Canyon Ultimate CF SL Disc 7.0

#22
O tamanho dos cranks é quase irrelevante tendo em conta outras medidas da bicicleta
Claro que é importante. Num bikefit é definido de acordo com não sei bem o quê mas é daquelas coisas que é X e não há cá de gostar mais de maior ou mais pequeno. O teu corpo pede X e é X.
Não é como a altura da testa ou o comprimento do avanço, que depende da flexibilidade, do conforto que pretendes, etc...

Pelo menos foi como me venderam a coisa e não estou nada descontente. Mediram-me e o tamanho dos cranks nem foi discutido.
 

Carolina

Well-Known Member
#23
Para este caso parece-me irrelevante. Ele tem 1,79m, os 2,5mm nem se vão notar.

Depois tem é de ajeitar a posição do selim para compensar a diferença do cranck.
 
#24
Para este caso parece-me irrelevante. Ele tem 1,79m, os 2,5mm nem se vão notar.

Depois tem é de ajeitar a posição do selim para compensar a diferença do cranck.
1m75 e atualmente tenho cranks de 170.

Vi hj de manhã uns videos do GCN sobre o assunto e confesso que fiquei com a ideia que sendo um ajuste óbvio, é talvez dos menos "importantes" na medida em que tem maior influência no tipo de pedalada de que propriamente em termos de postura.

Segundo as formas de calculo que existem para determinar o comprimento ideal do crank, até os 170 são demasiado grandes para mim.

Quanto ao tamanho do quadro e a minha duvida entre o S e o XS, a avançar será pelo S e explico pq: na Cube tenho um Top Tube efetivo de 530 e um avanço de 100. No S da Ultimate o TT efetivo é de 543 e o avanço de 90, ou seja, a diferença serão 0,3 cms. No XS as medidas são muito semelhantes ao S da Cube mas com algumas diferenças essencialmente para baixo. Ficaria com um TT efetivo de 529 e avanço de 90, ou seja, ficaria 1,1 cms mais "encolhido". Sinto-me bem na Cube mas tive que aumentar o avanço uma vez que me sentia algo apertado antes disso.

Isto é um quebra-cabeças... confesso que durante a volta a solo de ontem me questionei alguma vezes pq raio vou trocar de bike... LOL
 

Carolina

Well-Known Member
#25
Mesmo que seja 1,75m, estás dentro do normal. Ser 170mm ou 172,5mm pouco ou nada muda. Seria problema se fosses muito baixo.

O S tem um stack mais simpático, que também vai compensar o facto de ter maior reach/top tube. Até deves conseguir aumentar o avanço de 90 para 100.
 

Nuno

Active Member
#26
confesso que durante a volta a solo de ontem me questionei alguma vezes pq raio vou trocar de bike... LOL
Isso é como tudo na vida, convêm pensar nas decisões que temos para tomar, mas se pensamos demasiado, corremos o risco de não fazemos nada ….
mudo de emprego ou não? caso ou não? tenho filhos ou não? ;)
Se já pensaste em trocar de bike, se te apetece e se podes, então força. Temos de nos permitir alguns caprichos que nos fazem felizes e não ver tudo apenas pelo lado racional.
 

Bruso

Well-Known Member
#27
Estou com o Nuno. E digo mais, a compra de uma bike não tem nada de racional. Não há maneira de justificares pagar 2000€ por uma bicicleta.

Se tens o dinheiro destinado para a bike e a actual bicicleta já está a falhar avança sem pensar muito.
Em relação ao tamanho eu iria para um S.

Ainda sobre o tamanho dos cranks, Encontrei este artigo: https://cyclingtips.com/2018/07/tour-tech-creeping-saddles-and-shortening-crankarms/.
Não acredito que tenha grande impacto no teu fit.
 
#28
Mesmo que seja 1,75m, estás dentro do normal. Ser 170mm ou 172,5mm pouco ou nada muda. Seria problema se fosses muito baixo.

O S tem um stack mais simpático, que também vai compensar o facto de ter maior reach/top tube. Até deves conseguir aumentar o avanço de 90 para 100.
Cockpit integrado... para mudar o avanço teria que comprar tudo novo... são "só" 400 biscas! ;)
 
#29
Isso é como tudo na vida, convêm pensar nas decisões que temos para tomar, mas se pensamos demasiado, corremos o risco de não fazemos nada ….
mudo de emprego ou não? caso ou não? tenho filhos ou não? ;)
Se já pensaste em trocar de bike, se te apetece e se podes, então força. Temos de nos permitir alguns caprichos que nos fazem felizes e não ver tudo apenas pelo lado racional.
É exatamente esse o meu pensamento... Temos que tirar algum usufruto daquilo que gostamos! N pode ser só trabalhar...
 
#30
Estou com o Nuno. E digo mais, a compra de uma bike não tem nada de racional. Não há maneira de justificares pagar 2000€ por uma bicicleta.

Se tens o dinheiro destinado para a bike e a actual bicicleta já está a falhar avança sem pensar muito.
Em relação ao tamanho eu iria para um S.

Ainda sobre o tamanho dos cranks, Encontrei este artigo: https://cyclingtips.com/2018/07/tour-tech-creeping-saddles-and-shortening-crankarms/.
Não acredito que tenha grande impacto no teu fit.
Neste caso não tem mesmo nada de racional até pq a minha Cube atual não tem qualquer problema... é mesmo puro capricho!

N sei o dia de amanhã. Qualquer dia bate mais um filhote à porta e depois não sei se me posso "mimar" com uma bike nova. portanto despacho já o tema :)
 

SantosDaCasa

Well-Known Member
#31
Isto é um quebra-cabeças... confesso que durante a volta a solo de ontem me questionei alguma vezes pq raio vou trocar de bike... LOL
Então não é por causa dos discos?? :p
Agora a sério. Se começaste a pensar numa nova bike é porque, no teu subconsciente, se calhar estás a precisar de mudar para algo mais recente ou apenas diferente do que tens. No limite, até pode ser uma questão de cansaço visual.
 
#33
Então não é por causa dos discos?? :p
Agora a sério. Se começaste a pensar numa nova bike é porque, no teu subconsciente, se calhar estás a precisar de mudar para algo mais recente ou apenas diferente do que tens. No limite, até pode ser uma questão de cansaço visual.
Loool... Não é de todo pelos discos. Confesso até que visualmente nunca fui fã de discos nas bikes de estrada. Na prática nunca testei mas não é difícil de concluir que trarão óbvias vantagens na travagem em condições húmidas. Mas visualmente continuo a achar as bikes com travões de calços mais interessantes.

No entanto, e como a trocar será essencialmente para ter algo mais recente, acho mais lógico optar por discos. Até por uma questão de revenda no futuro.
 

Bruso

Well-Known Member
#36
Terás de ser muito muito sensível para notar uma diferença de 3mm.
Risco do cockpit integrado é mesmo esse. Só recomendaria avançar para a compra de um após ter a certeza do fit.
 
#40
A Canyon dá 30 dias para experimentar a bicicleta, se não gostares de alguma coisa podes enviar de volta, e em relação ao cockpit, também permitem trocar
Olha, não sabia dessa. N vi nada disso lá no site mas pode ter sido falta de atenção da minha parte. Caso não me adapte seguindo a recomendação deles faria todo o sentido permitirem a troca.