Suplementos para q e para quem?

#2
A publicação logo no início diz qual é o caminho para o qual tenderá a discussão:

"Uma pergunta frequente, à qual não respondi por ser complexa e dependente de vários fatores"

su·ple·men·to
substantivo masculino
(...)
2. O que se junta a alguma coisa para a completar.
(...)
https://dicionario.priberam.org/suplemento

Conclusão: comer bem (diferente de muito) e o resto que estiver em falta complementar com suplementação. Agora saber o que está em falta é a parte mais difícil :p
 

DaniCarmo

Active Member
#4
Acredito que todos esses suplementos, para a grande maioria de nós, não faz falta nem traz qualquer tipo de ajuda quer no rendimento, na ajuda de perda de peso ou ganhos de massa muscular, etc...

Mas não será que nos casos de certos "atletas" não farão diferença?

Aquele atleta que vai em busca de esculpir o corpo "perfeito", que pesa a sua comida, que tem o desgaste e ganho calórico completamente controlado no seu dia a dia, horas de treino programadas, horas de descanso exactas, etc... Será que nesses casos esse tipo de suplementos não fará o seu devido efeito? Ou anda aí muita gente desta área completamente enganada? É que cada vez se vê mais atletas do fitness cá em Portugal!

Mas é óbvio que na minha opinião esses suplementos para nós comuns atletas são LIXO!

€€€ LANÇADOS FORA!
 

jpacheco

Moderador
Staff member
#5
Acredito que todos esses suplementos, para a grande maioria de nós, não faz falta nem traz qualquer tipo de ajuda quer no rendimento, na ajuda de perda de peso ou ganhos de massa muscular, etc...

Mas não será que nos casos de certos "atletas" não farão diferença?

Aquele atleta que vai em busca de esculpir o corpo "perfeito", que pesa a sua comida, que tem o desgaste e ganho calórico completamente controlado no seu dia a dia, horas de treino programadas, horas de descanso exactas, etc... Será que nesses casos esse tipo de suplementos não fará o seu devido efeito? Ou anda aí muita gente desta área completamente enganada? É que cada vez se vê mais atletas do fitness cá em Portugal!

Mas é óbvio que na minha opinião esses suplementos para nós comuns atletas são LIXO!

€€€ LANÇADOS FORA!
Em quase tudo o nosso corpo processa o que é necessário ou pode ir buscar á roda dos alimentos. A questão é como @jocarreira falou, o doseamento analitico previo é importante fazer-se para saber as necessidades caloricas/proteicas/aminoacidos, etc. Os profissionais têm nutricionistas, tem uma alimentação cuidada e com base nas suas necessidades. Alguns suplementos poderão ser administrados se houver deficite na alimentação ou para garantir que consome a proteina / determinados aminoacidos leucinas, conjunto de "inas" necessárias para a sintese proteica.

É um mundo o campo da nutrição. A minha opinião, é que para um simples amador, se não recuperares a 100 recuperas a 90%... poupas os rins e o figado e tens um miju mais saudavel.

Marginal gains para amadores? :D Não há milagres, há genética, treinar bem, descansar bem, perseverança (culpem sempre a genética se virem que não evoluem mais :p )!
 
Last edited:

Carolina

Well-Known Member
#6
Carnitinas, CLAs e afins não fazem nada a ninguém.

Perde umas horas no examine.com e logo percebes que no meio de centenas de suplementos só 3 ou 4 é que têm algum efeito. O resto é conversa de marketing baseada em estudos mal interpretados.
 

cconst

Active Member
#7
@Carolina - sem maldade nem segundas intenções, apenas curiosidade - falas com tanta assertividade acerta destes temas de perca de peso/alimentação/suplementação, trabalhas na área ou és "apenas" dedicada?

É que eu tenho curiosidade sobre este tipo de temas, mas sinto dificuldade em motivar-me para ler e conseguir filtrar o "trigo do joio", já que a internet - a fonte de conhecimento mais acessível - está cheia de joio...

E o mesmo sinto relativamente a treinos... Tenho alguma curiosidade, mas existe ali uma barreira que quando começo a investigar ou a ser curioso, começo a achar que dá demasiado trabalho aprender sozinho, já que o risco de aprender o errado assumindo o correto é muito grande!

(nota: tenho mesmo curiosidade em saber... não quero com isto desvalorizar os teus contributos, dos quais de forma geral tendencialmente concordo, mas porque empiricamente me parece correto)
 

Carolina

Well-Known Member
#8
É só um tema que me interessa.

Explora o examine.com.
Eles fazem uma análise suplemento a suplemento. Avaliam todos os estudos científicos relacionados e expõem os resultados de forma acessível.

Também tem uma secção interessante sobre nutrição.
 

DMA

Well-Known Member
#9
@Carolina - sem maldade nem segundas intenções, apenas curiosidade - falas com tanta assertividade acerta destes temas de perca de peso/alimentação/suplementação, trabalhas na área ou és "apenas" dedicada?

É que eu tenho curiosidade sobre este tipo de temas, mas sinto dificuldade em motivar-me para ler e conseguir filtrar o "trigo do joio", já que a internet - a fonte de conhecimento mais acessível - está cheia de joio...

E o mesmo sinto relativamente a treinos... Tenho alguma curiosidade, mas existe ali uma barreira que quando começo a investigar ou a ser curioso, começo a achar que dá demasiado trabalho aprender sozinho, já que o risco de aprender o errado assumindo o correto é muito grande!

(nota: tenho mesmo curiosidade em saber... não quero com isto desvalorizar os teus contributos, dos quais de forma geral tendencialmente concordo, mas porque empiricamente me parece correto)
Mesmo entre os cientistas e investigadores há divergências, porque muitas vezes os estudos em que se baseiam tem falhas de concepção e/ou outras. Vais ver estudos sobre a utilização de arginina ou BCAA em queimados - no fundo um processo de reconstrução tecidular - e há estudos que dizem que sim, outros "nim", outros que só acima de x gramas diárias ... por isso é que depois há quem faço um "apanhado" dos diversos estudos disponíveis para tentar retirar significado e conclusões.

Se tens curiosidade sobre o tema lança os temas no tópico da nutrição. Coloca lá as tuas ideias, dúvidas, artigos que aches interessantes. Dentro do possível acho que terás ajuda ;)
 

DMA

Well-Known Member
#10
Mas que há muito lixo na área da nutrição, disso não haja a mínima dúvida. E há muito pessoal a falar e a escrever artigos que calados eram poetas.
 

mariosimas

Well-Known Member
#11
Mesmo entre os cientistas e investigadores há divergências, porque muitas vezes os estudos em que se baseiam tem falhas de concepção e/ou outras. Vais ver estudos sobre a utilização de arginina ou BCAA em queimados - no fundo um processo de reconstrução tecidular - e há estudos que dizem que sim, outros "nim", outros que só acima de x gramas diárias ... por isso é que depois há quem faço um "apanhado" dos diversos estudos disponíveis para tentar retirar significado e conclusões.

Se tens curiosidade sobre o tema lança os temas no tópico da nutrição. Coloca lá as tuas ideias, dúvidas, artigos que aches interessantes. Dentro do possível acho que terás ajuda ;)
o problema é mesmo esse, tirar conclusões abusivas sobre estudos cientificos com amostras diferentes.

Tudo extrapolações erradas.

a industria da nutrição vive disso mesmo.

99% do que é vendido não têm interesse para 99% da população.
 
#12
O meu problema é que sendo apenas curioso, faltam-me as competências para conseguir avaliar de forma crítica o que quer que seja. Ou seja, se apanhar dois artigos bem escritos sobre o mesmo tema com conclusões diferentes, eu não tenho conhecimentos científicos para escolher qual ou para conseguir retirar apenas aquilo que é relevante (não sei se me estou a conseguir explicar).

Por estes motivos, leio algumas coisas, às vezes faço de mim cobaia, mas acabo sempre por voltar à máxima da minha mãe que sempre me disse (relativamente à alimentação) que "devemos comer um bocadinho de tudo" e "podemos comer tudo sem cometer excessos". Mas muita das vezes o problema é quantificar o "bocadinho" e o "excesso" :p

(durante muitos anos comida de tudo... mas em excesso... daí ter conseguido chegar aos 98Kg - a partir desse peso, só me pesei novamente quando achei que comecei a perder peso, pelo que não sei qual o meu máximo).