Rodas mistas carbono e alumínio

Bruso

Well-Known Member
#22
Uma coisa é certa - ao nível de performance só tiras proveito de umas rodas de perfil alto se andares mesmo bem. Como o @I l l u m i n a t u s já disse, se andas a médias entre 20 e 30 não te servirá de muito. Agora se gostas das rodas em termos visuais e é um investimento que te sentes confortável em fazer só com o intuito de melhorar a bike visualmente, vai em frente e compra umas rodas de confiança. Se queres carbono vai para umas rodas de carbono de uma boa marca e deixa as OEM de lado.

Acho que o @bogas estava mais a falar neste aspecto. As rodas e a bike só começam a ter influência no teu andamento quando já estás num patamar bastante elevado. Dou-te o exemplo dos capacetes aeros - os valores de poupança de Watts publicados pelas marcas são sempre para uma velocidade de 40km/h (na ordem dos 5W mais ou menos). São bonitos e gostas? Compra. Vai-te fazer andar mais? Só quando já andares imenso.
 

Bernalve

Well-Known Member
#24
Quais os pontos negativos que a ciência apresenta?
https://intheknowcycling.com/2017/08/30/best-climbing-wheels/#Rate

Nem que seja apenas pelo controlo da bicicleta. Quem optar por perfis de 35mm, para mim apenas faz sentido ir mesmo para umas rodas topo de gama. Pouco peso, 35mm e preço baixo não combinam.

Há rodas de alumínio/carbono com menos perfil, fiáveis, com peso semelhantes a estas desse aritgo que têm 35mm de perfil.


Agora pergunto, vocês vêm algum profissional com rodas de 50mm sem ser no Dubai ou contra relógios?
 

NULL

Moderador
Staff member
#25
https://intheknowcycling.com/2017/08/30/best-climbing-wheels/#Rate

Nem que seja apenas pelo controlo da bicicleta. Quem optar por perfis de 35mm, para mim apenas faz sentido ir mesmo para umas rodas topo de gama. Pouco peso, 35mm e preço baixo não combinam.

Há rodas de alumínio/carbono com menos perfil, fiáveis, com peso semelhantes a estas desse aritgo que têm 35mm de perfil.


Agora pergunto, vocês vêm algum profissional com rodas de 50mm sem ser no Dubai ou contra relógios?
Não percebi o sentido da última questão.

O que não falta é rodas com perfis acima dos 35mm no worldtour. Aliás, deves ter dificuldades em encontrar quem corra abaixo dos 35mm.

Tens o Froome que corre com DA C60, o Thomas com DA C40, a Trek corre com umas Bontrager Aeilus 50mm, o Sagan corre com Roval CLX 64 ou 50mm, aliás, essas CLX 50mm equipam a Bora e a Quick Step. A Dimension com umas Enve de 38mm, o Aru com umas MCC 32mm e a AG2R com umas Mavic Cósmic Ultimate de 40mm...

Eu, tal como já disse, acho que as rodas de perfil alto podem ter comportamentos perigosos com vento, mas isso não é exclusivo da serra. Os maiores sustos que levei até foram à beira mar.

A questão do peso não me parece significativa. Eu tenho rodas com perfil de 35mm e não podia competir com a minha bicicleta por não ter o peso mínimo...
 

Bernalve

Well-Known Member
#26
Não percebi o sentido da última questão.

O que não falta é rodas com perfis acima dos 35mm no worldtour. Aliás, deves ter dificuldades em encontrar quem corra abaixo dos 35mm.

Tens o Froome que corre com DA C60, o Thomas com DA C40, a Trek corre com umas Bontrager Aeilus 50mm, o Sagan corre com Roval CLX 64 ou 50mm, aliás, essas CLX 50mm equipam a Bora e a Quick Step. A Dimension com umas Enve de 38mm, o Aru com umas MCC 32mm e a AG2R com umas Mavic Cósmic Ultimate de 40mm...

Eu, tal como já disse, acho que as rodas de perfil alto podem ter comportamentos perigosos com vento, mas isso não é exclusivo da serra. Os maiores sustos que levei até foram à beira mar.

A questão do peso não me parece significativa. Eu tenho rodas com perfil de 35mm e não podia competir com a minha bicicleta por não ter o peso mínimo...
Alguns profissionais não devem ter muita escolha, o Froome já correu com C24 na roda da frente.

50 ou 60 em etapas de montanha nunca vi. 32, 35, 40, eu sei que eles correm, e não disse o contrário. 50 ou 60 eu vejo muito pouco, sem ser em etapas/clássicas planas.

Mas acho que toda a gente sabe, só alguns e tu, continua achar que perfis altos é espetacular para as subidas. Pronto, eu fico com a minha opinião.
 

NULL

Moderador
Staff member
#28
Alguns profissionais não devem ter muita escolha, o Froome já correu com C24 na roda da frente.

50 ou 60 em etapas de montanha nunca vi. 32, 35, 40, eu sei que eles correm, e não disse o contrário. 50 ou 60 eu vejo muito pouco, sem ser em etapas/clássicas planas.

Mas acho que toda a gente sabe, só alguns e tu, continua achar que perfis altos é espetacular para as subidas. Pronto, eu fico com a minha opinião.
Quem disse que perfis altos é espetacular para subir?

Eu não disse isso, o que eu disse é que o único problema que vejo é o vento, porque pelo peso já viste que não é problema, ou é?

É que ainda não percebi, porque ainda não disseste, onde está o problema das rodas de perfil alto a subir...
 

Bernalve

Well-Known Member
#29
Quem disse que perfis altos é espetacular para subir?

Eu não disse isso, o que eu disse é que o único problema que vejo é o vento, porque pelo peso já viste que não é problema, ou é?

É que ainda não percebi, porque ainda não disseste, onde está o problema das rodas de perfil alto a subir...
35mm não é perfil alto, mas baixo também não o é, é o mais polivalente que há, e o melhor até na minha opinião, mas lá estás, quem as sabe usar, tem do que há melhor, e não tem por ter. Eu deixei o artigo em inglês onde explica mais ou menos a minha opinião, e tu ignoraste ou não quiseste dizer nada sobre o que está alí , ou falaste apenas do peso.

Basicamente para serem leves é necessário ir para o mais caro, senão estamos a comprar rodas de 35mm pesadas, quando umas de alumínio mais leves ou carbono de perfil baixo fariam o mesmo. As rodas com perfil alto, tiram agilidade à bicicleta, principalmente na aceleração, o controlo da bicicleta é mais difícil nas curvas, descidas, mais difícil vencer a inércias delas a subir. A travagem pode ser mais complicada... são mais confortáveis (importantíssimo), embalam mais, vencem melhor a resistência do ar e buracos e buraquinhos na estrada, por isso a importância delas nas etapas planas e a descer, mas ao mesmo tempo menos resistentes. Com vento e chuva agrava mais os contra..

Dá para ver nos contra relógios as dificuldades que eles têm em fazer as curvas, culpa também daqueles quadros todos xpto. Nas crono escaladas eles optam por bicicletas normais e rodas ditas, mais normais.
 

RTC

Moderador
Staff member
#30
Não me recordo, mesmo numa etapa o mais montanhosa possível, de algum profissional, correr com uma roda abaixo dos 30mm de perfil. E todos eles têm disponíveis rodas com perfis mais baixos.
Uma roda tubular (o que usam), de 30 a 40 de perfil tem muito mais rigidez que uma de 20 a 30. Nem se compara. E isso reflecte-se a subir. Ainda há muitos que usam 50. Só não é mais usado porque as principais marcas de rodas têm agora várias opções de perfis 40/50/60 e o 40 é um bom compromisso.
Não é por acaso que são usadas no CX rodas com perfis altos. E não é aí que precisam da aerodinâmica de uma roda de perfil 50mm....

Mas pronto, aqui não estamos a falar de profissionais nem de rodas de 2000€ :)
 
Last edited:

NULL

Moderador
Staff member
#32
35mm não é perfil alto, mas baixo também não o é, é o mais polivalente que há, e o melhor até na minha opinião, mas lá estás, quem as sabe usar, tem do que há melhor, e não tem por ter. Eu deixei o artigo em inglês onde explica mais ou menos a minha opinião, e tu ignoraste ou não quiseste dizer nada sobre o que está alí , ou falaste apenas do peso.

Basicamente para serem leves é necessário ir para o mais caro, senão estamos a comprar rodas de 35mm pesadas, quando umas de alumínio mais leves ou carbono de perfil baixo fariam o mesmo. As rodas com perfil alto, tiram agilidade à bicicleta, principalmente na aceleração, o controlo da bicicleta é mais difícil nas curvas, descidas, mais difícil vencer a inércias delas a subir. A travagem pode ser mais complicada... são mais confortáveis (importantíssimo), embalam mais, vencem melhor a resistência do ar e buracos e buraquinhos na estrada, por isso a importância delas nas etapas planas e a descer, mas ao mesmo tempo menos resistentes. Com vento e chuva agrava mais os contra..

Dá para ver nos contra relógios as dificuldades que eles têm em fazer as curvas, culpa também daqueles quadros todos xpto. Nas crono escaladas eles optam por bicicletas normais e rodas ditas, mais normais.
Bernardo, se reparares a minha primeira participação neste tópico foi para responder ao Bogas. A ideia que ele passou foi que rodas de perfil alto são muito mais pesadas que umas de perfil baixo. Até referenciou que se fartou de passar gajos "montanha acima" por eles levarem rodas de perfil alto.
A minha participação teve como único motivo desmistificar isso.
Só para concluir, na mesma roda, uma Bora Ultra por exemplo, de 35 para 50mm estamos a falar de um aumento de peso de 40g.
 

bogas

Well-Known Member
#33
Bernardo, se reparares a minha primeira participação neste tópico foi para responder ao Bogas. A ideia que ele passou foi que rodas de perfil alto são muito mais pesadas que umas de perfil baixo. Até referenciou que se fartou de passar gajos "montanha acima" por eles levarem rodas de perfil alto.
A minha participação teve como único motivo desmistificar isso.
Só para concluir, na mesma roda, uma Bora Ultra por exemplo, de 35 para 50mm estamos a falar de um aumento de peso de 40g.
Uma coisa é uma boa roda de perfil baixo, outra coisa é uma roda da china ou lá perto, de perfil alto, só por ser bonito.
Quais compravas??
Tens aí a minha opinião, não pode ser mais claro que isto.
E sim, neste desporto ainda há muita ignorância e deu para perceber isto no Dourogranfondo por exemplo. Desde selins da china que até me dói o rabo só de pensar, a rodas de perfil de 50 e até 60 também da china. Dá que pensar...
 

LUCAS

Well-Known Member
#34
Estou a pensar fazer upgrade na bina.
Estou indeciso em comprar mavic pro carbon 50 ou equinox equator.
Em relação às mavic acho interessante o facto da pita da travagem ser em alumínio, assim posso trocar aternar entre as rodas de carbono e alumínio.
A minha dúvida é se existem desvantagens nessas rodas mistas alumínio e carbono.
Agradecia as vossas opiniões.
Visto ser disto que se trata , vou dar te a minha opinião que vale o que vale ...
Quanto a essas rodas da Mavic acho má opção e passo a explicar se reparares os raios nao apertam no fim do aro mas sim dentro aro o que faz com que o raio seja maior logo a rigidez diminuem , o que faz com que essas rodas fiquem com pior dos dois mundos ventos laterais e baixa rigidez para umas rodas de 50 mm , sinceramente acho má opção ,.
Quanto ás Equinox Equator nunca exprimentei logo não vou ter opinião quanto ao rolar rigidez etc etc .... mas visto que são totalmente em Carbono provavelmente vais perder na potencia de travagem , mesmo com calços xpto que custam €€€ como o caraças nunca é igual e com chuva então ...
Agora as rodas que tinha até 2 semanas atrás , Vision T42 rolam bem tem boa rigidez visto os raios serem mais curtos só não gostava muito delas a subir pois são mais "pachurentas" parece que a bike custa a ir embora por vezes acabe por fazer o mesmo tempo que com umas de perfil baixo, requer habituação são diferentes , agora a rolar são do melhor .( Eu tive um problema com a roda frente estalou o carbono e mandei para a garantia , por isso daqui a um mes ou dois posso dar feedback quanto á garantia das mesmas )
Espero ter ajudado ou baralhado e boa escolha ...
 

Bernalve

Well-Known Member
#35
Bernardo, se reparares a minha primeira participação neste tópico foi para responder ao Bogas. A ideia que ele passou foi que rodas de perfil alto são muito mais pesadas que umas de perfil baixo. Até referenciou que se fartou de passar gajos "montanha acima" por eles levarem rodas de perfil alto.
A minha participação teve como único motivo desmistificar isso.
Só para concluir, na mesma roda, uma Bora Ultra por exemplo, de 35 para 50mm estamos a falar de um aumento de peso de 40g.
Mas estamos a falar da Bora Ultra. Quem pode, pode e eu tb comprava se nao tivesse onde gastar melhor o dinheiro. Agora tb acho que andar com perfis de 40, 50, 60, não faz sentido. São rodas tão detalhadas e especificas, e que para a montanha não é melhor opção. O Froome às vezes usa C50 na roda de trás nas etapas de montanha, mas na roda da frente ou vai com 35 ou 24.
 

NULL

Moderador
Staff member
#36
Uma coisa é uma boa roda de perfil baixo, outra coisa é uma roda da china ou lá perto, de perfil alto, só por ser bonito.
Quais compravas??
Tens aí a minha opinião, não pode ser mais claro que isto.
E sim, neste desporto ainda há muita ignorância e deu para perceber isto no Dourogranfondo por exemplo. Desde selins da china que até me dói o rabo só de pensar, a rodas de perfil de 50 e até 60 também da china. Dá que pensar...
Bogas, quando se fala em rodas de baixo perfil, médio e alto, quando se tenta aprofundar as diferenças entre elas, convém que a comparação tenha por base gamas semelhantes. Comparar uma roda de topo de baixo perfil com umas rodas do pior de alto perfil não faz qualquer sentido. O que faz sentido é comparar rodas de qualidade equivalente nos diversos tipos de perfil.
 

NULL

Moderador
Staff member
#37
Mas estamos a falar da Bora Ultra. Quem pode, pode e eu tb comprava se nao tivesse onde gastar melhor o dinheiro. Agora tb acho que andar com perfis de 40, 50, 60, não faz sentido. São rodas tão detalhadas e especificas, e que para a montanha não é melhor opção. O Froome às vezes usa C50 na roda de trás nas etapas de montanha, mas na roda da frente ou vai com 35 ou 24.
Bernardo, não me lembro de alguém ter falado em preços... O que eu quis dizer é que a diferença de peso de um par de rodas de qualidade de médio para alto perfil era de 40g, isto no caso das Bora-Ultra.

Acredito no que dizes do Froome, os dados que li não apontaram nesse sentido mas acredito que utilize esporadicamente.
 

Morg

Well-Known Member
#38
Visto ser disto que se trata , vou dar te a minha opinião que vale o que vale ...
Quanto a essas rodas da Mavic acho má opção e passo a explicar se reparares os raios nao apertam no fim do aro mas sim dentro aro o que faz com que o raio seja maior logo a rigidez diminuem , o que faz com que essas rodas fiquem com pior dos dois mundos ventos laterais e baixa rigidez para umas rodas de 50 mm , sinceramente acho má opção ,.
Quanto ás Equinox Equator nunca exprimentei logo não vou ter opinião quanto ao rolar rigidez etc etc .... mas visto que são totalmente em Carbono provavelmente vais perder na potencia de travagem , mesmo com calços xpto que custam €€€ como o caraças nunca é igual e com chuva então ...
Agora as rodas que tinha até 2 semanas atrás , Vision T42 rolam bem tem boa rigidez visto os raios serem mais curtos só não gostava muito delas a subir pois são mais "pachurentas" parece que a bike custa a ir embora por vezes acabe por fazer o mesmo tempo que com umas de perfil baixo, requer habituação são diferentes , agora a rolar são do melhor .( Eu tive um problema com a roda frente estalou o carbono e mandei para a garantia , por isso daqui a um mes ou dois posso dar feedback quanto á garantia das mesmas )
Espero ter ajudado ou baralhado e boa escolha ...
Assino integralmente a opinião do LUCAS. Com a diferença que as minhas ainda não estalaram em 40.000 km (toc-toc).
Como termo de comparação com a T42 tenho umas token com menos 400g e perfil 22. Quando vou à torre costumo meter a token na frente mas mais pelo lado psicológico do peso. Outra situação em que uso a token na frente é em dias de rajadas fortes e aí noto bem a diferença.
É curioso que as sensações são diferentes mas não se vê grandes diferenças nos tempos.

Atenção, isto é a minha opinião pessoal e eu sou apenas um cicloturista sem objectivos competitivos.
 

kostaviks

Well-Known Member
#39
A minha dica.
Se querem andar bem, treinem bem e muito...
Perfil 20, 30, 40, 50.... NÃO vão fazer diferença no nosso andamento (amadores), pelo que o ideal é comprar o que mais nos agrada, esteticamente, com qualidade e quando digo qualidade não significa ser caro e desfrutar!
Andar numa bike montada ao nosso gosto é meio caminho andado para tudo ser muito melhor...
Com treino, qualquer roda serve!

Abraçe
 

DMA

Well-Known Member
#40
Uma coisa:
As Cosmic Pro Carbon levaram com uma remodelação jeitosa. Tem 45mm de perfil e o peso não é nada dramático pois anda na casa dos 1700g

Já as antigas não estariam na minha lista de compras. Tem apenas 15mm internos, um perfil oldschool e acho que pesavam na casa dos 1850g (dito de cabeça).