo mais frágil e mais sujeito a ser danificado.

Ricardo
É mesmo uma questão de escolha do fabricante sobre como vai distribuir a furação. No caso da Lynskey a grade do downtube foi colocada mais acima o que cria o tal espaçamento que notaste.
 

zorza

Well-Known Member
Boas.

Descobri este tópico por acaso..
E apesar de já estar "parado" há muito tempo (uns anitos), passei os olhos pelas 24 páginas!! apesar de algumas das fotos já não estarem disponíveis, aprendi umas coisitas interessantes..
Boa partilha de informação e comentários super positivos.

Excelente!!
 

JPLopes_73

Well-Known Member
Boas.

Descobri este tópico por acaso..
E apesar de já estar "parado" há muito tempo (uns anitos), passei os olhos pelas 24 páginas!! apesar de algumas das fotos já não estarem disponíveis, aprendi umas coisitas interessantes..
Boa partilha de informação e comentários super positivos.

Excelente!!
Bom dia,
esse topico penso que fosse um anterior do André Carvalho ... que prosseguiu por aqui.
http://www.forumciclismo.net/showthread.php?3139-La-v%E9lo-Duchene-As-cr%F3nicas-de-Andr%E9-Carvalho

Sem duvida um dos membros deste forum que leva o tema "La Vélo Duchene" muito a sério! desde 2011 ... daí que suponho que esse seja um espaço para guardar alguma informação de forma paralela (ou temporária)

mas acho que ele proprio deve confirmar isso ...

Neste Paris-Nice ... na etapa de sabado surge uma fuga ... lembrou-me logo o André ... ao minuto 2:25 deste video surge Antoine Duche(s)ne (Canadiano), à procura de pontos para a camisola da montanha ...
[video=youtube;yc9PFRa1o9c]https://www.youtube.com/watch?v=yc9PFRa1o9c[/video]