Os meus passeios - só ou acompanhado :)

OLá Saurio,

Sempre acompanhei as tuas aventuras com muito agrado, mas nem sempre faço comentarios. Hoje achei que deveria comentar.

Muito rapido:

1: Força na recuperação e um rapido regresso cheio de vontade e saude
2: Parabens pela escolhas dos colegas para pedalar :) 2 ciclistas que iam contigo são meus amigos (os manos ) e pessoas que admiro muito.
3: Eu passei por voçes e olhei, mas não reconheci ninguem .... vi que estava um grupo de uns 4 ou 5 ciclistas e uma ambulancia que tinha passado por mim a uns minutos (3,4,5 minutos). Não parei porque estava tudo bem estregue, com ambulancia e tudo (seria só para atrapalhar, pensei eu!)
4: fui a S. Jacinto e quando voltei para meu espanto ainda lá estavam os restantes elementos do teu grupo, nessa altura, sem aquele aparato todo, olhei e reconheci um dos meus amigos e .... algumas pedaladas a frente dei meia volta e estive a conversar com os teus/meus amigos. Perguntei se deveria chamar a minha esposa com a carrinha para levar a malta e as bikes, mas já estava tudo tratado e já tinham pedido a um colega ajuda nesse sentido. Quando cheguei a casa ainda estive a falar com o outro acidentado por telefone e aparentemente estava tudo bem.

Só agora me apercebi que eras tu! ... realmente é perigoso circular em grandes grupos aqui no nosso quintal devido a velocidade etc. Eu normalmente pedalo sozinho ou em grupos pequenos, mas já tive os meus sustos nessa estrada em grandes grupos, mas sem problemas de maior!

Força nas canetas, boas pedaladas e obrigado pela partilha dos teus momentos aqui, abraço e boa recuperação meu caro!
 
Ola Marcos, fico muito agradecido pelas tuas palavras. Uma das melhores coisas que tem este forum é a camaradagem que se cria entre os participantes, e mesmo sem nos conhecermos pessoalmente, gera-se uma empatia saudavel, que muito ajuda em situações como esta.

Em relação ao acidente, sao os "ossos" do oficio, e neste caso não dava mesmo para evitar, apesar de ser um grupo pequeno. Basta um pequeno erro e pronto.

Eu ja estou bastante melhor. A cara tem muito melhor aspecto. Ainda me doi um bocado os musculos do pescoço, ombros e costas, mas com o Brufen as dores quase desaparecem. E só estou a tomar um por dia.

Se conheces os manos, qualquer dia combinamos uma volta em conjunto. Geralmente fazemos Btt. Esta foi a primeira vez que saimos nas bikes de estrada. Gostava de voltar à senhora da saude, perto de Sever do Vouga. Vamos ver se se consegue marcar um passeio até lá.

Um abraço
 
Esta semana adquiri um rolo de treino na Decatlhon. Hoje fiz o primeiro treino, uma hora enquanto via um filme. Estou satisfeito com a aquisição. Espero dar-lhe muito uso durante o inverno. Como está montada na garagem, não incomoda ninguém, se bem que o ruido também não é elevado.






 
Regresso aos "Treinos" - Passeio a Arouca

Olá amigos,

Finalmente consegui reunir condições para testar a minha capacidade de aguentar algumas horas em cima de uma bicicleta, depois de 2 meses parado.

O tempo tem ajudado. Muito sol durante o dia, e depois de uma noite bem dormida, estava pronto para o teste.
Levantei-me por volta das 8 h e o inicio do passeio estava marcado para as 8h30m. Como é normal, estava um bocado frio, apesar do sol ajudar um bocado, nem que seja psicologicamente. O pessoal foi pontual e depois de uns minutos a planear o passeio, decidimos ir até Arouca, por Mansores, e regressar por Chão d'Ave.

Até Mansores apanhamos geada nas bermas e, em alguns locais, ainda se via o gelo na estrada.

Depois de Mansores a estrada antiga foi substituída por uma variante, onde não é permitido circular de bicicleta. Mas os meus colegas não se preocuparam muito com isso e seguiram em frente. Na verdade, este troço não tem lógica nenhuma, no que diz respeito à proibição para ciclistas e veículos de tração animal (creio que tractores tb não podem circular). Afinal não existe uma verdadeira alternativa digna desse nome. Nem sequer está sinalizada.

O que é certo é que uns quilómetros mais à frente encontramos um carro capotado e a presença de dois militares da GNR. Eu já me estava a ver com uma multa em cima. Vinha um pouco mais atrás porque estava na cavaqueira com outro colega, e os outros estavam avançados uns 2 minutos. Pelo que comentaram mais tarde, já se tinham desculpado aos GNR, dizendo que não conheciam o percurso e que, em reposta à pergunta dos mesmos, também eram só eles... Entretanto chegamos nós... De qualquer modo, os GNR foram fixes, deixaram-nos seguir pedindo para irmos juntos e sair numa saída logo a seguir.

Depois continuamos pela estrada antiga, rumo a Arouca, desde Rossas.

Em Arouca havia a azáfama habitual de um Domingo, com muita gente na rua, tendas de venda de produtos da região e uns bonitos bonecos de neve (imitação) logo à entrada.

Demos a volta lá em cima, junto ao edifício da CM, onde tiramos algumas fotos e fomos à procura de uma pastelaria, para o habitual pequeno almoço.

Estávamos em Arouca, logo os bolos são muito melhores que no Furadouro, e os preços também.

Abastecidos, regressamos a casa por Chão d'Ave, onde a subida constante depois de Rossas se encarregava de aliviar o frio do percurso. Mas depois, na descida para Carregosa, fiquei outra vez com os dedos gelados.

De resto, foi uma viagem tranquila até casa.

Algumas fotos:











Distancia percorrida: 60 km

Um abraço
 
Last edited:
Olá PedroLobo,
Pelo que tenho apreciado das conversas do pessoal, qualquer dia anda tudo de roda fina... O Patrice está a andar certinho, vamos ver se mantém o ritmo! :cool:
Um abraço
 
Passaram alguns anos desde o inicio da aventura do ciclismo...

Começou com a bicicleta de btt, comprada na sportzone por 299 euros.
Depois, montei outra de peças compradas na internet, mas com pneus de estrada.
Mais tarde veio a roda fina, comprada numa loja online inglesa.
Entretanto, troquei 3 vezes de bicicleta.

Em 2014 pouco andei. Depois muito menos. Muitas coisas pelo meio fizeram-me perceber que nem tudo são rosas...

Mas, agora, olho à minha "volta" e não vejo ninguém...

Os amigos que fiz online também sumiram. Já não dão notícias há alguns anos.

Será que foi apenas "a rosa de um dia"? Será que, por coincidência, entrei no auge do ciclismo por paixão e, o que me parecia habitual, tinha despertado recentemente? Não sei...

Continuo a ver alguns grupos de ciclistas aos domingos de manhã no furadouro mas, parece-me, são os de longa data...

É pena!

Sinto alguma nostalgia por todo aquele fenesim de 2011, 2012... dos relatos de muitos companheiros de aventuras. Das suas histórias que apaixonavam tanto os recém-chegados como os veteranos.

Um bem-haja a todos eles.
 
Continua a haver muito pessoal a andar, tanto em btt como estrada, a maioria é que vai rodando mas vai ficando sempre alguns
É como tudo, existe sempre pessoal que pensa que é chegar e vencer e a realidade é outra

Tenho o exemplo do meu grupo de amigos, ao fim ao cabo fui eu que comecei a andar e depois uns convenceram os outros, mas na verdade, só eu é que me vou mantendo nestas lides com assiduidade, mesmo individualmente poucos de nós nos vamos mantendo a andar
 
Viva Guilherme Oliveira,
É bem verdade o que dizes. Eu também continuo a ver muita malta a andar de bicicleta.
Eu nunca andei muito em grupo com a bicicleta de estrada. Das poucas vezes que andei aconteceram coisas más...

Sozinho nunca tive grandes problemas. Só os habituais de trânsito.

Em btt andei quase sempre em grupo, e passámos bons momentos. Muito bom mesmo.

Das ausências referia-me especialmente a membros deste fórum, que trouxeram relatos entusiasmantes das suas viagens. Também seguia alguns blogs, que deixaram de ter actualizações por volta de 2014.

Mas é normal. As coisas mudam, tal como os tempos.

Cumprimentos...