Prémios de Montanha de Portugal

JPLopes_73

Well-Known Member
Boas
acho que merece ser actualizada a subida de Sandomil com variante por FURTADO ... retira cerca de 3.5 km de comprimento e sobe mais um pouco ...
Tem de ser reconhecido ...
@maust
mete na lista
https://www.strava.com/routes/14182878

A subida aqui publicada foi corrigida por quem já a fez ... eu vou fazer em breve ...

FURTADO (625 metros) a 4.5 km de SANDOMIL (277 metros)
a seguir ainda vem o adamastor ...
Boas
ontem acabou por se conciliar o esforço do meu gregário e o meu tempo e lá fomos nós ... a olhar para o céu que quase nos caia na cabeça ... como aos gauleses ...
por descuido passei pelo escritório para despachar o serviço urgente e acabei por me esquecer de ver a meteorologia ...
Acabou por correr bem ... depois de passar o limite superior da nebulosidade até estava porreiro ... fresquinho mas pouco ventoso.
Só foi pena as pistas de ski estarem em limpezas ...

mesmo sem qualquer intenção escrevi o meu nome (obrigado ao meu gregário ... )
https://www.strava.com/activities/1730587354
algumas fotos ...
base camp ...

Recordações

Vamos lá então começar isso ...

mas com a variante ... por Furtado

O strerrato mais impecável de que lembro ...

Dentro da nuvem ...

Acima das nuvens ...

Oh ... acabou ...

Covão d'ametade

Venham então os bombons ...


Mas nem tudo são imagens bonitas ... a devastação das encostas da estrela é enorme ... já não ia à torre desde 10/2017 ...
E depois chegar à nascente do Rio Português mais importante e ver isto:


tem de se ficar ... :eek::eek::eek: :mad::mad::mad: :rolleyes::rolleyes::rolleyes:
@maust desculpa usar a tua publicação ...

se a administração não entender bem colocado o post que o apague que depois meto-o nas minhas voltas
 

JPLopes_73

Well-Known Member
Isto merecia um tópico independente dentro das crónicas...;)

Obrigado pela partilha e parabéns :D
Nada que agradecer ... é ir e fazer.
Fica só o aviso que a saída de Sandomil é fácil ... já a variante por Furtado deixa qualquer um a pensar ... porquê?
Talvez volte ... mas já não vou pela variante. E se chegar à base do Adamastor e perceber que se gastou demasiada energia ... vou pela EN231 até Seia ... farto de Torres :cool::cool::cool:
O adamastor exige sempre que não se estrague muita energia antes.
Pior ... esqueci-me do cantil com electrolitos no carro ... pior ainda alimentei-me tarde ...
Quando cheguei à torre estava a delirar ... o_Oo_Oo_O
Ficou nova experiência limite ...
Pensava que este ano havia ainda água acima dos 1500 metros ... mas está escassa :(
Só mais uma coisa acerca do sterrato ... estava muito bom ... até o meu gregário adorou ...
 

petrix

Active Member
Eu também fiz há cerca de um mês atrás, a subida a partir da Ponte das 3 Entradas passando por Vide até à Torre, mas fui sempre pela N230 até Vide, é um belo percurso e bem violento. ;)

Em relação ao abastecimento, o melhor é uma pessoa abastecer por Alvoco das Varzeas ou em Vide, porque depois é a "secura" absoluta até lá acima.
 

JPLopes_73

Well-Known Member
Eu também fiz há cerca de um mês atrás, a subida a partir da Ponte das 3 Entradas passando por Vide até à Torre, mas fui sempre pela N230 até Vide, é um belo percurso e bem violento. ;)

Em relação ao abastecimento, o melhor é uma pessoa abastecer por Alvoco das Varzeas ou em Vide, porque depois é a "secura" absoluta até lá acima.
Também já fiz essa subida ... mas desta vez era mesmo para doer ... tinha de ser. A EN230 é uma subida moderada mas muito fixe ...
EN231 idem e EN232 a mesma coisa ... em breve vou dar a volta à serra numa etapa ...
https://www.strava.com/routes/14597770
A 1ª vez que saí da ponte das 3 entradas ... subimos ao colcurinho descemos ao piodão seguimos para vide e subimos por Cabeça ... seguindo a adamastor, foi a primeira subida dura que fiz na estrela ...
 
Boas tardes! Gostaria de te dar os parabéns pela excelente iniciativa que tiveste. Tens de ser uma pessoa verdadeiramente apaixonada por isto, mas também com uma excelente vertente altruísta para abdicares do teu tempo e dar a conhecer a todos nós estes PMP. Desde que vi este tópico pela primeira vez, foi logo parar aos meus favoritos, pois dentro do ciclismo, subir é claramente uma das minhas paixões, independentemente de sofrer sempre que o faço hehe A semana passada fui com mais 3 amigos pedalar à Serra da Estrela, e baseámos a nossa volta em 3 PMP's que aqui colocaste. Saímos da Ponte das Três Entradas, subimos o PMP de S.Gião (via Alentejo), seguindo-se o PMP Sra das Almas (por S. Sebastião das Freiras). Tenho a dizer que o primeiro é duma dureza bruta! É certo que o fizemos a frio logo a abrir o raid, mas o que é certo é que depois daquele quilometro intermédio plano (km1 ao km2), vêm ali rampas muito inclinadas, com 1,8km a 13%! Ao contrário da tua opinião, todos nós considerámos o de S.Gião mais duro que o da Sra das Almas, mesmo que este último tenha uma inclinação média superior. Por último, e como não poderia deixar de ser, o PMP HC ficava para ultimo :D . Já com este belo aquecimento, fizemos o PMP Sandomil-Torre (via normal, não fomos por Furtado). Tanto a saída de Sandomil (4,6km a 8%) como a passagem a seguir a Sazes da Beira (2,3km a 9%) implicam alguma dureza, dando para descansar no meio de ambas com uma descida / plano. O Adamastor já 'todos nós' sabemos a dureza que oferece. Pela 1ª vez identifiquei a fonte do lado esquerdo (as outras 2x que la tinha passado foi com tanto sofrimento que nem a vi!), e passa a ser paragem obrigatória, independentemente de onde arrancar. Desta vez também deu para identificar 3 pontos de descanso na subida (que das outras vez só assumi 1 :p ), que devem ser aproveitados (o 1º é logo a seguir à primeira rampa, a outra ja bem a seguir à fonte, e a última antecede os ultimos 2km de uma dureza bruta). Depois da Torre, foi voltar para trás. A ideia seria ainda subir o Colcurinho por Piodão (PMP não esmiuçado - ainda!!), o que iria ultrapassar a dureza de há 2 anos, quando subimos a Torre pela Covilhã, descida até Seia, e depois Seia - Portela do Arão - Adamastor - Torre, mas por escassez de tempo já nao deu. Para o ano a ideia será fazer a Subida Épica ao Alto do Colcurinho e depois ascenção à Torre por Vide - Cabeça - Adamastor ;) Agradeço uma vez mais por este teu trabalho glorioso, e certamente farei mais uns PMP à tua conta :) Muito obrigado e boas voltas !
https://www.strava.com/activities/1788033475
 

maust

Well-Known Member
Boas
ontem acabou por se conciliar o esforço do meu gregário e o meu tempo e lá fomos nós ... a olhar para o céu que quase nos caia na cabeça ... como aos gauleses ...
por descuido passei pelo escritório para despachar o serviço urgente e acabei por me esquecer de ver a meteorologia ...
Acabou por correr bem ... depois de passar o limite superior da nebulosidade até estava porreiro ... fresquinho mas pouco ventoso.
Só foi pena as pistas de ski estarem em limpezas ...

mesmo sem qualquer intenção escrevi o meu nome (obrigado ao meu gregário ... )
https://www.strava.com/activities/1730587354
algumas fotos ...
base camp ...

Recordações

Vamos lá então começar isso ...

mas com a variante ... por Furtado

O strerrato mais impecável de que lembro ...

Dentro da nuvem ...

Acima das nuvens ...

Oh ... acabou ...

Covão d'ametade

Venham então os bombons ...


Mas nem tudo são imagens bonitas ... a devastação das encostas da estrela é enorme ... já não ia à torre desde 10/2017 ...
E depois chegar à nascente do Rio Português mais importante e ver isto:


tem de se ficar ... :eek::eek::eek: :mad::mad::mad: :rolleyes::rolleyes::rolleyes:
@maust desculpa usar a tua publicação ...

se a administração não entender bem colocado o post que o apague que depois meto-o nas minhas voltas

:) obrigado pela partilha
 

maust

Well-Known Member
Nada que agradecer ... é ir e fazer.
Fica só o aviso que a saída de Sandomil é fácil ... já a variante por Furtado deixa qualquer um a pensar ... porquê?
Talvez volte ... mas já não vou pela variante. E se chegar à base do Adamastor e perceber que se gastou demasiada energia ... vou pela EN231 até Seia ... farto de Torres :cool::cool::cool:
O adamastor exige sempre que não se estrague muita energia antes.
Pior ... esqueci-me do cantil com electrolitos no carro ... pior ainda alimentei-me tarde ...
Quando cheguei à torre estava a delirar ... o_Oo_Oo_O
Ficou nova experiência limite ...
Pensava que este ano havia ainda água acima dos 1500 metros ... mas está escassa :(
Só mais uma coisa acerca do sterrato ... estava muito bom ... até o meu gregário adorou ...
bem...

Furtado...

provavelmente a vertente mais dura para a Torre :cool:
 

maust

Well-Known Member
Boas tardes! Gostaria de te dar os parabéns pela excelente iniciativa que tiveste. Tens de ser uma pessoa verdadeiramente apaixonada por isto, mas também com uma excelente vertente altruísta para abdicares do teu tempo e dar a conhecer a todos nós estes PMP. Desde que vi este tópico pela primeira vez, foi logo parar aos meus favoritos, pois dentro do ciclismo, subir é claramente uma das minhas paixões, independentemente de sofrer sempre que o faço hehe A semana passada fui com mais 3 amigos pedalar à Serra da Estrela, e baseámos a nossa volta em 3 PMP's que aqui colocaste. Saímos da Ponte das Três Entradas, subimos o PMP de S.Gião (via Alentejo), seguindo-se o PMP Sra das Almas (por S. Sebastião das Freiras). Tenho a dizer que o primeiro é duma dureza bruta! É certo que o fizemos a frio logo a abrir o raid, mas o que é certo é que depois daquele quilometro intermédio plano (km1 ao km2), vêm ali rampas muito inclinadas, com 1,8km a 13%! Ao contrário da tua opinião, todos nós considerámos o de S.Gião mais duro que o da Sra das Almas, mesmo que este último tenha uma inclinação média superior. Por último, e como não poderia deixar de ser, o PMP HC ficava para ultimo :D . Já com este belo aquecimento, fizemos o PMP Sandomil-Torre (via normal, não fomos por Furtado). Tanto a saída de Sandomil (4,6km a 8%) como a passagem a seguir a Sazes da Beira (2,3km a 9%) implicam alguma dureza, dando para descansar no meio de ambas com uma descida / plano. O Adamastor já 'todos nós' sabemos a dureza que oferece. Pela 1ª vez identifiquei a fonte do lado esquerdo (as outras 2x que la tinha passado foi com tanto sofrimento que nem a vi!), e passa a ser paragem obrigatória, independentemente de onde arrancar. Desta vez também deu para identificar 3 pontos de descanso na subida (que das outras vez só assumi 1 :p ), que devem ser aproveitados (o 1º é logo a seguir à primeira rampa, a outra ja bem a seguir à fonte, e a última antecede os ultimos 2km de uma dureza bruta). Depois da Torre, foi voltar para trás. A ideia seria ainda subir o Colcurinho por Piodão (PMP não esmiuçado - ainda!!), o que iria ultrapassar a dureza de há 2 anos, quando subimos a Torre pela Covilhã, descida até Seia, e depois Seia - Portela do Arão - Adamastor - Torre, mas por escassez de tempo já nao deu. Para o ano a ideia será fazer a Subida Épica ao Alto do Colcurinho e depois ascenção à Torre por Vide - Cabeça - Adamastor ;) Agradeço uma vez mais por este teu trabalho glorioso, e certamente farei mais uns PMP à tua conta :) Muito obrigado e boas voltas !
https://www.strava.com/activities/1788033475
obrigado pelas palavras e pela partilha da tua aventura :)

a tua voltinha foi daquelas mesmo brutas o_O

quem diria que no "Alentejo" existia uma subidinha daquelas :p

no mapa dos Prémios de Montanha de Portugal, tenho escrito que o PMP Senhor das Almas é o mais duro da serra de Alva. Não comparo a subida com a de São Gião Por Alentejo, pois a serra é outra. O Rio Alva separa as 2 serras, sendo que a serra de Alva fica na margem onde estão as localidades de Santa Ovaia e Oliveira do Hospital.

já estou há muito para colocar o Colcurinho no mapa, estava para só colocar a vertente desde a ponte das 3 entradas, mas então também colocarei a vertente que passa por Piodão
 

maust

Well-Known Member
há uns tempos atrás pediram-me para desenhar um Mountain Quest pela zona de Amarante...

Não se se sabe existe uma prova que se chama moutain quest com 6000 de acumulado e dentro quem fizer em determinado tempo ainda pode fazer mais 2000 de acumulado.

Eu queria fazer algo do género em estrada ou seja pelo menos 6000 de acumulado mas se fosse 8000 seria o ideal aparir da zona de amarante por estrada acha possivel.
já está desenhado...

deu algo como isto...

285km
8077m de acumulado
8 subidas
começo Amarante
final Srª da Graça

um dia destes coloco aqui um gráfico com a altimetria deste desafio :)
 

maust

Well-Known Member
há uns tempos atrás pediram-me para desenhar um Mountain Quest pela zona de Amarante...



já está desenhado...

deu algo como isto...

285km
8077m de acumulado
8 subidas
começo Amarante
final Srª da Graça

um dia destes coloco aqui um gráfico com a altimetria deste desafio :)
a altimetria do Mountain quest com começo em Amarante

só para terem noção...

a menos dura das 8 subidas é capaz de ser a da Srª da Graça... o_O

 

maust

Well-Known Member
So por curiosidade pode ser partilhado os locais por onde passa essa jornada !??

quando puder coloco aqui o gráfico com as subidas

por enquanto posso dizer:
- os 285km são pelos concelhos de Amarante, Vila Real, Mondim de Basto, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto
- uma delas julgo ser a subida mais longa de Portugal
- a Srª da Graça e uma outra foram subidas na Volta a Portugal deste ano e uma outra é também normalmente utilizada
- outras 2 já foram subidas na Volta a Portugal mas por vertentes mais simpáticas
- as 2 subidas restantes nunca foram utilizadas em provas oficiais
 
Curiosamente conheço todos os que aí constam, cada um na sua vez

A Meijoadela que conheço, já à uns 4 anitos, é uma estupidez que vai ter a Moscoso certo? Começa numa ponte estreita em paralelo e depois pelo meio tens uns 500m de paralelo que nem acente está. Estou certo?