Tacx Flow Smart (T2240) vs Tacx Vortex Smart (T2180)

NULL

Well-Known Member
Tudo contribui, mesmo com ventoinha e ventilação é dificil manteres a mesma temperatura corporal, tens a bike presa e fixa pode ser dificil conseguires colocar exactamente a mesma potencia durante os 20m, tens a questão da motivação, não estás a ver nada, não tens pontos de referencia só tens um numero à frente, cá fora tens outro tipo de motivação, etc

São tudo pequenos factores que contribuem para que o FTP indoor normalmente seja mais baixo que na rua, além de que estamos a falar de testes de FTP, podemos estar a falar numa corrida, ou passeio com os amigos onde durante 20m estabeleces o teu FTP na rua mais alto que indoor só a motivação de estares em grupo, etc

Se 25w é muito ou pouco não sei, também depende de como foi feito o teste, em que altura foram os dois feitos? em que condições? Tinha dormido bem? estava na mesma forma?
A minha questão ao Petrix é se os resultados foram apurados com o mesmo PM...

25 watts a esse nível estamos a falar de outra zona até... é muito estranho...
 

kostaviks

Well-Known Member
Tudo contribui, mesmo com ventoinha e ventilação é dificil manteres a mesma temperatura corporal, tens a bike presa e fixa pode ser dificil conseguires colocar exactamente a mesma potencia durante os 20m, tens a questão da motivação, não estás a ver nada, não tens pontos de referencia só tens um numero à frente, cá fora tens outro tipo de motivação, etc

São tudo pequenos factores que contribuem para que o FTP indoor normalmente seja mais baixo que na rua, além de que estamos a falar de testes de FTP, podemos estar a falar numa corrida, ou passeio com os amigos onde durante 20m estabeleces o teu FTP na rua mais alto que indoor só a motivação de estares em grupo, etc

Se 25w é muito ou pouco não sei, também depende de como foi feito o teste, em que altura foram os dois feitos? em que condições? Tinha dormido bem? estava na mesma forma?
Eu por acaso acho mais fácil fazer treinos com médias de watts altos e certos, indoor.
Não consigo fazer treinos de 2h com médias de 270w ou mais, na rua. Já indoor faço com frequência!
Relativamente à questão da ventoinha, é algo a que não me consigo habituar. Ter o vento direccionado para mim provoca-me desconforto... tenho de tentar encontrar posição melhor para a ventoinha. Todos os treinos que faço são sem ventoinha.
A questão dos 25w de diferença, acho que basta estar num dia com menos vontade e logo se reflecte.

Abraço.
 

petrix

Well-Known Member
A minha questão ao Petrix é se os resultados foram apurados com o mesmo PM...

25 watts a esse nível estamos a falar de outra zona até... é muito estranho...
Sim, estou a falar do mesmo potenciometro, no meu caso um Stages... foi o que me informou a pessoa que me fez a avaliação.
A avaliação foi feita com a medição do latacto através do sangue, claro que foi feita nos rolos.
O que ele me disse foi que em estrada os niveis variam um pouco em relação ao niveis feitos em rolo convém fazer esse incremento de 10% no meu caso.
 

NULL

Well-Known Member
Bem... vamos lá esmiuçar uns números para tentar perceber o que está em causa.

Vamos analisar a questão sem grandes paneleirices de protocolo mas segundo a fórmula de apuramento de FTP mais utilizada (Méd. Max. 20´ x0.95)

O atleta para ter um FTP indoor de 253w tem uma méd. de 20´ de 266w. Ora, de grosso modo e segundo as zonas (básicas) de Coogan, acima de 268w o atleta entra em zona de VO2 e permanece nela até aos 306w.

O mesmo atleta em outdoor para ter um FTP de 278w tem 20´a 293w. Segundo estes dados e analisando estes últimos dados e confrontando-os com os dados obtidos indoor o atleta permanece em VO2 alta durante 20´. Normalmente é impossível permanecer em VO2 alto durante 20´.

Neste caso a única coisa que está em causa é perceber o porquê de o atleta não conseguir atingir potência indoor. O que esteve por trás dessa dificuldade.

@kostaviks... essa diferença parece pequena mas não é... era a mesma coisa que tu ires agora à estrada e espetares 385w em 20´, achas provável? ;)
 

kostaviks

Well-Known Member
Bem... vamos lá esmiuçar uns números para tentar perceber o que está em causa.

Vamos analisar a questão sem grandes paneleirices de protocolo mas segundo a fórmula de apuramento de FTP mais utilizada (Méd. Max. 20´ x0.95)

O atleta para ter um FTP indoor de 253w tem uma méd. de 20´ de 266w. Ora, de grosso modo e segundo as zonas (básicas) de Coogan, acima de 268w o atleta entra em zona de VO2 e permanece nela até aos 306w.

O mesmo atleta em outdoor para ter um FTP de 278w tem 20´a 293w. Segundo estes dados e analisando estes últimos dados e confrontando-os com os dados obtidos indoor o atleta permanece em VO2 alta durante 20´. Normalmente é impossível permanecer em VO2 alto durante 20´.

Neste caso a única coisa que está em causa é perceber o porquê de o atleta não conseguir atingir potência indoor. O que esteve por trás dessa dificuldade.

@kostaviks... essa diferença parece pequena mas não é... era a mesma coisa que tu ires agora à estrada e espetares 385w em 20´, achas provável? ;)
Nunca se sabe, nunca se sabe :D;)
 

NULL

Well-Known Member
Boas!

Esta frase diz muito...

"This is a common question every winter. A lot of riders experience this. But I’ve also heard from some who have exactly the opposite problem—better numbers indoors than out. "

Como se costuma dizer, é no meio que está a virtude. Pelo que tenho visto de alguns atletas as potências equiparam-se muito, seja indoor ou outdoor. Contudo, não invalida que haja atletas com comportamentos diferentes...

Mas tu fizeste um teste de FTP indoor foi? Não fizeste com a máscara de medição de VO2?
 

NULL

Well-Known Member
Como disse em cima, fiz o teste em rolo com o teste de lactato através do sangue.

Lê o artigo que está no segundo link, explica melhor.

..."if you are going to be following the Training Plans both inside and outside and are training using heart rate or power, you should conduct Threshold Tests and set Training Zones for both."
Quando perguntei pela máscara de VO2 era tentar perceber o motivo da diferença... eu já fiz teste com máscara e aquilo limita um pouco a prestação.

As justificações para esse acontecimento resumem-se sobretudo à questão do aquecimento e a questões psicológicas. Resolvendo a questão da temperatura o resto é cabeça...

No meu caso e em muitos que conheço isso não se verifica. Uma diferença de 5w, máx 10w acontece... 27w nesse patamar é uma diferença considerável.
 

NULL

Well-Known Member
Mais uma explicação... basicamente o rolo cria uma resistencia constante em toda a pedalada enquanto em estrada na parte mais alta/baixa da pedalada a resistencia não é a mesma.
Vejam aqui:
https://zwiftinsider.com/indoor-vs-outdoor-wattage/
Bom artigo. Dá para perceber um dos fatores que pode levar a que isso acontece. A questão é: porque é que nuns influencia para baixo e noutros para cima?
 
Cerca de 20w, embora sem grande precisão.

O que noto, e bem, é que para manter os mesmos watts no rolo do que na rua, faço um esforço muito maior no rolo!
 

NULL

Well-Known Member
Cerca de 20w, embora sem grande precisão.

O que noto, e bem, é que para manter os mesmos watts no rolo do que na rua, faço um esforço muito maior no rolo!
Já tentaste fazer um teste de FTP no rolo, do tipo, dar tudo?

Por curiosidade, que tipo de rolo tens?
 
Fiz há dias a variante de 8 minutos do Wahoo. Rolo tenho um Drivo.

No entanto não me tomes como exemplo, como disse é sem grande precisão, pois os dados são de 2 fontes diferentes (do Drivo e do Zimanox Team Zwatt).

Mas para mim faz sentido que se consiga, para um mesmo esforço, mais watts na estrada. E pelos vistos está documentado e explicado...
 

NULL

Well-Known Member
Fiz há dias a variante de 8 minutos do Wahoo. Rolo tenho um Drivo.

No entanto não me tomes como exemplo, como disse é sem grande precisão, pois os dados são de 2 fontes diferentes (do Drivo e do Zimanox Team Zwatt).

Mas para mim faz sentido que se consiga, para um mesmo esforço, mais watts na estrada. E pelos vistos está documentado e explicado...
Se são obtidos através de dispositivos diferentes contamina à partida qualquer análise desses dados.

O que está documentado e explicado são os motivos de isso acontecer com alguns atletas. Não é uma regra, é diferente, aliás, há atletas onde acontece precisamente o contrário...

Comigo é precisamente a mesma potência, seja indoor ou outdoor.
 
Bom dia,

vou comprar um flow smart nos próximos dias. Será que os atuais ainda têm os mesmos problemas do início desta thread, ou já estará resolvido?

Outra coisa, o pneu normal gasta assim tanto? Tenho 2 pneus novos montados, estou na dúvida se compro um próprio para o rolo, ou se deixo o que lá está gastar até já não dar para colocar na estrada, e compro depois um novo e fica o velho para o rolo. Qual é a vossa opinião?

obg.