Mulher atropelada por Johan Vansummeren paralisada o resto da vida

#1
The woman hit by Belgian cyclist Johan Vansummeren during the Tour of Flanders will be paralysed for life, her husband has revealed. Marie-Claire Moreels’ medical costs have reached 10,000 euros but the family is yet to receive any compensation as insurers cannot pay out until an ongoing criminal case is concluded. [...]
http://road.cc/content/news/136395-woman-hit-vansummeren-crash-paralysed-life

Para quem não viu o vídeo na altura:

[video=youtube;E8tBa4Uc5OA]https://www.youtube.com/watch?v=E8tBa4Uc5OA[/video]​

__

Na minha opinião os culpados são a mulher, pela irresponsabilidade de se ter colocado naquela ilha de tráfego, e da organização por não ter tido o cuidado de interditar a respectiva zona. Resta esperar para saber quem é que será responsabilizado.
 

Carolina

Well-Known Member
#3
provavelmente não vai haver responsabilização de ninguém.

lembro-me que o vansummeren a visitou no hospital 2 ou 3 dias depois e conversaram sem problemas.
 
#6
A organização da corrida é a única culpada, pois devia ter vedado aquele local. É mais do que sabido que rara é a rotunda que o pelotão contorna toda pelo mesmo lado.

Poderíamos atribuir algum grau de irresponsabilidade às pessoas que estavam naquele local, mas dada a provável falta de conhecimento da modalidade... podem ter aí a sua desculpa.
 
#7
A organização da corrida é a única culpada, pois devia ter vedado aquele local. É mais do que sabido que rara é a rotunda que o pelotão contorna toda pelo mesmo lado.

Poderíamos atribuir algum grau de irresponsabilidade às pessoas que estavam naquele local, mas dada a provável falta de conhecimento da modalidade... podem ter aí a sua desculpa.
estava desgraçada as organizações se tivessem que vedar 200km de extensão. é claro que aquela pessoa foi irresponsável por se ter colocado naquele local, certamente que o seguro da prova ou do corredor ou da equipa vai compensar a senhora e espero que sim mas a senhora não teve o devido cuidado.
 

Carolina

Well-Known Member
#8
falta de conhecimento da modalidade?!

na bélgica o desporto rei é o ciclismo...

não podes estar à espera que hajam policias ao longo de mais de 200 km de prova. mesmo que a ilha estivesse toda vedada de certeza que iriam haver pessoas lá dentro. além disso naquelas estradas existem imensas ilhas de transito, é difícil atribuir a culpa a alguém.
 

Bruso

Well-Known Member
#9
Ali a culpa não é de ninguém e ninguem vai ser responsavel. O marido da senhora diz que está à espera do relatório final do ministério publico e que só depois pode avançar para pedidos de indemnização. Mas não deverá ter muita sorte.
 
#10
não percebo porque não estava ali nenhum polícia a sinalizar a ilha com uma bandeira em movimento (como aliás é habitual nestas situações)... a culpa é da organização porque com um polícia ali ninguém lá se ia meter...

obviamente que não é necessário garantir policiamento em 200Km de prova uma vez que a mesma não decorre em toda a extensão ao mesmo tempo... á medida que a caravana passa o policiamento é reposicionado mais á frente, para isso é que eles tem motas...

mas isso obriga a um planeamento de segurança eficaz, que neste caso falhou...