Foto ciclo turismo pela Beira Interior e... por aí

#21
Excelente iniciativa @ricasmetx. Não sendo da região, tenho uma ligação forte à mesma através da minha mulher, cuja família provém da Lousa e de Penha Garcia (onde temos casa de férias). Infelizmente nunca pude explorar muito a zona no meu tempo, só fiz um par de voltas sozinho, mas já participei em dois eventos porreiros (o GF Raiano e o Aldeias de Xisto do ano passado).

Tens aqui um seguidor atento. Há tempos que estou para explorar a zona de V. V. Ródão que têm estradas que pelo menos no mapa parecem fantásticas para andar. O teu relato ainda me puxa mais o interesse.

PS: Parabéns pela máquina...Igualzinha à minha. Andam que se desunham. :D
 

ricasmetx

Well-Known Member
#22
Excelente iniciativa @ricasmetx. Não sendo da região, tenho uma ligação forte à mesma através da minha mulher, cuja família provém da Lousa e de Penha Garcia (onde temos casa de férias). Infelizmente nunca pude explorar muito a zona no meu tempo, só fiz um par de voltas sozinho, mas já participei em dois eventos porreiros (o GF Raiano e o Aldeias de Xisto do ano passado).

Tens aqui um seguidor atento. Há tempos que estou para explorar a zona de V. V. Ródão que têm estradas que pelo menos no mapa parecem fantásticas para andar. O teu relato ainda me puxa mais o interesse.

PS: Parabéns pela máquina...Igualzinha à minha. Andam que se desunham. :D
Ainda bem, é para isto mesmo que criei o post, aumentar o interesse e publicitar estas estradas lindissimas.

Anda daí!
Quando puderes apita (apitem) e partilhamos o alcatrão, ou se quiseres (quiserem) opiniões de voltas posso sempre dar umas dicas, do que conheço claro.
VVR é uma zona exelente, tem estradinhas brutais e sempre carrossel ehehe

PS: A Trek é fenomenal, estou muito satisfeito, haja pernas para ela :cool:
 

ricasmetx

Well-Known Member
#23
R 6.MAI.22 - Pra partir o motor

Hoje sai do trabalho, por volta das 18h e pensei, bem vou até ao rolo fazer um workout, mexer as pernas.
Comecei a viagem, vidros abertos, o calor, os cheiros de primavera.... 27ºC.... hmmm nada disso, rua com ele!

Quando me estava a equipar pensei... como não sei como vão ser os restantes dias, hoje vou abusar, siga ganir numas subidas.
Esta é uma vantagem desta zona, há de tudo e tão perto. (atenção que não quero menosprezar as Vossas zonas, mas tenho que gabar a minha, e acreditem, não é em vão!)

Saí de casa rumo ao vale do Ocreza, em direção a Sarzedas.
Iria fazer a subida do Ocreza para lá, até perto de Vilares de Cima, inversão de marcha e nova subida desde o mesmo sitio até Taberna Seca.

E assim foi:

De Castelo Branco até à "ponte do Ocreza" onde confluem os rios Ocreza e o rio Tripeiro, é uma zona rolante com uma forte descida até à ponte.
Eu como iria fazer um trajeto em linha, foi mesmo ir e vir.


Este é o rio a jusante da ponte


E aqui onde confluem os dois, à direita o Ocreza e à esquerda o Tripeiro


Como se pode ver este vale está muito virgem, muito natural, é uma zona muito interessante, com muitas praias fluviais engraçadas, por acaso uma delas ja tinha muita gente eheh

Passada a ponte é onde começa a subida, são uns de 1,6km media de 6% mas que se fazem bem, foi a apertar :cool:

Chegado a zona mais plana, a subida continua até à aldeia de Vilares de Cima e depois a EN233 que se inicia na Guarda e termina em Sobreira Formosa (se não estou em erro) segue pelas Sarzedas


Voltando abaixo, foi altura de aproveitar a descida para fotografar a menina e inspirar o ar puro e deliciar-me com este vale tao genuíno e natural


Recuperando o folego, as pernas não deu tempo, foi a vez de enfrentar a subida do Ocreza até a Taberna Seca, com cerca de 1,4km e 9%, aqui foi a ganir e dar o meu máximo para abrir bem o apetite para o que tinha sobrado de ontem da massada de marisco ehehe

A voltinha está aqui: https://www.strava.com/activities/3478858778

Abraços a todos.
 

ricasmetx

Well-Known Member
#29
R 8.MAI.24 Dar-lhe a volta, à Gardunha

Desafiado pela necessidade de mais tempo na bike, foi dia de visitar a Gardunha, lembram-se dela?
Pois, é hoje o objetivo era ir lá ao alto, lá bem ao fundão, e regressar ao alto.
Cafezinho no Fundão e uma nata, quem resiste?

Para evitar as retas da N18, fui direto a Cafede entrando em Juncal do Campo até à M550 que nos leva até Tinalhas.
Neste cruzamento está um mural de homenagem à Ti Maria Queijeira


Depois foi seguir na nacional até São Vicente da Beira para começar a subir a Gardunha até ao lado de lá, até à Cova da Beira.


Esta subida começa em SVB e vai até à Paradanta, 7,5km com pendente de 2%, com uma vista deslumbrante, um cenário edílico, com sombra e sempre com uma pendente simpática, uma subida muito agradável de fazer.
https://www.strava.com/activities/3497939642/segments/2699249702023168167

Nunca tinha feito a volta neste sentido, apenas ao contrario, e a principal razão é porque o alcatrão da descida de Paradanta até ao Souto da Casa está em muito mau estado, torna-se perigoso.
Se a fizerem tenham cuidado.

Paragem estratégica em Vale D'URso para abastecer de água fresca direta da serra


Depois descida até Souto da Casa e olha ali, a rainha, a mãe de todas as montanhas, a grandissima Serra da Estrela
photo upload site


Mas hoje era para ir até lá ao fundo, até ao Fundão para o café e o pastel de nata (há tradicional, de castanha, chocolate e cereja) na pastelaria Arte e Doce, não deixem de visitar, vale a pena!


Depósito atestado e vinha a parte que mais ansiava, subir a Gardunha na N18, desde Donas até Alpedrinha, uma subida que há muito queria fazer mas que não se tinha proporcionado.
Com as cerejas a dar um colorido especial à encosta foi uma delicia e um prazer desfrutar de tudo, nota-se?
photo uploader



https://www.strava.com/activities/3497939642/segments/2699249702024145845

Depois foi parar no fim da subida, antes de Alpedrinha (merece uma reportagem extensiva, que ficará para uma próxima), para um cantil de água gelada da serra, que maravilha para aliviar a sede.

Era altura de rolar até casa, mas vento lateral... incomodativo levou a fazer um desvio e a ir pela barragem, e quem encontramos feita vaidosa?


Sem dar por isso, voltinha de 3 dígitos, yeeeeeah
Alma cheia, perna pesada e braços escaldados que já apanhei 35ºC

Até a próxima e aqui fica a volta se quiserem deliciar-se nestas estradas
https://www.strava.com/activities/3497939642/overview

PS.: desculpem a qualidade (má) das fotografias mas a capa de proteção está toda suja de protetor solar :D
 
#30
Excelente iniciativa @ricasmetx. Não sendo da região, tenho uma ligação forte à mesma através da minha mulher, cuja família provém da Lousa e de Penha Garcia (onde temos casa de férias). Infelizmente nunca pude explorar muito a zona no meu tempo, só fiz um par de voltas sozinho, mas já participei em dois eventos porreiros (o GF Raiano e o Aldeias de Xisto do ano passado).

Tens aqui um seguidor atento. Há tempos que estou para explorar a zona de V. V. Ródão que têm estradas que pelo menos no mapa parecem fantásticas para andar. O teu relato ainda me puxa mais o interesse.

PS: Parabéns pela máquina...Igualzinha à minha. Andam que se desunham. :D
Eh lá o meu pai é da Lousa :D
 

ricasmetx

Well-Known Member
#36
não é bem da Lousa, o meu pai nasceu lá, mas temos é casa em São Miguel d'Acha, 7:30 para mim é tarde, durante o fim-de-semana eu saio de casa por volta das 6:45, gosto de madrugar para pedalar :D
SMD'Acha ainda está melhor localizado :cool:
Sim, eu tb, so digo isso porque é o horário a que saio de casa e tenho reparado ehehe