Tacx Flow Smart (T2240) vs Tacx Vortex Smart (T2180)

DMA

Well-Known Member
Como a Carolina disse este assunto já foi falado algumas vezes. A resposta de qual a causa para as diferenças não é consensual.

Se calhar é um pouco de cada. A questão da menor refrigeração, o facto de psicologicamente ser duro ir a sofrer muito e ver que ainda faltam 15 ou 20 minutos; enquanto na estrada vamos mais "entretidos" a pensar ... mais esta reta, mais esta subida ... vamos lá crlh! Acho que psicologicamente, os treinos muito duros indoor são brutais.

Outra razão pode ter relação com o metabolismo. Como já discutimos no tópico da nutrição, quando se começa a usar glicose pela via do lactato estamos a usar um "cartão de crédito" e mais tarde ou mais cedo a mama vai acabar. É uma via muito pouco eficaz de gerar ATP (2 moléculas vs 38 que são o "potencial" da molécula de glicose).

Na estrada não vamos sempre a "calcar"; há sempre uma pequena descida, alguns lugares em que o valor de potência debitada diminuí. Essas são fases em que o organismo aproveita para fazer reciclagem do ácido láctico produzido anteriormente (e assim aproveitar melhor o potencial energético de cada molécula de glisose). No rolo há muito menos oportunidades para que isso seja feito; pode até não haver quebras e ser sempre de pé na tábua.
 

zorza

Well-Known Member
No rolo há muito menos oportunidades para que isso seja feito; pode até não haver quebras e ser sempre de pé na tábua.
Esta é uma grande diferença do rolo e da estrada.
No rolo, quase nao abrandamos a potencia nos pedais, e na estrada abrandamos muito mais.

Na estrada, 60minutos podem ser 50 a pedalar ou menos. No rolo, 60 minutos são 59:30s a dar-llhe!!

Zorza

p. já eu é ao contrário. O rolo conta mais 30 a 40w que os vector.
 
Pessoal hoje aconteceu-me uma coisa muito estranha com o meu tacx satori smart.
Eu costumo calibrar o rolo sempre antes de fazer o meu treino. Hoje como fiz um treino calmo, no fim tive a feliz ideia de calibrar novamente o rolo. Isto pq no forum da tacx um rapaz escreveu para lá a dizer que o mais correcto era calibrar o rolo no fim, uma vez que o rolo já estava quente e etc.....
Pronto fiquei com essa ideia na cabeça e lá fui eu calibrar o rolo no fim do treino. E qual é o meu espanto que passado 60min o rolo estava descalibrado, ou seja, já estava na mais para o lado do "too lose"(isto no meu para calibrar o rolo). Lá fui eu apertar mais um bocado o rolo e depois já ficou no centro. Quando acabei de fazer isto rolei mais 5min, exactamente na mesma mudança e exactamente com a mesma cadencia que tinha rolado o treino todo. Mas o problema é que agora tinha mais 30watts, ou seja, durante o treino rolei a uma intensidade para não ultrapassar a minha zona de recovery (160/170watts) e depois de calibrar o rolo este passou a apresentar 200watts.

Isto é normal?
Muito provavelmente tenho andado a fazer treinos em zonas erradas. Porque calibro o rolo sempre no inicio do treino, quando ainda esta frio.

Amanha vou tentar tirar as teimas e calibrar no inicio rolar 30 numa mudança especifica a uma determinada cadencia. Passado 30 min, quando o rolo já tiver quente, volto a calibrar e mantenho a mesma mudança/cadencia para ver se consigo replicar o problema.

Cumps
 
Eu tenho o Tacx Flow Smart e o que me acontece é que a frio o rolo acusa menos 40w, ou seja nos treinos controlados por ERG o aquecimento é logo em Z2 ou Z3.
Passados +- 8min começa a bater certo como Power Meter.
 
pode estar aí o mistério para andares todo rebentado. fazer os OUs com mais 30 watts em cima é obra!
Pois também pensei nisso. Sei que nestes últimos dois meses o método de calibrar foi sempre o mesmo(no inicio do treino). Ou seja, até pode estar a dar valores errados, mas esta a dar valores errados consistentes. A minha grande duvida é se na altura que fiz o teste de ftp tinha calibrado o rolo no inicio ou no fim de algum treino que tenha dado estes 30watts de diferença, no teste e que agora possa estar a causar problemas nas zonas em que tenho treinado. Sei que no final de Novembro comprei os pneus novos e andei a calibrar o rolo, a testar o pneus e tal, e quando fiz a ultima calibração o rolo já podia estar quente e então estar aqui descoberta a pólvora.
Ainda por cima quando faço os intervalos tenho tendência em andar sempre perto do limite máximo da zona, ou seja, posso ter andado a fazer os treinos todos sempre em zonas superiores.
Mas também pode não ser nada disto, e as zonas ate estarem bem, mas eu é que na realidade preciso de uma semanita de descanso.

Amanha já vou tirar as teimas, e faço aqui um post.
 
Eu tenho o Tacx Flow Smart e o que me acontece é que a frio o rolo acusa menos 40w, ou seja nos treinos controlados por ERG o aquecimento é logo em Z2 ou Z3.
Passados +- 8min começa a bater certo como Power Meter.
Foi essa a diferença que me apareceu, mas durante o treino os valores não alteraram, pq tinha calibrado o rolo no inicio (ficou no centro). No fim do treino estava mais ou menos assim como esta na imagem, mas ainda mais perto do "Too Lose".


Quando voltei a colocar o rolo no centro, deu a tal diferença de valores. A diferença em agora foi de +/-30watts, mas será que em zonas mais altas a diferença é maior ou será menor?

Amanha vou fazer um teste exaustivo ao "animal".
 

Carolina

Well-Known Member
uma boa maneira de ver isso é comparares os valores da frequência cardíaca. se estavas 30 watts acima, de certeza que os bpms também estavam muito mais alto do que era suposto.
 
Eu normalmente tenho atenção ao PWR e ao HR, em que a maior parte das vezes bate certo.
Fazer OU com 30w a mais deve dar um IF=+-1, o que dá um treino durissimo!
Podes ter andado a treinar com a calibração correta e estar em overtraining.
 

pratoni

Well-Known Member
Não sei se o comentário que vou dizer tem algum contexto ou não mas o DCRainmaker diz várias vezes que faz uma calibração aos PM's ao fim de um aquecimento de 10/15 mins...
 
Hoje fiz o tal teste para calibrar o tacx.

Por muito incrível que pareça, como tinha calibrado ontem no final do teste, hoje os valores foram idênticos, ou seja, não consegui tirar grandes conclusões.

Treino de ontem - https://www.strava.com/activities/850818507

1ª parte do treino de hoje - https://www.strava.com/activities/851454064

2ª parte do treino de hoje - https://www.strava.com/activities/851454067

A velocidade/cadencia é obtida através dos sensores garmin instalados na bicicleta(os únicos valores de confiança deste teste), já o power é através do rolo. Tentei manter uma cadencia de 90rpm na mudança 34X21(pedaleira pequena na frente e quarta mudança atrás)

Como podem ver, no treino de ontem, com a cadencia por volta dos 90rpm e 20,5kmh nunca consegui passar dos 170watts.
Na primeira parte do treino de hoje(depois de ter calibrado ontem o rolo quando ainda estava quente), obtive o power na ordem dos 210watts, o teste foi feito nas mesmas condições, tanto que a velocidade e cadencia são as mesmas.
Na segunda parte do treino, depois de calibrar o rolo novamente, já comecei a ter valores na ordem dos 200watts. Mesmo não sendo uma diferença grande sempre são 10watts.

Para ter outros termos de comparação entre a 1ª parte do treino e 2ª parte, fiz um incremento de mudança a cada 2min e a conclusão a que cheguei foi que, independentemente dos watts que aplicamos a diferença foi sempre de 10watts.

Ainda não percebi muito bem a lógica da calibração do rolo.
Se ontem estava solto de mais, o que fazia com que aparecesse menos 30watts, quer dizer que hoje no inicio do treino estava muito apertado, o que fazia com que aparecessem mais 10watts. Será que a estou a tirar as conclusões certas? Acho que a única conclusão que se pode tirar é que é preciso um powermeter real para se conseguir calibrar o powermeter do rolo, assim como tem feito o nosso amigo sync1.

Mesmo sendo 10watts um valor muito baixo, é o suficiente para andar a treinar na zona acima, uma vez que tenho tendência em completar os intervalos no nível máximo das respectivas zonas.

Vou mandar um email a tacx para ver se eles me conseguem esclarecer melhor esta situação

Cumps,
 
o rolo não tem nenhum manual que ajude nisso? Ou no site da Tacx?
Ja mandei email a tacx. No entanto tive uma ideia que pode ajudar a malta toda a calibrar os nossos rolos. Neste caso tacx satori e flow, que pelo que sei são os rolos que tem o mesmo tipo de travão magnético.
A ideia seria colocar aqui configuração que temos das nossas mudanças. De seguida numa configuração especifica a uma cadencia especifica, obter os valores que o rolo nos manda.
Assim conseguíamos ter mais ou menos valores correctos.

Desde o momento que calibrei o rolo no final do treino, este tem-me dado sempre os mesmo valores. Reparo nisso quando estou a fazer os primeiros 5min de aquecimento, onde costumo folar numa determinada cadencia numa determinada mudança. Antigamente não tinha atenção a esses valores, mas a partir de agora vou estar atento aos valores que me são dados no aquecimento.
 
Resposta do email que envie para a tacx:

"Hi Sergio

Yes to have the best measurmets of power you need to warmup before you do the calibration.
Then you have the best results
Actually.. if you have calibrated it once. then the next time it is not really needed to calibrated if tire pressure is still high. The difference is minimal.

Kind Regards

Tacx Support"

Pronto confirma-se as minhas suspeitas. Tenho de aquecer o rolo antes de o calibrar e o que eles dizem de não ser preciso calibrar novamente, caso a pressão do pneu se mantenha, acho que também é verdade, uma vez que foi esse o feedback que tive depois de calibrar o rolo quando estava quente.

No entanto já encontrei um padrão por onde me posso guiar. É só ter em atenção aos watts no aquecimento e consigo logo saber se o rolo esta bem ou mal calibrado.

Cumps
 

petrix

Well-Known Member
Eu ando aqui com uma grande confusão

Tenho um Stages e um Tacx Flow Smart

Quando rolo na estrada o stages parece bater certo com as zonas de frequencia cardiaca
Tipo
250 watts ( zona 2)
140 bpm ( zona 2)
Até aqui tudo bem

O pior é quando passo para o rolo
rolo 250 watts ( zona 2 )
stages 180 watts ( zona 1 )
150 bpm ( zona 3 )

ou seja nos treinos nos rolos não sei em qual confiar
Parece que quando estou nos rolos o stages dá numeros bem inferiores dos na estrada
Estive a ler o tópico por causa(mesmo tendo já algum tempo) do Tacx Flow e ao ver este post, tenho o seguinte feedback, pois há pouco tempo adquiri um Stages e fui fazer uma avaliação, onde me informaram que o meu FTP no rolo é diferente na estrada, ou seja no rolo é de 253W e na estrada é de 278W.

Se usarem o mesmo powermeter no rolo, ao fazerem os cálculos para estrada devem adicionar +/- 10 % às zonas de treino.
 

NULL

Well-Known Member
Estive a ler o tópico por causa(mesmo tendo já algum tempo) do Tacx Flow e ao ver este post, tenho o seguinte feedback, pois há pouco tempo adquiri um Stages e fui fazer uma avaliação, onde me informaram que o meu FTP no rolo é diferente na estrada, ou seja no rolo é de 253W e na estrada é de 278W.

Se usarem o mesmo powermeter no rolo, ao fazerem os cálculos para estrada devem adicionar +/- 10 % às zonas de treino.
Como? Não tenho a certeza que tenha percebido...

Essa de haver um FTP para a estrada e outro para o rolo deixou-me baralhado...
 

gfrmartins

Well-Known Member
Normalmente o FTP indoor é sempre diferente do ftp outdoor e normalmente abaixo.

Tem a ver com as condições onde são feitos os testes, o estares fechado em casa, o calor, a bike estar fixa, etc
 

NULL

Well-Known Member
Normalmente o FTP indoor é sempre diferente do ftp outdoor e normalmente abaixo.

Tem a ver com as condições onde são feitos os testes, o estares fechado em casa, o calor, a bike estar fixa, etc
Não concordo. Um teste feito com as devidas condições tais como, arejamento da divisão, ventoínha, etc. tem tudo para dar resultado semelhante. E a haver diferenças não seriam certamente de 25w. É que 25w a esse nível já é uma diferença brutal!

Mais, na estrada torna-se complicado gerir a potência de forma mais uniforme.

Um fator que pode colocar em causa tudo que disse anteriormente é a motivação. Se os dados forem tirados de uma prova pode haver uma superação... é natural...
 

kostaviks

Well-Known Member
Resposta do email que envie para a tacx:

"Hi Sergio

Yes to have the best measurmets of power you need to warmup before you do the calibration.
Then you have the best results
Actually.. if you have calibrated it once. then the next time it is not really needed to calibrated if tire pressure is still high. The difference is minimal.

Kind Regards

Tacx Support"

Pronto confirma-se as minhas suspeitas. Tenho de aquecer o rolo antes de o calibrar e o que eles dizem de não ser preciso calibrar novamente, caso a pressão do pneu se mantenha, acho que também é verdade, uma vez que foi esse o feedback que tive depois de calibrar o rolo quando estava quente.

No entanto já encontrei um padrão por onde me posso guiar. É só ter em atenção aos watts no aquecimento e consigo logo saber se o rolo esta bem ou mal calibrado.

Cumps
Ui ui ui... isso é uma trabalheira dos diabos! Abençoada pedaleira com potenciómetro :rolleyes:

Abraço
 

gfrmartins

Well-Known Member
Tudo contribui, mesmo com ventoinha e ventilação é dificil manteres a mesma temperatura corporal, tens a bike presa e fixa pode ser dificil conseguires colocar exactamente a mesma potencia durante os 20m, tens a questão da motivação, não estás a ver nada, não tens pontos de referencia só tens um numero à frente, cá fora tens outro tipo de motivação, etc

São tudo pequenos factores que contribuem para que o FTP indoor normalmente seja mais baixo que na rua, além de que estamos a falar de testes de FTP, podemos estar a falar numa corrida, ou passeio com os amigos onde durante 20m estabeleces o teu FTP na rua mais alto que indoor só a motivação de estares em grupo, etc

Se 25w é muito ou pouco não sei, também depende de como foi feito o teste, em que altura foram os dois feitos? em que condições? Tinha dormido bem? estava na mesma forma?