• Olá Guest , participa na discussão sobre o futuro desta comunidade neste tópico.

Provas/Granfondos Amadoras Estrada 2022

Médiofondo feito em 3h27.
74º na geral / 23º no meu escalão. (Masters B)
No geral correu muito bem. Para quem anda nisto à tão pouco tempo como eu foi um ótimo resultado. Estou extremamente contente com o resultado.
Gostei da prova. Certamente para repetir.
Acabamos praticamente juntos, devemos ter andado ali juntos durante a prova.
Eu também fiz o Medio em 3h29 81º da geral, 25º Escalão (Master B).
Gostei bastante da prova, o tempo esteve fantástico temperatura ideal e sem chuva, aquela subida final foi dura mas faz parte.
 

Reis

Well-Known Member
Vi o @petrix mesmo no começo da serra mágica. Estava eu parado para ajudar um ciclista que estava deitado no meio da estrada com a bicicleta ao lado. Dizia que estava cheio de cãibras e que estava com sensação de que ia desmaiar. Depois de falarmos um pouco e de lhe ter esticado as pernas lá o ajudei a levantar-se e encostou-se á barreira. Disse-lhe para aguardar alguém da organização. Ainda faltava fazer a subida Mágica.
 

{the_crow}

Well-Known Member
Vi o @petrix mesmo no começo da serra mágica. Estava eu parado para ajudar um ciclista que estava deitado no meio da estrada com a bicicleta ao lado. Dizia que estava cheio de cãibras e que estava com sensação de que ia desmaiar. Depois de falarmos um pouco e de lhe ter esticado as pernas lá o ajudei a levantar-se e encostou-se á barreira. Disse-lhe para aguardar alguém da organização. Ainda faltava fazer a subida Mágica.

mas o pessoal nao sabe "escutar" o corpo? vai tudo cego?
 

Trizade

Well-Known Member
mas o pessoal nao sabe "escutar" o corpo? vai tudo cego?
Sabes que às vezes o "espírito de competição" pode iludir a malta. Aquela vontade de tentar seguir na roda e tentar "puxar o andamento" um pouco para tentar fazer um bom resultado pode ser suficiente para depois pagar a fatura mais tarde...
 

{the_crow}

Well-Known Member
Sabes que às vezes o "espírito de competição" pode iludir a malta. Aquela vontade de tentar seguir na roda e tentar "puxar o andamento" um pouco para tentar fazer um bom resultado pode ser suficiente para depois pagar a fatura mais tarde...
Compreendo e não compreendo esse "espirito" .. mas pronto .. cada um sabe de si :)
Eu não estou em condições para corridas.. nem para treinos treinos mais puxados.. mas este fim de semana "abusei" 2 x.... e chegou 1 ponto em que tive de meter o meu ritmozinho e deixar os meus colegas de treino irem a vidazinha deles...
 

jattamasso

Well-Known Member
Pois também não percebo.

Eu parei porque ele e a bicicleta estavam a ocupar uma grande parte da estrada e o pessoal do Granfondo já estava a vir e era uma zona onde ainda passam com alguma velocidade.
Tiveste uma boa atitude;

Normalmente nestas provas a solidariedade fica algo... esquecida, e eu também falo por mim, infelizmente:

No entanto, e para meu conforto moral, sei que há um ou mais carros da organização com mecânicos, que ajudam a reparar algum que outro problema mecânico... pelo que é uma atitude com uma atenuante considerável;

Felizmente, nunca dei por mim numa situação de ver uma queda, e aí sei que iria parar e ajudar, desse lá por onde desse;

Os que encontrei assim "estendidos", estão felizmente já a ser assistidos por gente da organização competente para o efeito;

Agora um reparo:

A MALTA MAIS COMPETITIVA ( e se calhar não só) CONTINUA A SER JAVARDA QUE DÓI;

Eu vi 2 fulanos de uma equipa que por acaso até foi ao pódio, e em várias categorias, a serem javardolas;

Mandei-os imediatamente para o cara#$o, e eles nem tugiram, nem mugiram, devem de certeza viver em cortelhos e comer em gamelas, só pode;

Infelizmente não consegui ler o número do dorsal, porque se o tivesse feito, teria exposto a situação à direção logo à minha chegada;

Peço à malta que, caso de depare futuramente com este tipo de atitudes sub-humanas, que prontamente registe o numero do dorsal, e comunique à organização o sucedido; Eu farei exatamente isto. Depois se a organização, pactuar com estas atitudes, terá de se assumir.

Eu já enviei um email ao Cabreira e à Organização com a seguinte sugestão:

Quem for apanhado a lançar para a estrada embalagens vazias, não bio degradáveis, é automaticamente imobilizado, desclassificado, e irradiado para todo o sempre, em qualquer evento por eles organizado;
 

{the_crow}

Well-Known Member
Eu já enviei um email ao Cabreira e à Organização com a seguinte sugestão:

Quem for apanhado a lançar para a estrada embalagens vazias, não bio degradáveis, é automaticamente imobilizado, desclassificado, e irradiado para todo o sempre, em qualquer evento por eles organizado;

E eles respondem-te: e dp quem é que vem as provas?? :p

Compreendo o que dizes... nao custa nada guardar... sao tao bons e tao pros que ate deviam pedalar de olhos fechados e guardar as embalagens todas na boa e a fumar um cigarrinho :)

Acho é que por exemplo, nas zonas de abastecimento tb devia ser zona obrigatória de recolha/entrega de embalagens vazias
 

jattamasso

Well-Known Member
E eles respondem-te: e dp quem é que vem as provas?? :p

Compreendo o que dizes... nao custa nada guardar... sao tao bons e tao pros que ate deviam pedalar de olhos fechados e guardar as embalagens todas na boa e a fumar um cigarrinho :)

Acho é que por exemplo, nas zonas de abastecimento tb devia ser zona obrigatória de recolha/entrega de embalagens vazias

Caso me respondessem dessa forma, deixaria de frequentar provas por eles organizadas;

Há uma boa iniciativa desta organização, que é a do sorteio no final. Escreves o teu numero de dorsal nas embalagens vazias, e depositas depois numa tômbola;

Mas o acto voluntário de atirar a embalagem para o chão, não é controlável pela organização, só se poderia mudar este comportamento com uma medida altamente punitiva;
 

petrix

Well-Known Member
Vi o @petrix mesmo no começo da serra mágica. Estava eu parado para ajudar um ciclista que estava deitado no meio da estrada com a bicicleta ao lado. Dizia que estava cheio de cãibras e que estava com sensação de que ia desmaiar. Depois de falarmos um pouco e de lhe ter esticado as pernas lá o ajudei a levantar-se e encostou-se á barreira. Disse-lhe para aguardar alguém da organização. Ainda faltava fazer a subida Mágica.
Pois... eu até perguntei se estava tudo bem... como estava sentado no meio da estrada até pensei que tivesse sido alguma queda, mas naquela zona também era difícil ser queda... :p
 

jpacheco

Well-Known Member
Pois... eu até perguntei se estava tudo bem... como estava sentado no meio da estrada até pensei que tivesse sido alguma queda, mas naquela zona também era difícil ser queda... :p
Naquela subida é fácil cair po lado mas por velocidade a super reduzida.. não é fácil uma parede daquelas mesmo no final, depois de muito sofrimento para aguentar roda nos planos. Mas também tem uma coisa boa. quem estiver mal dá a volta ao cavalo e chega logo á lousã sem ter que pedalar..
 

Reis

Well-Known Member
Pois... eu até perguntei se estava tudo bem... como estava sentado no meio da estrada até pensei que tivesse sido alguma queda, mas naquela zona também era difícil ser queda... :p

Verdade, vinhas á frente do teu grupo, mas não tinha sido queda não.
 

Reis

Well-Known Member
Naquela subida é fácil cair po lado mas por velocidade a super reduzida.. não é fácil uma parede daquelas mesmo no final, depois de muito sofrimento para aguentar roda nos planos. Mas também tem uma coisa boa. quem estiver mal dá a volta ao cavalo e chega logo á lousã sem ter que pedalar..

Por mais incrível é que nem era a subir, era uma zona plana.
 

Mafioso

Well-Known Member
O primeiro passou me e parecia que ia de mota...
O grupo perseguidor ia tb a um grande ritmo, e, qua do passaram por mim, iam todos em grupo, ou grupeto, vomo lhe queiram chamar...
Foi o Gonçalo Freitas, arrancou sozinho a 60km da meta e deu 9 minutos ao 2º e 3º. Surreal
 
Top