Como treinar

marcos leal

Well-Known Member
Sim eu sei e tenho consciência disso.
Eu ja trabalho e sou licenciado mas nas horas fora do trabalho dedico e quero dedicar ao ciclismo e se possível aprender mais com quem sabe para evoluir mais e mais depressa.

bem, em principio com o teu background desportivo estas no ponto para focalizar nas especificidades da modalidade pois endurance deves ter aos pontapes.

assim sendo e' o que a malta ja' referiu aqui, ou 'es extremamente autodidata (tb depende muito a tua area de formacao) e consegues fazer tu proprio um plano te treino bem estruturado com toda a infomrmacao que anda nas internets desta vida ou entao investe num treinador. vais ver que evoluis mais depressa e a um patamar mais elevado.
 

NULL

Moderador
Staff member
Sim eu sei e tenho consciência disso.
Eu ja trabalho e sou licenciado mas nas horas fora do trabalho dedico e quero dedicar ao ciclismo e se possível aprender mais com quem sabe para evoluir mais e mais depressa.

@Renato, vou-te dizer uma coisa com toda a sinceridade, e que provavelmente vai contra a opinião de muitos aqui no fórum, se vais investir tanto tempo, esforço e sacrifício pessoal na modalidade, pondera ter um treinador. Pelo que já vi tu não tens conceitos básicos de treino, não tens noção do que deves fazer, e isso não se aprende num dia. Mesmo para quem percebe às vezes é difícil, quanto mais para quem não percebe.

@Negoci8er sim, seu sei que há excepções, mas não são regra. Há miúdos de 18 anos em Portugal a fazer 5.5w/kg ao ftp... Entrar com 22 anos na modalidade para dar cartas não é impossível, mas não é fácil...
 

Negoci8er

Well-Known Member

[USER=40663]@Negoci8er
sim, seu sei que há excepções, mas não são regra. Há miúdos de 18 anos em Portugal a fazer 5.5w/kg ao ftp... Entrar com 22 anos na modalidade para dar cartas não é impossível, mas não é fácil...

O sonho comanda a vida...
Costuma-se dizer que não há impossíveis. E os records são apenas passageiros até serem batidos...
Claro que ser ciclista é muito duro (e perigoso), e nem é dos desportos mais bem pagos...

Mas fazes bem em transmitir a realidade ao Renato.
 

pamoreira

Well-Known Member
@Renato, vou-te dizer uma coisa com toda a sinceridade, e que provavelmente vai contra a opinião de muitos aqui no fórum, se vais investir tanto tempo, esforço e sacrifício pessoal na modalidade, pondera ter um treinador. Pelo que já vi tu não tens conceitos básicos de treino, não tens noção do que deves fazer, e isso não se aprende num dia. Mesmo para quem percebe às vezes é difícil, quanto mais para quem não percebe.

@Negoci8er sim, seu sei que há excepções, mas não são regra. Há miúdos de 18 anos em Portugal a fazer 5.5w/kg ao ftp... Entrar com 22 anos na modalidade para dar cartas não é impossível, mas não é fácil...

É mesmo isto.

Se tens essas ambições todas, arranja um treinador. Investes alguns meses e dinheiro e pelo menos vais conseguir, da forma mais eficaz:

  • Saber em que nível estás - porque o treinador vai poder comparar-te de forma efetiva com outros atleta.
  • Ter um plano de treino/desenvolvimento adaptado a ti, e de forma a tirar o melhor partido do teu tempo e esforço.
  • Ter uma ideia, após uns meses, do teu potencial de progressão e se as metas/objetivos que idealizaste são realistas e/ou alcançáveis.
 

elchocollat

Well-Known Member
Só uma coisa:
Ter um treinador e não ter instrumentos, diria que não é fácil.
Ou seja, seria bom ter pelo menos PM. Não sei o que um treinador possa fazer sem ele. Treinar por RPE não faz sentido, nem por velocidades médias de voltas. Nem sensor de HR existe atualmente.

Acho que nem cadência.
 

pamoreira

Well-Known Member
Só uma coisa:
Ter um treinador e não ter instrumentos, diria que não é fácil.
Ou seja, seria bom ter pelo menos PM. Não sei o que um treinador possa fazer sem ele. Treinar por RPE não faz sentido, nem por velocidades médias de voltas. Nem sensor de HR existe atualmente.

Acho que nem cadência.

Eu até diria algo em sentido oposto - ter instrumentos e não ter treinador parece-me mais desadequado nesta primeira fase.

O treinador, como profissional da área, logo lhe dirá que ferramentas são necessárias para o treinar convenientemente.
 

pdvm

New Member
food for thoughts: para alguém completamente "novato" aos 22 mas que ao mesmo tempo tem ambições, sim talvez possa ser "tarde" para iniciar competição de estrada de forma "clássica" e ganhar o Tour.. mas hoje em dia há muitas outras abordagens válidas para amadores competitivos, não só os grandfondos, mas todo o tipo de eventos e desafios ( circuitos "crit", ultra-endurance, youtube, adventure, etc etc.. ).. depende dos interesses de cada um, mas nem tudo passa pelo world tour da UCI. Há uma serie no youtube NorCal Cycling "couch to crit" em que meteram um amador a competir em crits em poucos meses.. embora crits não sejam tão comuns em portugal pelo que percebi..
 

Bernalve

Well-Known Member
Os critérios são tipicamente provas onde qualquer ciclista em forma razoável consegue safar-se. Se tens a experiência em andar em grupo e já alguma base de treino podes experimentar. Cá temos mais os circuitos que podem ter algumas dificuldades como subidas e descidas curtas. São sempre provas mais explosivas e "loucas" onde o endurance não é tão necessário como os Granfondos ou provas com etapas em linha.
 

elchocollat

Well-Known Member
Uma coisa:
Essas provas são com estrada abertaba carros?
Às vezes a malta lá de fora mete vídeos de crits que fazem e aquilo está fechado ao trânsito.

Como é cá?
Ainda esta semana malta meter classificações de uma prova que houve no Alentejo, e penso que aquilo era amador.
Contudo, não percebi.
E não percebi também se era fechado ao trânsito, controlado com polícia ou se era "arriscado" ir naquela prova.
 

torui

Well-Known Member
Uma coisa:
Essas provas são com estrada abertaba carros?
Às vezes a malta lá de fora mete vídeos de crits que fazem e aquilo está fechado ao trânsito.

Como é cá?
Ainda esta semana malta meter classificações de uma prova que houve no Alentejo, e penso que aquilo era amador.
Contudo, não percebi.
E não percebi também se era fechado ao trânsito, controlado com polícia ou se era "arriscado" ir naquela prova.


Esta é prova que decorreu no fim de semana passado https://gpbaixoalentejo.pt/
 

Hugorgvteixeira

Well-Known Member
@Renato, vou-te dizer uma coisa com toda a sinceridade, e que provavelmente vai contra a opinião de muitos aqui no fórum, se vais investir tanto tempo, esforço e sacrifício pessoal na modalidade, pondera ter um treinador. Pelo que já vi tu não tens conceitos básicos de treino, não tens noção do que deves fazer, e isso não se aprende num dia. Mesmo para quem percebe às vezes é difícil, quanto mais para quem não percebe.

@Negoci8er sim, seu sei que há excepções, mas não são regra. Há miúdos de 18 anos em Portugal a fazer 5.5w/kg ao ftp... Entrar com 22 anos na modalidade para dar cartas não é impossível, mas não é fácil...
Plenamente de acordo com esta opinião,e tendo em conta o panorama em Portugal desejo que tenhas a consciência desde já que o ciclismo não paga contas e existe ai muito bom "profissional" a ganhar pouco mais que o ordenado mínimo e ainda tem de passar recibos verdes.......
 

bullspot

Well-Known Member
Uma coisa:
Essas provas são com estrada abertaba carros?
Às vezes a malta lá de fora mete vídeos de crits que fazem e aquilo está fechado ao trânsito.

Como é cá?
Ainda esta semana malta meter classificações de uma prova que houve no Alentejo, e penso que aquilo era amador.
Contudo, não percebi.
E não percebi também se era fechado ao trânsito, controlado com polícia ou se era "arriscado" ir naquela prova.
Das fotos que vi era estrada fechada e escolta policial.
 
Top