Outros fórums/blogs?

moshinho

Well-Known Member
Ahh não aguentam? Querem mole é? Se é para evoluir tem de doer. Pessoal quer fazer volume alto sem ter capacidade...
Não tem a ver com a capacidade.
Tem a ver com a estruturação do plano e da intensidade.
Tinham muitos treinos de séries intensas em muitos dias da semana.
6 dias de treino em SS e vo2max e apenas 1 dia de descanso.
Quase ninguém aguentava uma época nisso.
E após muitos pedidos, queixas e afins, verificaram que o melhor é o 80/20 ou polarizado.
Daí terem vindo a baixar a intensidade dos treinos nos planos e mais recentemente o "adaptive training" que basicamente faz polarizado.
Estamos sempre a aprender e eles têm milhões ou milhares de milhões de feedback de treinos na base de dados deles e daí estarem finalmente a adaptar.
Quanto ao volume em z2, é essencial no início claro e essas 10/20h semanais irão custar muito na mesma mas não te vão "queimar" mais tarde, só irão fortalecer e criar muita resistência para os treinos mais intensos que virão mais tarde claro.
Agora esse número de horas é mesmo à profissional :) É por isso que não treino...não consigo cumprir um único plano que seja...ainda bem que existe malta que tem um trabalho e vida que permite isso ;)
Vida de cicloturista semi-profissional
 

Bernalve

Well-Known Member
Recentemente tem sido provado que não é assim que funciona
Podes fazer muita Z2 e muitas horas. Mas senão metes intensidade forte em treinos de séries, intervalos, etc... ir mais rápido no futuro vai ser dificil. Os pros treinam muita zona 2, mas basta analisar alguns treinos deles, que fazem umas séries à morte.
Isto para dizer que andar a fazer treinos com muita zona2 só te dá endurance. Após um esforço mais intenso numa volta com amigos ou numa prova, arrebentas. Se um amador não tem muito tempo para fazer por semana umas 3 a 4 voltas de Z2 em voltas que durem 3 a 4 horas no minimo. A intensidade ainda é a nossa melhor amiga.
 

Trizade

Well-Known Member
Podes fazer muita Z2 e muitas horas. Mas senão metes intensidade forte em treinos de séries, intervalos, etc... ir mais rápido no futuro vai ser dificil. Os pros treinam muita zona 2, mas basta analisar alguns treinos deles, que fazem umas séries à morte.
Isto para dizer que andar a fazer treinos com muita zona2 só te dá endurance. Após um esforço mais intenso numa volta com amigos ou numa prova, arrebentas. Se um amador não tem muito tempo para fazer por semana umas 3 a 4 voltas de Z2 em voltas que durem 3 a 4 horas no minimo. A intensidade ainda é a nossa melhor amiga.

Daí se falar cada vez mais nos 80/20...
Sim, só Z2 podes fazer na pré-época para construír a base, mas depois e se tiveres tempo o ideal é este modelo de 80/20.
Eu por exemplo, no percurso que faço normalmente para os meus treinos normais durante a época consigo usar este modelo. Vou em Z2 até ao sítio onde faço os intervalos (mais ou menos 40mins), depois faço os intervalos, e depois ando 1 horita ou mais, dependendo do dia, em zona 2 até voltar para casa...
E isto essencialmente é o que os pros fazem... Só que em vez de 1h e tal em Z2, eles andam 3h ou 4h ou 5h em Z2 além dos intervalos que fazem...

Agora, para aquelas pessoas que só tem 6h ou menos por semana para treinar, este modelo já é complicado de adoptar. Daí o sucesso do TR e outras plataformas do género, pois aí, provavelmente a pessoa tem de se focar mais nos intervalos...
 

jpacheco

Well-Known Member
Neste momento 5, 6, 7h sem stress. Ritmo de conversa o tal Z2. 4 a 5 voltas por semana para manter a mitocôndria saudável. E depois depende dos objectivos de cada um. 1 - Se for para manter forma fisica e saude, continuar a manter o treino referido em cima. 2 - Se houver prova ou objectivo de superação, analisa-se o propósito e desenha-se um plano de treino adaptado ao objectivo.

Ex: se for sacar um KOM de 4minutos. Ou um sprint de 40segundos. Ou melhorar o FTP com vista a um Grandfondo. Todos eles terão um plano de treino diferenciado.
 

Bruso

Well-Known Member
Não tem a ver com a capacidade.
Tem a ver com a estruturação do plano e da intensidade.
Tinham muitos treinos de séries intensas em muitos dias da semana.
6 dias de treino em SS e vo2max e apenas 1 dia de descanso.
Sim eu lembro-me dessa altura. Mas lá está, só tinhas um dia de descanso porque escolhias volume alto. Muitos provavelmente têm também o FTP alto de mais e depois lixam-se.
Mas seguiram a nova investigação como espectável e adaptaram-se. Há 5 anos não se falava em 80/20 e os ciclistas andavam na mesma.

Ainda há muitos pros por aí que não seguem essa regra e não é por isso que não param de evoluir. Como em tudo é uma teoria de alguém que será verdade até o provarem errado ou aparecer uma teoria que alega melhores resultados.
 

s0me0ne

Well-Known Member
Sim eu lembro-me dessa altura. Mas lá está, só tinhas um dia de descanso porque escolhias volume alto. Muitos provavelmente têm também o FTP alto de mais e depois lixam-se.
Não é só por esse ponto, neste artigo falam em Overreaching, que basicamente é o cansaço psicológico de demasiado treino de alta intensidade.
 

Bruso

Well-Known Member
Não é só por esse ponto, neste artigo falam em Overreaching, que basicamente é o cansaço psicológico de demasiado treino de alta intensidade.
psicológico é um factor muito pessoal. O que te cansa psicologicamente pode não cansar 50% da população.
 

moshinho

Well-Known Member
Estaria aqui "discussão" para séculos. :cool:
Bruno para ti o TR funciona bem e ainda bem. Para outros não.

O melhor é se experimentar e tirar conclusões pessoais.
Por mim já me aconteceu das duas mas esta última versão com treino adaptativo não usei ainda. Mas esta última versão é o que se deve sempre fazer...adaptar a metodologia ao atleta em específico e isso é treino polarizado, vulgo 80/20.

Pessoalmente hoje em dia faço o que me apetece tendo em vista a diversão.
Na minha opinião, cheguei à conclusão que o meu organismo tem de trabalhar no duro para evoluir mas também precisa de muito descanso.
Quanto ao traineroad, como já disse, uso de inverno só e em algumas vezes, na versão em que tem planos um pouco menos intensos, no modo menos intenso e só faço os 2 treinos de terça e quinta em SS, o resto do tempo basicamente é uma volta de btt ao fim de semana.
Quando me apetece meto umas corridas pelo meio e para o que quero...chega.

Todas as metodologias de treino deveriam ser adaptadas ao atleta individualmente.
E só essas é que vingam, sejam elas com mais ou menos intensidade.
E é por isso que existem treinadores, uns melhores e outros piores.
Na verdade, os atletas também têm de ser bons para que essas metodologias e adaptações e experiências, sejam produtivas.
Porque quem nasce para jacaré...
 

Bruso

Well-Known Member
Todas as metodologias de treino deveriam ser adaptadas ao atleta individualmente.
Sem dúvida. Arranja um treinador que o faça. A maior parte provavelmente passa-te o mesmo treino que passa a outros 10 atletas. E a 60€ por mês como se faliu por aqui até nem o condeno. Não dá para acompanhamento diário a cobrar só isso.

O treino adaptivo não tem a ver com 80/20 ou polarizado. Aliás se bem me recordo o treino polarizado ainda está em fase beta e se quiseres usar tens de ir ao site e autorizar.
O opção do treino adaptativo permite te ter feedback do treino (fácil, moderado, difícil, muito difícil, all out, não consegui) e depois mudar os treinos futuros naquele sistema energético para um nível inferior. Cada treino está classificado por nível de dificuldade numa escala numérica. Existem treino Z2 mais fáceis que outros. O que o algoritmo faz é adaptar o plano de treinos para a tua evolução.
 

Bernalve

Well-Known Member
Daí se falar cada vez mais nos 80/20...
Sim, só Z2 podes fazer na pré-época para construír a base, mas depois e se tiveres tempo o ideal é este modelo de 80/20.
Eu por exemplo, no percurso que faço normalmente para os meus treinos normais durante a época consigo usar este modelo. Vou em Z2 até ao sítio onde faço os intervalos (mais ou menos 40mins), depois faço os intervalos, e depois ando 1 horita ou mais, dependendo do dia, em zona 2 até voltar para casa...
E isto essencialmente é o que os pros fazem... Só que em vez de 1h e tal em Z2, eles andam 3h ou 4h ou 5h em Z2 além dos intervalos que fazem...

Agora, para aquelas pessoas que só tem 6h ou menos por semana para treinar, este modelo já é complicado de adoptar. Daí o sucesso do TR e outras plataformas do género, pois aí, provavelmente a pessoa tem de se focar mais nos intervalos...

O treino de muitas horas serve essencialmente também para perder peso. Algo que algumas pessoas se calhar não têm essa necessidade. Neste caso o treino mais especifico pode ser mais benéfico.
Um gajo magro até pode fazer muitas horas etc... Mas a nutrição tem aqui uma papel tão essencial, que se não há um acompanhamento correcto ou um esforço do próprio para estudar isso, vai-se cometer muitos erros. Basicamente eu acho que treinar mais que 10h, 15h ou até 20h por semana pode ser só prejudicial se não soubermos minimamente o que estamos a fazer.
 

Trizade

Well-Known Member
O treino de muitas horas serve essencialmente também para perder peso. Algo que algumas pessoas se calhar não têm essa necessidade. Neste caso o treino mais especifico pode ser mais benéfico.

Percebo o que dizes, e claramente se alguém quer perder peso, mais facilmente o perde se fizer um volume elevado...
Mas o treino de muitas horas também serve para construír uma boa base que permite depois evoluír mais facilmente e aumentar a capacidade física...

Mas a nutrição tem aqui uma papel tão essencial, que se não há um acompanhamento correcto ou um esforço do próprio para estudar isso, vai-se cometer muitos erros. Basicamente eu acho que treinar mais que 10h, 15h ou até 20h por semana pode ser só prejudicial se não soubermos minimamente o que estamos a fazer.

Sem dúvida.
Aí estamos inteiramente de acordo.... Assim que começamos a falar em treinos superiores a 1h30 diária, superior a 10h semanais, se não houver cuidado com a nutrição antes, durante e após o treino o mais provável é dar asneira...
 

Bruso

Well-Known Member
Aí estamos inteiramente de acordo.... Assim que começamos a falar em treinos superiores a 1h30 diária, superior a 10h semanais, se não houver cuidado com a nutrição antes, durante e após o treino o mais provável é dar asneira..
Aí está uma das razões para cansaço psicológico e overreaching e overtraining etc. Vejo por aqui muita gente a fazer treinos de 2h ou mais sem comer nada. Chegam a casa alimentam-se como se não tivessem feito qualquer exercício. É normal darem o pote após umas sessões mais intensas.
 

s0me0ne

Well-Known Member
Basicamente eu acho que treinar mais que 10h, 15h ou até 20h por semana pode ser só prejudicial se não soubermos minimamente o que estamos a fazer.
Considero que quem treina 20h horas semanais, deve ter o maior foco deve ser totalmente o oposto de quem treina 6h.

A maior dificuldade dos atletas profissionais deve ser conseguir o maior numero de horas na bicicleta sem entrar em overtraining.
 

DavidAlmeida

Active Member
Felizmente consigo ter tempo para fazer 15 a 20h semanais, sou seguido por um treinador e aconselho a todas as pessoas que obviamente possam.
Pelo menos 2 treinos da minha semana são em rolo em séries específicas, não quer que não faça também na rua.
Mas por norma na rua muita Z2.
 

moshinho

Well-Known Member
Sem dúvida. Arranja um treinador que o faça. A maior parte provavelmente passa-te o mesmo treino que passa a outros 10 atletas. E a 60€ por mês como se faliu por aqui até nem o condeno. Não dá para acompanhamento diário a cobrar só isso.
Daí dizer que há treinadores e treinadores.
Os planos são aplicados de modo geral a todos os atletas e depois conforme o feedback evolução ou regressão é que se deve adaptar a cada atleta específico.
Pelo menos foi o que quis dizer de minha opinião no post anterior.
Sei que és totalmente a favor do Chad e do Trainerroad.
Tal como te mencionei, nem sou a favor nem contra. Apenas mencionei o que vai aparecendo pela net fora, de pessoal a se queimar todo com a intensidade dos planos, mesmo no mais "fácil".
E sabes perfeitamente que têm vindo a reduzir a intensidade nos planos...cada vez mais. E a essa "coisa"do adaptativo é resultado disso.
É um algoritmo que têm para aumentar e baixar a intensidade para o pessoal não se queimar.
Na nutrição dou-te razão claro...não comem nem bebem...levam com a visita do homem da marreta...quem nunca? :D:cool:
No fórum deles existe um tópico a falar nisso e os valores supostamente andam à volta de 90gr por hora de carbos. Até falam que existe equipas e pessoal a usar 100 e 120gr por hora já. E debatem o rácio de sacarose também. Pessoal a usar açúcar de mesa e xarope de ácer em água para beber durante os treinos. É o tópico: I love carbs.
 

Bruso

Well-Known Member
Sim o Jonathan no podcast fala muitas vez em mistura só de Malto e frutose. Que quando mais simples melhor para a digestão. Mas lá está como em tudo nesta matéria de treino e nutrição, não é para todos.

Não é bem dentro do assunto mas outro factor que é negligenciado muitas vezes no treino indoor é a temperatura. O Dan Bingham falou em detalhe sobre o assunto num podcast sobre o recorde da hora. A performance decresce imenso com o aumento da temperatura corporal
 
Top