Power Meter

NULL

Well-Known Member
Eu já tive Powertap P1s e agora tenho crank sworks com 4iiii. Ambos avariaram sensivelmente com 1 ano de utilização. Os P1s foram substituídos por uns novos que entretanto já fizeram cerca de 20 000km em ano e meio. Os sworks foram enviados para garantia estando eu à espera que o problema se resolva.
 
Eu já tive Powertap P1s e agora tenho crank sworks com 4iiii. Ambos avariaram sensivelmente com 1 ano de utilização. Os P1s foram substituídos por uns novos que entretanto já fizeram cerca de 20 000km em ano e meio. Os sworks foram enviados para garantia estando eu à espera que o problema se resolva.
Sim, qualquer sistema assim pode avariar, já vai das sortes...
Eu neste caso estou-me a referir ao desgaste, os pedais não terão maior desgaste? encaixa sapato, tira sapato, etc...
 

NULL

Well-Known Member
Sim, qualquer sistema assim pode avariar, já vai das sortes...
Eu neste caso estou-me a referir ao desgaste, os pedais não terão maior desgaste? encaixa sapato, tira sapato, etc...
Poderá ter maior desgaste, afinal os pedais são material de desgaste. Mas por outro lado tem várias vantagens... portabilidade, se avariarem é fácil colocar uns pedais normais e enviar esses para a garantia, são fiáveis...

O problema dos medidores é que aquilo é material muito sensível... problemas de humidades, pancadas, etc., fazem com que avariem com alguma regularidade...
 

RTC

Moderador
Staff member
O problema dos medidores é que aquilo é material muito sensível... problemas de humidades, pancadas, etc., fazem com que avariem com alguma regularidade...
Como sabes uns mais que outros.
O meu P2max que tenho na bike de gravel...meu Deus o que aquilo já passou e até agora sempre certinho. Considero-o bastante fiável e resistente. Até na bateria...muito mais poupado que o Quarq por ex. É marca que aconselho vivamente. :)
 

Carolina

Well-Known Member
Têm o mesmo desgaste que qualquer outro pedal.

Até agora não tive problemas com os powertap. Optei por estes em detrimento dos assioma apenas pela questão de serem a pilha. No sítio onde guardava a bicicleta não tinha nenhuma tomada perto e assim também não me tenho de me preocupar quando tenho ou não de carregar. Ando sempre com uma pilha a mais. O Garmin avisa quando aquilo está a ~15% do fim. Normalmente chega para terminar a volta, no pior dos casos é só trocar.
 

gfrmartins

Well-Known Member
ou seja, no caso dos assioma, pelo que percebi e vi dá sempre para trocar o corpo dos pedais, etc...?
Sim.

E com um pouco de DYI ainda podes trocar o corpo por uns pedais de BTT.

Os meus já têm uns milhares de klms em cima e não vejo desgaste nenhum, em termos de desgaste não me parece que te tenhas que preocupar com isso durante uns bons anos