Para a malta que não gosta de parar nos vermelhos

lgass

Well-Known Member
#2
notícia triste. cabe-nos a todos manter os utilizadores mais frágeis em segurança. se queremos que os carros nos respeitem, nós temos que respeitar os peões de igual forma
 

jocarreira

Well-Known Member
#3
Boa notícia para especulações. A senhora que aparece no vídeo a dar testemunho diz que ele já vinha "lá de cima a gritar", pode ter ficado sem travões. Ou então vinha com velocidade excessiva e não conseguiu travar a tempo, avaliou mal a situação e o piso também não ajuda. Ou então foi propositado. Ou...
 

mariosimas

Well-Known Member
#4
Não sei se ja sabem qualquer infracção q cometam na bicicleta e vos creditada na carta de condução.

Não para num sinal vermelho implica coima e 4 pontos na carta
 

gfrmartins

Well-Known Member
#5
Não sei se ja sabem qualquer infracção q cometam na bicicleta e vos creditada na carta de condução.

Não para num sinal vermelho implica coima e 4 pontos na carta
isto é que eu acho mal, pelo menos de uma grande injustiça.

Se não tiveres carta de condução podes andar de bike e és menos penalizado pelas infracções do que uma pessoa que tenha carta pela mesma infracção
 

jpacheco

Well-Known Member
#7
isto é que eu acho mal, pelo menos de uma grande injustiça.

Se não tiveres carta de condução podes andar de bike e és menos penalizado pelas infracções do que uma pessoa que tenha carta pela mesma infracção
Se tiveres carta estão a partir do pressuposto que sabes as regras e não estás a cumprir em plena consciência (que é mais grave do que quando supostamente não tens carta e não sabes as regras). Eu não acho mal. Na estrada existem regras de circulação que devem ser partilhadas e respeitadas e concordo com a penalização... se deve ser na mesma medida de quem conduz veículos que possam provocar maior dano? Aí poderá abrir-se um novo debate.
 

gfrmartins

Well-Known Member
#8
Se tiveres carta estão a partir do pressuposto que sabes as regras e não estás a cumprir em plena consciência (que é mais grave do que quando supostamente não tens carta e não sabes as regras). Eu não acho mal. Na estrada existem regras de circulação que devem ser partilhadas e respeitadas e concordo com a penalização... se deve ser na mesma medida de quem conduz veículos que possam provocar maior dano? Aí poderá abrir-se um novo debate.
isto para mim não faz sentido nenhum a partir do momento em que não é obrigatório para quem conduz bicicletas e isso nunca pode servir de desculpa porque se circulas numa Estrada seja com que veiculo for ou mesmo a pé tens que saber as regras, como peão tens que saber que tens que atravessar na passadeira, etc. a desculpa de não conhecer as regras não pode ser usada, é da tua obrigação saber.

Para mim a questão é:

Pratico uma infração a conduzir uma Bike, a coima são 500€, então são 500€ quer tenha carta de condução ou não (porque a mesma não tem nada a ver e nem é obrigatória para conduzir aquele veiculo).

Agora o que para mim não faz sentido é a mesma infracção ser punida com 500€ se não tiver carta e 500€ mais pontos ou mais cassação da carta se a tiver, isto na minha opinião é errado.

Atenção que o que eu digo não é haver infrações ou coimas a conduzir uma bike, deviam existir mas a punição deveria ser igual para todos na mesma situação. Como não é necessário ter carta ou ter essa "categoria" averbada para circular com a bike então a carta de condução usada para conduzir outros veiculos não deveria ser considerada para nada
 
#9
Boas,

li num post no face, alguém que estava presente, confirmar que o semáforo estava vermelho para peões... o ciclista gritou ao longe, mas, parte do pessoal não percebeu a presença da bike (ao contrário de um carro, ou moto, move-se em silêncio), uns correram, outros pararam, a jovem não se apercebeu, e pumba, foi atropelada.
 
#10
Verdade ou não, segundo um testemunho publicado no Facebook de uma pessoa que também estava a atravessar a passadeira nesse momento, o acidente deu-se quando estava vermelho para os peões, só que como não vinham carros as pessoas decidiram passar, uns deram se conta da bicicleta, outros não.
 

Knox

Active Member
#11
É complicado circular dentro das localidades, já apanhei quem atravessa a estrada e nem sequer olha para os lados e mete-se á estrada assim sem mais nem menos. Uma vez por sorte consegui evitar um acidente semelhante, só que ia devagar porque já ia a prever essas situações, mas o mesmo principio da bicicleta não fazer barulho também é igual para um carro eléctrico que não se ouve. Neste caso foi por descuido ao atravessar a passadeira com o sinal vermelho, coisa que acontece muita vez e já é hábito, só que aqui como não se ouviu ruído presumiu-se que não vinha ninguém e era seguro. Mas é como digo, com os carros electricos e scooters electricas é preciso ter atenção, já calhou eu a nem dar conta de um carro destes por não se ouvir ruído do motor.
 

Knox

Active Member
#13
Isso agora ninguém vai saber ao certo, mas não estou a ver ir de bicicleta a passar o vermelho com uma passadeira com várias pessoas. Até porque isso é mais do que sabido que é queda garantida. Muitos jornais gostam do sensacionalismo nas suas notícias, agora vão aparecer inúmeras versões que causam confusão. Uns agora dizem uma coisa, e outros dizem outra, mas o que é certo é tal como há ciclistas que passam vermelhos e não respeitam o código da estrada, há também os peões que atravessam com sinais vermelhos e outros que ainda mais irresponsáveis. O problema é geral e os acidentes acontecem de parte a parte, o mal não está em ir a pé ou num veiculo, o mal está nas pessoas.
 

cou7inho

Well-Known Member
#15
Eu acho que nunca se vai chegar a um consenso sobre este tema da circulação dos ciclistas nas estradas. Estive a ler vários comentários no facebook sobre esta noticia e é impressionante a quantidade de insultos que nos é dirigida a nós ciclistas. Onde eu moro não há muitos ciclistas e os poucos que encontro costumam ir sempre a cumprir as regras. Vejo as pessoas a generalizar isto de uma forma incrível. Vejo comentários do género "os ciclistas são os reis da estrada... não respeitam nada... andam em cima de passeios a alta velocidade... não facilitam ultrapassagens". Que raio de sociedade de merd* é a nossa? Estas pessoas que dizem isto são aquelas que num dia normal vêm dez ciclistas dos quais dois não respeitam o código da estrada, o que já serve de motivo para dizer que nenhum respeita o código. E muito provavelmente são estas mesmas pessoas que dizem que os ciclistas não facilitam a ultrapassagem mas quando os ultrapassam esquecem se que há uma distancia de 1,5m que deve ser cumprida. Como todos nós aqui sabemos estas distancia de segurança é na maioria dos casos, repito, na maioria dos casos desrespeitada pelos automobilistas.
Quando um ciclista atropela um peão já vem logo toda a gente dizer que os ciclistas não respeitam nada nem ninguém. Contudo, se for um automóvel a atropelar um peão, aí já não há grande problema. Foi só mais um atropelamento.
Enfim....

Abraços!
 

Knox

Active Member
#16
O problema é que desde á uns anos para cá o crescimento da modalidade aumentou imenso, vê-se imensa gente na estrada que dantes não se via. E claro muita gente comprou uma bicicleta e vá de ir para estrada sem o mínimo de informação e muitos por falta de civismo têm os típicos comportamentos que todos sabemos que acontece. Obviamente que a opinião pública tem uma opinião negativa devido aos maus comportamentos, e por uns pagam todos e somos todos metidos no mesmo saco.
Quanto a comentários é mais sabido que atrás de um computador são todos os maiores e que fazem e acontece, mas depois na vida real nem sequer dizem nada. Os comentários na maior parte das vezes é para descarregar a frustração e depois só sai opiniões de gente ignorante que não tem mais nada que fazer.
 
#18
Só vou escrever isto uma vez porque sei que é polémico e controverso.
Eu passo vermelhos, sempre passei e vou continuar a passar, eu passo vermelhos de velocidade e vermelhos de cruzamento virando sempre à direita, utilizo o metodo da UPS cortar sempre à direita. Não me vão ver a passar vermelhos de cruzamento indo em frente.
E porque o faço não tem nada a ver com alguns argumentos que por vezes ouço de medias e treinos e blá blá, tem a ver com muito com o que está nesse artigo. Eu sinto me mais seguro fora do trânsito do que parado no meio dele.
Por vezes vem o argumento que ao passar vermelhos estou a fundamentar a raiva e fúria dos condutores, discordo, os peões sao os utilizadores da via que mais regras violam, passam vermelhos atravessam fora das passadeiras atravessam passadeiras na diagonal atravessam nas a olhar para telemóveis depositando tanta fé que que vamos parar que me incomoda mesmo muito. E então por causa disto vamos atropelar pessoas e argumentar que elas merecem ser atropeladas porque prevaricam?
Curiosamente esta semana mais um país aprovou a passagem de vermelhos por bicicletas. A revolução vai se fazendo e tenho a certeza que daqui a alguns anos este tema nem vai ser assunto e já nem nos lembramos do tempo em que era proibido passar o vermelho.

Mas peço aos que discordam disto, porque raio o automobilista vai ficar chateado por eu passar o vermelho virando à direita? Voçes ficam chateados quando estão parados numa fila e as motas passam? Eu não.

Só mais uma coisa no caso da senhora ter passado o vermelho dos peões só espero que tenha seguro
 
#19
Basta andar um pouco por aí para ver ciclistas a passar sinais vermelhos. Há uns tempos fui à N10 e passou por mim um grupo de 20 ciclistas que num cruzamento com o semáforo vermelho mandam parar os carros com sinal verde e literalmente atiram-se para dentro do cruzamento. Um gajo até se sente parvo de ser o único a parar aos vermelhos nessas situações