N10 e Ciclovias

jpacheco

Moderador
Staff member
Os contentores vão ficar ali.. o que interessa no final é os euros a circularem pelas entidades que beneficiaram com isto. Aquela divisória na ciclovia em betão é qualquer coisa... a bicicleta faz parte da circulação viária "junto dos automoveis". Não faz sentido pensar em vias únicas para a circulação das bicicletas. Depois será via única para a circulação das trotinetes, via unica para outros tipos de locomoção sem ser a motor.

Para mim existe o passeio, para o peões passearem... e até quem for de outro tipo de locomoção não motor desde que respeite os peões que nela têm prioridade e andem devagar 10km/h sei lá (mas isto é minha opinião muito pessoal).

E existe a vias de circulação: que terão espaço ou não para ter um corredor único, sem pinos, sem divisória do resto da via de circulação. Quando não houver espaço este será partilhado por vias de circulação partilhada.

Se não houver legislação sobre o que é uma ecopista, ciclovia ou corredor para as bicicletas e de como devem ser construídas irá assistir-se em cada municipio a cada obra prima só para aproveitar fundos e /ou votos.

É importante definir o conceito de ciclovia, e a maneira como devem ser construídas. Temos tantos países europeus que já passaram por isto e custa-me a querer que vamos continuar a gastar pequenas fortunas.
 
Lá está, estas "ciclovias" são feitas não em prol dos ciclistas mas sim dos automobilistas. Servem para "arrumar para lá" aqueles teimosos das bicicletas, vulgo dar uma migalha (aos velocípedes) enquanto os outros (trânsito automóvel) comem o pão.
 
Curiosamente hoje ao passar na quinta do anjo (Palmela) reparei que fizeram uma ecopista/ciclovia?? junto a uma urbanizacao, aparentemente com excelente ar, relativamente larga, tracejado a meio, piso excelente, ou seja um investimento de alguma dimensao ainda em fase de finalizacao, contudo nas estradas em volta, buracos na berma que obrigam a ir a tampas de esgoto, sargetas com desniveis, pouco sinalização no chão, passadeiras invisiveis,etc,etc ...ou seja situacoes que expõe ao perigo os elementos menos protegidos na rede viaria.....mas certamente o edil autarca terá qualquer coisa para cortar uma fita.....
Portanto infelizmente quer-me parecer que isto nao é exclusivo da N10......
 
Passei nessa ciclovia recentemente e não percebo o porquê de tantas críticas.
É verdade que não está perfeita e que existem pontos maus onde se deveria ter encontrado outras soluções mais ambiciosas. Agora não invalida que num perspetiva global melhorou as condições de segurança para quem anda a pé ou de bicicleta visto que além da ciclovia também colocaram passeios.
Acho que a ideia deste tipo de infrastruturas não se destina a pessoal com bikes de estrada e para treino. Destinam-se a pessoas que usam ou querem começar a usar a bicicleta como meio de transporte, muitas vezes pessoas sem experiência, e nesse sentido penso que esta ciclovia é um passo na direção certa.
Comparando por exemplo com Odivelas (que conheço melhor) basta ver as condições/inexistência de passeios e ciclovias N250 Caneças, N8 Loures-Póvoa-Odivelas ou Calçada de Carriche.