Rolo Direct Drive

NULL

Moderador
Staff member
é a diferenca entre 10% e 16%. tendo em conta que essas precentagens so feitas a pensar em ciclistas com 55 kg eu diria que se é para simular 10% vale a pena os 200 euros extra. Isto so pelos numeros porque o feeling de um turbo trainer 1500 W é completamente diferente do de um de 2000
para teres nocao eu tinha um i-flux de 700 w e troquei agora por um elite direto xr de 2300 w. Sabes onde eu noto mais a diferenca da realidade? é nas retas.
Não percebi isso das retas... tinhas um que ia até 700w de resistência e não era suficiente nas rectas?
 
Não percebi isso das retas... tinhas um que ia até 700w de resistência e não era suficiente nas rectas?
a sensação era diferente. em percursos de 0% a 1% não se sentia quase resistência nenhuma e na realidade nunca é assim mesmo que vás bem escondidinho no meio do grupo
Com este sente-se o peso tanto na fase de aceleração como depois para manter a velocidade acima dos 35 km/h. Muito provavelmente por a roda de inercia ser francamente mais pesada neste

a sensação é muito mais real
 
Não tenho medidor de potência nem nunca fiz nenhum teste, mas também não deve ser grande coisa. :D Também não tenho pretensões de alcançar grandes resultados, a idade também não vai ajudando. O TT seria mesmo para ir mantendo a forma física e não deixar de pedalar por semanas quando se apanha chuva ao fim de semana.

Os 10% dão de sobra para abrir a boca :p, agora não sabia que entre os dois houvesse uma diferença tão grande em comparação com a realidade, pensava que só em subida se notasse.

Agora está difícil encontrar qualquer rolo, tenho o alerta em várias lojas, hoje por acaso recebi a notificação de stock do Flux 2, daí as minhas perguntas, mas hesitei, o raio do dinheiro está caro.
de facto nos ultimos tempos já nao é tanto qual o melhor rolo mas sim qual é que há em stock :cool:
 

NULL

Moderador
Staff member
a sensação era diferente. em percursos de 0% a 1% não se sentia quase resistência nenhuma e na realidade nunca é assim mesmo que vás bem escondidinho no meio do grupo
Com este sente-se o peso tanto na fase de aceleração como depois para manter a velocidade acima dos 35 km/h. Muito provavelmente por a roda de inercia ser francamente mais pesada neste

a sensação é muito mais real
Pelo que estou a perceber tu estás a estás-te a referir à sensação que tens na relação velocidade/resistência entre os 2 rolos, é isso não é?
 

SaintRider

Well-Known Member
Para se ter uma sensaçao o mais real possivel convém colocar o slider de dificuldade do Zwift (a 100%) caso contrario as inclinaçoes podem ser bastante atenuadas....por defeito é 50% (Zwift). Num rolo que tenha menos capacidade de simulação, isso ainda se nota mais. Eu com o Direto XR basta passar de 0% para 1% e as pernas notam logo.
 
Para se ter uma sensaçao o mais real possivel convém colocar o slider de dificuldade do Zwift (a 100%) caso contrario as inclinaçoes podem ser bastante atenuadas....por defeito é 50% (Zwift). Num rolo que tenha menos capacidade de simulação, isso ainda se nota mais. Eu com o Direto XR basta passar de 0% para 1% e as pernas notam logo.
sim cai nessa no passado fds. Pensei "uau estou a subir 17% e a aguentar".
Depois fui para MyETRainer no dia seguinte e 10% estavam a parecer bem mais difíceis. :D
so depois vi essa do grau de dificuldade no Zwift
 
Pelo que estou a perceber tu estás a estás-te a referir à sensação que tens na relação velocidade/resistência entre os 2 rolos, é isso não é?
E nao só. Parares de pedalar e o rolo demorar uns 30 segundos a parar e depois a inercia de o por outa vez acima dos 30. é mesmo da noite para o dia
 

gfrmartins

Well-Known Member
sim cai nessa no passado fds. Pensei "uau estou a subir 17% e a aguentar".
Depois fui para MyETRainer no dia seguinte e 10% estavam a parecer bem mais difíceis. :D
so depois vi essa do grau de dificuldade no Zwift
Apenas uma nota em relação à dificuldade do TT no zwift, não sei se é necessáriamente isso que estão a dizer mas vejo muita gente cometer este erro

O nivel de dificuldade não quer dizer que se suba mais depressa no zwift, o que interessa são os watts (w/kg) que estás a fazer seja a 7% de inclinação quer a 15% de inclinação watts são watts, se forem os mesmos watts vais a mesma velocidade independentemente da dificuldade que esteja definida.

O que muda sim é a resistencia que o TT transmite, isso sim, se estiver nos 50% e a subida for de 10% vai estar a simular 5% de resistência.

Eu não uso a 100%, está nos 80% só porque sinceramente não gosto de sentir na totalidade aqueles picos a 16% / 14% que aparecem do nada e estar demasiado a cadencia no tt, estar muitas vezes no limite do TT em termos de resistência, etc prefiro uma coisa mais suave em termos de resistência em si

Só esta nota porque vejo muitas pessoas a pensar que por não estar nos 100% então estão a fazer batota e fazem melhores tempos por isto.
 
Apenas uma nota em relação à dificuldade do TT no zwift, não sei se é necessáriamente isso que estão a dizer mas vejo muita gente cometer este erro

O nivel de dificuldade não quer dizer que se suba mais depressa no zwift, o que interessa são os watts (w/kg) que estás a fazer seja a 7% de inclinação quer a 15% de inclinação watts são watts, se forem os mesmos watts vais a mesma velocidade independentemente da dificuldade que esteja definida.

O que muda sim é a resistencia que o TT transmite, isso sim, se estiver nos 50% e a subida for de 10% vai estar a simular 5% de resistência.

Eu não uso a 100%, está nos 80% só porque sinceramente não gosto de sentir na totalidade aqueles picos a 16% / 14% que aparecem do nada e estar demasiado a cadencia no tt, estar muitas vezes no limite do TT em termos de resistência, etc prefiro uma coisa mais suave em termos de resistência em si

Só esta nota porque vejo muitas pessoas a pensar que por não estar nos 100% então estão a fazer batota e fazem melhores tempos por isto.
sim eles recalculam a velocidade. Por isso que eu ia a 4 km hora nos 17% hehehe. A andar ia mais depressa
de qualquer maneira a experiencia que tenho de outras aplicacoes desses calculos era bastante frustrante. Tacx TTS4 chegava a ser irritante estar a 4.9% a 15 km/ e a 200 w e se passava para 5% a velocidade caia logo para 10 km/h e os Watts caiam para 130/140

claro que com estes TT com OTS deve ser mais facil fazer esses calculos
 

NULL

Moderador
Staff member
E nao só. Parares de pedalar e o rolo demorar uns 30 segundos a parar e depois a inercia de o por outa vez acima dos 30. é mesmo da noite para o dia
Acho que isso tem mais a ver com as configurações e ajustes de resistência do que capacidade do rolo em aplicar resistência...

No caso do meu (Flux S) que foi aqui falado a resistência do rolo é mais do que suficiente para uma utilização normal. Tenho picos de potência acima dos 1000w, medidos com medidor, e sinto que não levo o equipamento ao limite.... quem vai ao limite sou eu! ahahaha
 

pratoni

Well-Known Member
sim eles recalculam a velocidade. Por isso que eu ia a 4 km hora nos 17% hehehe. A andar ia mais depressa
de qualquer maneira a experiencia que tenho de outras aplicacoes desses calculos era bastante frustrante. Tacx TTS4 chegava a ser irritante estar a 4.9% a 15 km/ e a 200 w e se passava para 5% a velocidade caia logo para 10 km/h e os Watts caiam para 130/140

claro que com estes TT com OTS deve ser mais facil fazer esses calculos
OTS?
 

gfrmartins

Well-Known Member
sim eles recalculam a velocidade. Por isso que eu ia a 4 km hora nos 17% hehehe. A andar ia mais depressa
de qualquer maneira a experiencia que tenho de outras aplicacoes desses calculos era bastante frustrante. Tacx TTS4 chegava a ser irritante estar a 4.9% a 15 km/ e a 200 w e se passava para 5% a velocidade caia logo para 10 km/h e os Watts caiam para 130/140

claro que com estes TT com OTS deve ser mais facil fazer esses calculos
Sim, mas a velocidade nestas coisas não deixa de ser uma estimativa, cada software tem a sua por isso é que nem vale a pena estar a comparar velocidades nos diferentes softwares ou com a "vida real"

Power é power, velocidade já tem muitos factores que têm que se ter em consideração e cada software usa a sua fórmula
 

SaintRider

Well-Known Member
Sim, mas a velocidade nestas coisas não deixa de ser uma estimativa, cada software tem a sua por isso é que nem vale a pena estar a comparar velocidades nos diferentes softwares ou com a "vida real"

Power é power, velocidade já tem muitos factores que têm que se ter em consideração e cada software usa a sua fórmula
Apenas uma nota em relação à dificuldade do TT no zwift, não sei se é necessáriamente isso que estão a dizer mas vejo muita gente cometer este erro

O nivel de dificuldade não quer dizer que se suba mais depressa no zwift, o que interessa são os watts (w/kg) que estás a fazer seja a 7% de inclinação quer a 15% de inclinação watts são watts, se forem os mesmos watts vais a mesma velocidade independentemente da dificuldade que esteja definida.

O que muda sim é a resistencia que o TT transmite, isso sim, se estiver nos 50% e a subida for de 10% vai estar a simular 5% de resistência.

Eu não uso a 100%, está nos 80% só porque sinceramente não gosto de sentir na totalidade aqueles picos a 16% / 14% que aparecem do nada e estar demasiado a cadencia no tt, estar muitas vezes no limite do TT em termos de resistência, etc prefiro uma coisa mais suave em termos de resistência em si

Só esta nota porque vejo muitas pessoas a pensar que por não estar nos 100% então estão a fazer batota e fazem melhores tempos por isto.
É o velho cliché dos Watts são Watts......e não estou nada de acordo.

Watt for Watt (no papel) ....300w em plano é igual a 300w em qualquer subida..de acordo nesse ponto. Agora o impacto que fazeres 300w a 16% (para o teu corpo) não é igual a fazer 300w em Plano (a 0% ) onde pelo facto de conseguires manter uma cadencia possivelmente muito mais elevada trabalhas fibras musculares completamente diferentes e o nivel de fadiga também vai ser diferente e isso ao final de um periodo longo, vai-se fazer sentir.

Ao baixares o nivel de dificuldade para menos de 100% estás a baixar o nivel de DIFICULDADE, ponto, porque diminuir a resistencia é diminuir a dificuldade. O impacto que os topos de 16% tem na tua frequencia cardiaca, e recuperações que terás de fazer é diferente do que se fores a um ritmo constante, a uma cadencia constante, a 250w por exemplo.. Quem pensa que está a fazer o mesmo esforço, sim, só se está a enganar a si proprio.
 

NULL

Moderador
Staff member
É o velho cliché dos Watts são Watts......e não estou nada de acordo.

Watt for Watt (no papel) ....300w em plano é igual a 300w em qualquer subida..de acordo nesse ponto. Agora o impacto que fazeres 300w a 16% (para o teu corpo) não é igual a fazer 300w em Plano (a 0% ) onde pelo facto de conseguires manter uma cadencia possivelmente muito mais elevada trabalhas fibras musculares completamente diferentes e o nivel de fadiga também vai ser diferente e isso ao final de um periodo longo, vai-se fazer sentir.

Ao baixares o nivel de dificuldade para menos de 100% estás a baixar o nivel de DIFICULDADE, ponto, porque diminuir a resistencia é diminuir a dificuldade. O impacto que os topos de 16% tem na tua frequencia cardiaca, e recuperações que terás de fazer é diferente do que se fores a um ritmo constante, a uma cadencia constante, a 250w por exemplo.. Quem pensa que está a fazer o mesmo esforço, sim, só se está a enganar a si proprio.
O que é mais difícil, fazer 300w a subir ou fazer 300w a rolar? :)
 

gfrmartins

Well-Known Member
É o velho cliché dos Watts são Watts......e não estou nada de acordo.

Watt for Watt (no papel) ....300w em plano é igual a 300w em qualquer subida..de acordo nesse ponto. Agora o impacto que fazeres 300w a 16% (para o teu corpo) não é igual a fazer 300w em Plano (a 0% ) onde pelo facto de conseguires manter uma cadencia possivelmente muito mais elevada trabalhas fibras musculares completamente diferentes e o nivel de fadiga também vai ser diferente e isso ao final de um periodo longo, vai-se fazer sentir.

Ao baixares o nivel de dificuldade para menos de 100% estás a baixar o nivel de DIFICULDADE, ponto, porque diminuir a resistencia é diminuir a dificuldade. O impacto que os topos de 16% tem na tua frequencia cardiaca, e recuperações que terás de fazer é diferente do que se fores a um ritmo constante, a uma cadencia constante, a 250w por exemplo.. Quem pensa que está a fazer o mesmo esforço, sim, só se está a enganar a si proprio.
Watt por watt é porque se estiveres a fazer 300w estás a fazer 300w seja a subir, a descer ou em plano.

Nunca disse que era tudo a mesma coisa mas aí não concordo contigo, watts são watts agora se fazes com uma cadência baixa, cadência elevada, etc claro que estás a trabalhar sistemas diferentes e eu nunca disse o contrário mas não deixas de estar a fazer 300w

Quanto a ultima parte não concordo necessáriamente contigo, acho que estás a misturar resistência do TT com trabalhos especificos que se podem fazer em TT mas que não precisas da dificuldade a 100% para isso
 

SaintRider

Well-Known Member
O que é mais difícil, fazer 300w a subir ou fazer 300w a rolar? :)
It depends e a tua frase simplifica demasiado a questão que aqui se coloca que é o nivel de dificuldade geral numa volta/corrida no zwift..........o que é para ti mais dificil.....fazer Series tipo uns over and unders, ....ou rolares a potencia constante. Apesar de no final a potencia media ser a mesma.....o impacto no esforço é completamentes diferente ;). Claro que para quem esteja em plena forma estes efeitos são minimizados. Para subires o Mont Ventoux (Exemplo) tens de fazer os 16% ......e tens de dar cabo do joelhos se calhar......e potencialmente nem consegues fazer os 300w que farias no plano porque os musculos que estás a usar não são os mesmos e vais notar que passados 10 kms já só consegues fazer 200w porque já estás fatigado, devido à pendente constante e à resistencia que tens de enfrentar. Se lá estiveres na realidade, nao há slider para ajustar a dificuldade para 50% para ser meio mont ventoux. ;)
 

NULL

Moderador
Staff member
It depends e a tua frase simplifica demasiado a questão que aqui se coloca que é o nivel de dificuldade geral numa volta/corrida no zwift..........o que é para ti mais dificil.....fazer Series tipo uns over and unders, ....ou rolares a potencia constante.
Sim, isso é um dado assumido... aliás, não é por acaso se surgiu a métrica NP e é sobre ela que tudo gira no que load diz respeito, não sobre a média.

O que eu acho é que , para além de estares a misturar um pouco a cadência neste tema, estás a chamar à discussão a precepção do esforço. Contudo, os watts são um dado absoluto, não está sujeito a diferentes interpretações, podes é ter diferentes percepções do esforço consoante a inclinação do terreno. Mas isso são coisas diferentes....