jpacheco

Well-Known Member
#22
Dentro dos minimos e máximos tenta descer o selim ao máximo... assim como o que a @Carolina referiu, se conseguires subir o cockpit com mais uma anilha, ou inverter um avanço.

Mas faz uma mudança de cada vez. E entre mudanças tens que dar descanso ao pescoço para teres a certeza que a nova posição não está a provocar essas dores.

Por isso, primeiro: descanso no pescoço até passar, segundo: ir adoptando algumas alterações 1 de cada vez e analisar o resultado.

E sim, para a altura que tens, o teu tronco é mais curto que as pernas naquilo que vejo que é a media. O mais estranho no meio disto tudo é não teres tido dores no pescoço com um avanço maior. Pode ser sinal que não estar a curar bem essa dor antes de voltar para a bicicleta.

Boa sorte.
 
#23
Agradeço imenso as dicas de todos, certamente vou ter em conta cada uma delas e quando chegar o rolo e puder fazer umas gravações a andar penso que pode ajudar bastante para ver o que está mal, por vezes estamos a fazer coisas tão erradas e não nos apercebemos, só mesmo quando estamos "de fora". Mais uma vez obrigado e boas pedaladas ;)
 

jpacheco

Well-Known Member
#24
Hoje andei a ver a versões mais atualizadas da marca da minha bike, e que modelos bonitos, houve graveto e ja estava :D
Mas o que me leva aqui é este gráfico para a escolha do tamanho da bike:


Se repararem é bastante ilustrativa do tamanho que deveremos comprar. Vejamos o meu exemplo 177cm com 82 de entre pernas.

Se olharmos para a altura primeiro fico ali entre o S e o M por ventura a tocar um bocado mais no M. No entanto e atendendo ao valor entre pernas de 82 já me dão a indicação de um claro S. Por isso, e em forma de conclusão, se estou entre o S e M em altura geral e entre pernas é um claro S tenho a certeza que o S iria servir bem. Assim como um M com algumas adaptações possivelmente na parte do avanço (provavelmente mais curto).

Gosto desta tabela das bikes da Radon. Como nunca tinha visto uma assim decidi partilhar.
 

jcca

Well-Known Member
#25
Hoje andei a ver a versões mais atualizadas da marca da minha bike, e que modelos bonitos, houve graveto e ja estava :D
Mas o que me leva aqui é este gráfico para a escolha do tamanho da bike:


Se repararem é bastante ilustrativa do tamanho que deveremos comprar. Vejamos o meu exemplo 177cm com 82 de entre pernas.

Se olharmos para a altura primeiro fico ali entre o S e o M por ventura a tocar um bocado mais no M. No entanto e atendendo ao valor entre pernas de 82 já me dão a indicação de um claro S. Por isso, e em forma de conclusão, se estou entre o S e M em altura geral e entre pernas é um claro S tenho a certeza que o S iria servir bem. Assim como um M com algumas adaptações possivelmente na parte do avanço (provavelmente mais curto).

Gosto desta tabela das bikes da Radon. Como nunca tinha visto uma assim decidi partilhar.
@jpacheco Perguntas e se calhar raspanete.....
Esta tabela é de que marca?
Dp há malta a falar de xs, s, m l, xl, etc., e tal como se fosse tudo igual?!?!?!?

Este gráfico é mt bonito e mt enganador a não ser para a sua marca específica.......... pois se isto é Radon a Radon é uma marca onde o 54 tem de TT 53 e de de tubo de espigão 50 ou seja na maioria das outras marcas isto é um S ou um 52 ou um 51, e um 57 é um 54 ou 53 no caso da pinarello é um 51,5......

Alguma malta (não é toda alguns são mt cuidadosos e falam em reach e stack) anda a falar de tamanhos e a aconselhar tamanhos como se fosse roupa que tem mt elástico e tudo acaba por ser igual, tenham cuidado quando falam em XS, S, M , L pois não são iguais de marca para marca.....

Façam todos os bikefits que quiserem e necessitam mas mesmo fazendo o bikefit não comprem de olhos fechados. cada caso é um caso........
 

jpacheco

Well-Known Member
#26
@jpacheco

Este gráfico é mt bonito e mt enganador a não ser para a sua marca específica.......... pois se isto é Radon a Radon é uma marca onde o 54 tem de TT 53 e de de tubo de espigão 50 ou seja na maioria das outras marcas isto é um S ou um 52 ou um 51, e um 57 é um 54 ou 53 no caso da pinarello é um 51,5......
Exacto e obrigado por referires isso. Deveria ter reforçado esse aspecto!

A tabela só serve para esta marca em específico, nem sequer falei das medidas da bike que estão por trás destes tamanhos para não levantar essas questões mais específicas.

Alias, pelo que percebi esta tabela só serve para as versões Vaillant, já as Spire tem caracteristicas diferentes.
 
#28
A bike pode ter todas as medidas certas mas sem algum trabalho de casa, através de algum reforço muscular (como alongamentos ou Yoga) as dores vão sempre aparecer. As bicicletas de estrada não foram desenhadas para serem confortáveis, esse conforto vem com o treino. É como os selins, ao inicio são desconfortáveis, não á volta a dar é insistir
 

elchocollat

Well-Known Member
#29
A bike pode ter todas as medidas certas mas sem algum trabalho de casa, através de algum reforço muscular (como alongamentos ou Yoga) as dores vão sempre aparecer. As bicicletas de estrada não foram desenhadas para serem confortáveis, esse conforto vem com o treino. É como os selins, ao inicio são desconfortáveis, não á volta a dar é insistir
Isso é uma resposta à minha pergunta? :)
 

elchocollat

Well-Known Member
#33
Apareceu-me uma publicidade no Instagram à pouco tempo de um sítio onde fazem isso cá em Portugal, chama-se iBike Studio:
https://www.instagram.com/ibike_studio/

Parece-me um sítio recente e ainda não encontrei feedback, mas têm aquele sistema de mapeamento de pressão no selim e palmilhas da Gebiomized.
Ah então foi isso que também vi!! :D
Eu não sabia onde tinha visto isso, e afinal foi o mesmo.
Como não sabia, perguntei se a cyclos tinha :D
 
#35
Discordo totalmente!!! Tanto dos selins como da referência á bicicleta.

Em que te baseias para dizer isso??
Não apoiando totalmente essa ideia digo que a bicicleta pode ser desconfortável quando se faz alguma alteração e o nosso corpo não está habituado, como no caso dos selins, recentemente troquei de selim que no inicio era um pouco desconfortável mas agora está bastante bem! Além disso, a própria posição que temos na bicicleta não é normal ao ser humano e por isso se não estivermos habituados a tais posições podem ser desconfortáveis. Mas na minha opinião esse desconforto de "habituação" é normal, o que não é normal é treinar frequentemente e o desconforto nunca passar. Como disse acima o dimark1978, exercícios em casa entre e pós treino também ajudam bastante.
 
#36
Não quis criar polémica, mas , que ninguém me diga que sem treino consegue fazer uma volta de mais de 2 ou 3 Horas sem no fim sentir desconforto no pescoço, costas e rabo.

E já agora em relação ao selim, em voltas de menos de 2 horas até de Jeans faço bem e os meus selins são os que vieram com as bikes.

Um bom bike fit é muito importante para maximizarmos o nosso potencial e evitar potenciais lesões criadas por movimentos incorretos. Mas quem gosta de desportos de endurance sabe que a dor irá estar sempre presente em alguns momentos, o importante é conhecer o corpo e saber distinguir os vários tipos de dor.
 

elchocollat

Well-Known Member
#40
Mas ainda andas com problemas a nível de selim? Isso não tinha ficado resolvido quando fizeste bike fit com o Hernâni e trocaste de selim?
Eu sei lá já! :(
Está tudo relacionado com as borbulhas que me aparecem nas virilhas.
Nunca desapareceram, mas há momentos que fico pior e já dou voltas a pensar se poderá ser do selim/posição na bicicleta.
0 dores e dormência, o selim está confortável. Queria perceber é se há alguma coisa de errado na posição, embora não sinta desconforto