uma máquina pra estrada! [Budget 1000 euros]

Ainda não comentaram sobre a dormência, mas é algo que poderá acontecer até após o bike fit. Tem haver com pressão elevada num nervo que não sei o nome, onde sentas no selim e afecta a mãos.
Já li sobre isso. Pode ser daí e da mão. Trocar de selim e/ou luvas, fitas do guiador e/ou inclinação do mesmo. Lá verei de amanhã a oito.
 
@Sword
A dormência é só a descer?
Eu lembro-me que tinha uma posição para agarrar no guiador nada confortável.
Tendo em conta a imagem abaixo, era tipo ali na zona perto do pancreas e no liver...
Deve-se a uma má postura na bicicleta e depois procuramos uma posição nada confortável:
A tensão fica nos omoplatas e com o tempo acaba por ficar nas mãos também.
Ir-te-ão explicar isto no bike fit, mas a posição das mãos é nas manetes. Se não consegues tens que conseguir, e terás que ter a bicicleta ajustada para isso. Nem perto das manetes, nem noutra zona do guiador (a não ser nos drops ou nos hoods-acho que os hoods é a parte de cima ).

Agora, porque na imagem abaixo temos órgãos de corpo humano... Não sei

https://static.vecteezy.com/system/.../689/non_2x/vector-hand-acupuncture-zones.jpg
 
@Sword
A dormência é só a descer?
Eu lembro-me que tinha uma posição para agarrar no guiador nada confortável.
Tendo em conta a imagem abaixo, era tipo ali na zona perto do pancreas e no liver...
Deve-se a uma má postura na bicicleta e depois procuramos uma posição nada confortável:
A tensão fica nos omoplatas e com o tempo acaba por ficar nas mãos também.
Ir-te-ão explicar isto no bike fit, mas a posição das mãos é nas manetes. Se não consegues tens que conseguir, e terás que ter a bicicleta ajustada para isso. Nem perto das manetes, nem noutra zona do guiador (a não ser nos drops ou nos hoods-acho que os hoods é a parte de cima ).

Agora, porque na imagem abaixo temos órgãos de corpo humano... Não sei

https://static.vecteezy.com/system/.../689/non_2x/vector-hand-acupuncture-zones.jpg
Acho que isso tem a ver com acupunctura...mas não sei ao certo.

A dormência é só a descer em ambas. Em plano a esquerda adormece um bocado. É provável que tenha a ver com o ajuste. Logo se verá. Também poderá ter a ver com a inclinação ou falta dela do guiador e faça andar com o pulso dobrado e provoca dormência.

Vendo agora este artigo (abaixo link) vou tentar trocar a pega. Faço como a primeira, mas apenas entre o espaço que fica entre guiador e manete. Não embrulho os dedos no travão. Vou ver se faço para testar.
https://www.ativo.com/bike/papo-de-pedal/melhor-pegada-no-guidao-estrada/
 

Carolina

Well-Known Member
Normalmente a descer é sempre nos drops, é mais seguro.

Outro ponto importante: as mãos só ficam pousadas no guiador, não ficam a suportar o peso do tronco. Se sentes peso nas mãos é porque não estás bem sentado e tens de rever a posição do selim.
 
Normalmente a descer é sempre nos drops, é mais seguro.

Outro ponto importante: as mãos só ficam pousadas no guiador, não ficam a suportar o peso do tronco. Se sentes peso nas mãos é porque não estás bem sentado e tens de rever a posição do selim.
Sim e tento não levar o peso do corpo nas mãos..posso é não estar a conseguir.

Pode ser falta de hábito ou da posição que ainda não adquiri. Já consegui ir aos drops e bater nos 42 km/h. Pode parecer que não e até é capaz de haver quem o faça quase em plano, mas para quem faz os primeiros kms com uma de estrada e um pneu daquela largura já é o arrepio jeitoso...mas não sinto (talvez porque ainda não dei com a pega correta e aqui pode ter a ver com a falta de posição correta na bike) que tenha um bom controlo da bicicleta nos drops quando vou a descer. Acho que à mínima irregularidade no piso o guiador foge e vou fazer um ziguezague antes de me estatelar.

O que consegui foi ir aos drops num plano muito muito ligeiramente inclinado e aí senti-me mais confortável e capaz de andar bem mais rápido do que noutra posição.
 

Carolina

Well-Known Member
Com as mãos nos drops há muito mais controlo a descer, especialmente nas curvas. Além disso tens muito melhor acesso aos travões.

O corpo vai mais deitado = menor resistência do ar = mais rápido.
 
o tamanho do avanço ajuda nisto. Quanto menor for, mais nervosa e estável será. O inverso também é verdade.
Sim. Ele era de 70 passou para 80. Sinto que ainda deverá aumentar.

Com as mãos nos drops há muito mais controlo a descer, especialmente nas curvas. Além disso tens muito melhor acesso aos travões.

O corpo vai mais deitado = menor resistência do ar = mais rápido.
Sim eu sei. No entanto ainda só o sei na teoria. Na prática ainda não sinto esse controlo.

De hoje a oito veremos no que o bikefit dá.
 
Sim. Ele era de 70 passou para 80. Sinto que ainda deverá aumentar.


Sim eu sei. No entanto ainda só o sei na teoria. Na prática ainda não sinto esse controlo.

De hoje a oito veremos no que o bikefit dá.
eu antes do bikefit era um pouco assim, sentia-me pouco confortável e alguma instabilidade nos drops.
Agora não quero outra coisa a não ser andar nos drops :D
 

Bernalve

Well-Known Member
Sim e tento não levar o peso do corpo nas mãos..posso é não estar a conseguir.

Pode ser falta de hábito ou da posição que ainda não adquiri. Já consegui ir aos drops e bater nos 42 km/h. Pode parecer que não e até é capaz de haver quem o faça quase em plano, mas para quem faz os primeiros kms com uma de estrada e um pneu daquela largura já é o arrepio jeitoso...mas não sinto (talvez porque ainda não dei com a pega correta e aqui pode ter a ver com a falta de posição correta na bike) que tenha um bom controlo da bicicleta nos drops quando vou a descer. Acho que à mínima irregularidade no piso o guiador foge e vou fazer um ziguezague antes de me estatelar.

O que consegui foi ir aos drops num plano muito muito ligeiramente inclinado e aí senti-me mais confortável e capaz de andar bem mais rápido do que noutra posição.
Não precisas de ir aos drops para estar numa posição aerodinâmica e tentares ir mais rápido. As melhores posições aeros são estas. A 2ª se tiveres boa flexibilidade e um bom bike fit, com o treino e experiência vai-se lá.

Os drops servem sobretudo para descer e pedalar mais rápido, seja em sprint, em plano ou até em subida. É onde a bicicleta vai mais estável. Mas não é a posição mais aero, pois os braços vão mais verticais.



 

Bruso

Well-Known Member
Não precisas de ir aos drops para estar numa posição aerodinâmica e tentares ir mais rápido. As melhores posições aeros são estas. A 2ª se tiveres boa flexibilidade e um bom bike fit, com o treino e experiência vai-se lá.

Os drops servem sobretudo para descer e pedalar mais rápido, seja em sprint, em plano ou até em subida. É onde a bicicleta vai mais estável. Mas não é a posição mais aero, pois os braços vão mais verticais.



a 1ª é proibida em todas as provas organizadas pela British Cycling. Nunca me esqueço de ir em fuga num crit nessa posição e o juri de corrida a gritar que nem um louco para mim:p. E não recomendo a ninguém...basta um buraco e vais ao chão.
 
outro problema da primeira são os braços suados, vais a apoiar o ante braço e ele escorrega sem contar. contra mim falo porque gosto de andar assim, principalmente nas voltas mais longas dar algum repouso ás costas.
 
a 1ª é proibida em todas as provas organizadas pela British Cycling. Nunca me esqueço de ir em fuga num crit nessa posição e o juri de corrida a gritar que nem um louco para mim:p. E não recomendo a ninguém...basta um buraco e vais ao chão.
Acho isso um absurdo. Que a máquina tenha parâmetros tudo muito bem. Que um tipo não possa ir como mais lhe dá jeito é uma tontice.