[DIário de Treino] - CConst

NULL

Well-Known Member
Actualmente, estou a flutuar entre os 79 e 81kg. Lembro-me que aos 18 anos pesava 82kg.

A parte do treinar mais... Tenho que me organizar um pouco melhor. Pelo menos para ver se consigo sessões longas de qualidade.

Eu não me envergonho das minhas prestações. Até porque uma pessoa que além de 4 ou 5 anos na adolescência a praticar natação foi sedentário a vida toda, aos 39 termina uma prova da marca Ironman (distancia 70.3) após 2 anos de treino, não pode ter vergonha! Eu sou é exigente e quero melhorar. Para já não penso nos primeiros 20%, mas quero concluir uma prova nessa distancia no middle of the pack (5h30 ~ 5h45). Em Setubal correu mal e finalizei em 6h37. Em Cascais finalizei em 6h12, muito confortavelmente (acho que podia ter dado mais, em especial na corrida).
Não me interpretes mal... quando eu falo em vergonha não é não é no verdadeiro sentido da palavra. É apenas no sentido de perceber que com essas horas semanais já dá para ter uma performance aceitável. Ninguém deve ter vergonha do que anda... nem que ande a 10km/h!
 

cconst

Well-Known Member
Não me interpretes mal... quando eu falo em vergonha não é não é no verdadeiro sentido da palavra. É apenas no sentido de perceber que com essas horas semanais já dá para ter uma performance aceitável. Ninguém deve ter vergonha do que anda... nem que ande a 10km/h!
Nem interpreto nem levei a mal ;).
 

Bruso

Well-Known Member
Para dizer a verdade tu consegues imenso tempo para treinar. A questão é que tens de dividir isso por 3 modalidades.

Para já acho que só faz sentido investires num treinador se sentires que a tua evolução estagnou, coisa que ainda não aconteceu. Investe em sessões mais longas. Não sei a dinâmica por detrás de treino de triatlo mas diria para fazeres um bloco mais dedicado à bicicleta. Reduzes a carga de corrida e natação e aumentas a de bike durante 3 ou 4 semanas. De certo que vais colher frutos.
 
Só mais um conselho, pois foi feita a pergunta do pessoal trabalhar e treinar e etc...
Atenção às horas de descanso. E isto é fundamental. É importante descansar bem, e ir para a cama descansar e não ver vídeos no YouTube ou tv. Quanto muito, ler.
Isto parece um conselho da avó ou da mãe, mas é verdade. Descansar e recuperar é muito importante.
Se estiveres a fim de praticar triatlo, tens que treinar 3 desportos. As regras são maiores, tem que haver um controlo maior.
Não duvido de ti, pois nem te conheço, mas será que tens toda a disponibilidade para praticar triatlo? Outro fator pode ser o peso. Não és gordo, de todo mas o peso pode influenciar em tudo, desde treino à recuperação.
Focares-te numa fase em perder peso e ganhar hábitos de alimentação diferentes e esquecer o plano rigoroso de treinos que tens, seria opção para ti?
Comparo isto à pré época... É uma fase de preparação. Envolve ginásio, novos hábitos, etc... Aqui, seria uma fase onde te preocuparias em perder algum peso e depois focares-te num plano de treinos.

:)
 

cconst

Well-Known Member
Porra pah! Estou genuinamente contente por ver tanto pessoal interessado! A sério que estou (nada de ironias nem segundas intenções!!!)

@Bruso sabes que esse tipo de opção é algo que eventualmente teria que testar. A questão de um treinador ou treinar com um clube iria ajudar nessa avaliação, já que a experiência conta muito! Entretanto e porque não percebo de treinos (a minha formação nada tem a ver com desporto) estou a seguir um plano de treinos que é genérico... e tem um aumento de intensidade numas semanas, noutras de duração, e a 4 semana de cada ciclo é de recuperação, com treinos mais curtos e menos intensos. Faz sentido, pelo menos para um leigo.

@elchocollat bem sei que o descanso e tempo para recuperar é muito importante. Mesmo muito. E até acredito que seria um ponto a melhorar. Ando a fazer entre 7 a 6h30 de sono por noite durante a semana. Não é muito, especialmente tendo em conta que a recomendação "padrão" é de 8hrs, mas é o que dormia antes de me iniciar nisto dos treinos regulares.
Referindo-me à "pré-época" que falas: não está fora de questão. Como escrevi atrás, por motivos de saúde (colesterol/IMC um pouco alto/Tensão arterial nos limites de me considerarem Hipertenso) vou a um nutricionista para ver o que posso alterar/melhorar nos meus hábitos alimentares para minimizar os anos de maltrato. Este nutricionista tem experiência com atletas de endurance (daí a minha escolha) para que possa avaliar as coisas num todo (do ponto de vista clínico, perca de peso, e nutrição em provas)... mesmo mandando uma ou outra dica sobre os treinos.

@pratoni Esse e um do Joel Friel (Triathlete Training Bible) estão já há mais de um ano à espera que eu me decida comprometer por um deles. Provavelmente o do Joel Friel, pois o Trainingpeaks tem algoritmos para determinar os intervalos com base no Joel Friel e é o TP que uso para consolidar minha informação dos treinos.

Mais uma vez: acho mesmo fixe o apoio/acompanhamento que estão a dar. Não apenas por mim... mas por todos. Acho mesmo que haverá mais pessoal que quer melhorar as suas prestações mas tem dificuldade num ou noutro ponto. Se aqui, com esta partilha toda, for possível ajudar mais que um (eu) fico muito contente.
 

DMA

Well-Known Member
Não esquecer que a questão do peso não é limitante só no ciclismo. Tem uma influência enorme na secção de corrida.
Não sei qual é a tua altura para termos noção do teu IMC. (se já disseste desculpa).

Atrevo-me a dizer que se o percurso da parte do ciclismo for relativamente plano, o peso terá muito mais influência (negativa) na secção de corrida.
Na natação não faço ideia, nunca pratiquei.
 

DMA

Well-Known Member
Não sou entendido em questões de triatlo por isso fui ver o que era o "70.3"
Se o evento incluí uma meia-maratona, a questão da influência do peso no segmento de corrida, deve ser algo a que deves dar alguma atenção.
 

cconst

Well-Known Member
Não sei qual é a tua altura para termos noção do teu IMC. (se já disseste desculpa)
Meço 178cm. Segundo a minha balança inteligente, o meu IMC é de 24.7 com 23.7% de gordura corporal para um peso de 78.5 kg (último registo que tenho desta semana).
 

cconst

Well-Known Member
@antunesfilipee a minha balança é uma Xiaomi Mi Scale 2, que dá Peso, IMC, massa óssea, % de gordura corporal, nível de gordura visceral, metabolismo.... e liga-se ao telemóvel via BT (como um tio que tenho dira: "pandeleirices!").

Mas sim, tenho a noção de que tenho uns quilos a perder.
 

pratoni

Well-Known Member
@antunesfilipee a minha balança é uma Xiaomi Mi Scale 2, que dá Peso, IMC, massa óssea, % de gordura corporal, nível de gordura visceral, metabolismo.... e liga-se ao telemóvel via BT (como um tio que tenho dira: "pandeleirices!").

Mas sim, tenho a noção de que tenho uns quilos a perder.
E ela faz esses cálculos como? Impedância?
Tipo tens de estar descalço para ela calcular?
 

cconst

Well-Known Member
E ela faz esses cálculos como? Impedância?
Tipo tens de estar descalço para ela calcular?
sim:

Mi Scale 2

A melhor coisa é olhar-se ao espelho.
Esses aparelhos podem dar valores absurdos por vezes.



Às vezes, até comparar com imagens destas é melhor que esses aparelhos.
pois, então confere: sou parecido com o gajo dos 25% (vá uma mistura entre o de 20 e o de 25%, já que de pernas e braços sou magrito, mas depois as mamas e barriga...)
 

DMA

Well-Known Member
Com pouco tempo para treinar e com 3 modalidades há que ajustar as expectativas em função desses pontos.

Não percebo nada de triatlo mas a preparação para um sprint e um 70.3 parece-me que será bem diferente.

No 70.3 que fizeste arrisco-me a dizer que não foi a nutrição que causou o teu "estouro". Pela tua descrição, deu-me a entender que andaste a tentar recuperar tempo na parte do ciclismo. Pelo que me recordo querias "buscar" aproximadamente 10 min. Parece-me que foi uma opção kamikaze.
O segmento de ciclismo era para fazeres de forma conservadora (Z2/Z3) de forma a teres gasosa para a meia-maratona (que por si só já é algo de respeito).
Nos teus treinos de corrida quantas vezes fizeste mais de 15km?
A questão do peso é muito importante na corrida. Tenho a mesma altura que tu e já treinei longas distâncias em corrida. A diferenças entre pesares 75kg ou 67kg é brutal. A tua passada rende muito mais, é tudo muito mais fluído e económico. Tendo em conta que num triatlo inicias a tarefa de concluir uma 21km já com desgaste, este tipo de "detalhes" tem uma grande influência.
 

DMA

Well-Known Member
De toda a literatura que conheço no triatlo a lista de preocupações é:

Pecing, pacing, pacing, aerodinâmica, pacing, pacing, nutrição, pacing, pacing, aero, pacing, pacing, nutrição ... :D

Sem um PM a gestão do ritmo exige muita experiência e muito trabalho em Z3, SS etc ... para ganhares os automatismos e conseguires reconhecer o que é o ritmo tolerável (e é óbvio, gerares os estímulos fisiológicos que devem estar apurados para a prova/evento).
Porque de início andar em Z3 (baixa) parece facílimo e completamente tolerável. A tentação é "dar mais gás". Mas os minutos vão se somando, o tanque vai ficando com menos gasosa e a coisa vai piorando. Há que ter experiência para gerir e deixar gasosa para a secção de corrida. Estamos a falar em deixar energia disponível para não ir a morrer durante os 21k de corrida.
 

cconst

Well-Known Member
@DMA Acertas em muito, senão mesmo em tudo.

Na realidade no 70.3 em Setúbal tentei mesmo recuperar os 10 minutos na bike. Estava a sentir-me muito bem e acho que paguei por isso mesmo (notei logo nas primeiras subidas para a Arrábida).

Mais de 15km de corrida, já os fiz várias vezes, tendo inclusivamente este ano feito a minha melhor marca, um modesto 1h46 na meia maratona da ponte 25 abril.

O peso irá ser tratado. Em toda a minha vida tive o peso no limite superior do aceitável. Aliás, isso até aos 18 anos. A partir daí sempre tive excesso de peso.

O ano passado em Cascais no meu primeiro 70.3, esqueci-me do Garmin... e fiz a prova apenas por sensações, o que acabou por ser bom, pois fui sempre conservador. Fiz a meia maratona em Run+Walk (o andar apenas nos abastecimentos) mas acabei com uma média de 6'05'', o que após 90km de bike, não achei nada mau.

Tem sido uma experiência e muitas aprendizagens. E espero que com este feedback todo a coisa melhore. Há muita coisa escrita por aqui que me faz sentido. Vamos a ver como serão os próximos desafios.