2013 - GIRO, TOUR e VUELTA...

pratoni

Well-Known Member
não quero mais tarde ter que engolir estas palavras, mas até apostava que o cadel evans é limpo...

Daí falhar (quase) sempre...
 

trepadores da Figueira

Well-Known Member
não quero mais tarde ter que engolir estas palavras, mas até apostava que o cadel evans é limpo...

Daí falhar (quase) sempre...


_____________________________________ // __________________________________________



Está é uma questão que eu muitas vezes ponho a mim próprio o porque de o Cadel Evans falhar tantas vezes ( pois é tristes ver um ciclista como ele quando a coisas começam a ser de mais tanto em kms como é subidas umas atrás das outras ele ficar para traz )

Será que ele não vala de nada e os outro é que são supres bons !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 

MFMS

New Member
não quero mais tarde ter que engolir estas palavras, mas até apostava que o cadel evans é limpo...

Daí falhar (quase) sempre...

Olhando para a classificação do Tour de 2005:

1. Lance Armstrong
2. Ivan Basso
3. Jan Ullrich
4. Francisco Mancebo
5. Alexandre Vinokourov
6. Levi Leipheimer
7. Michael Rasmussen
8. Cadel Evans
9. Floyd Landis
10. Oscar Pereiro
11. Christophe Moreau
12. Yaroslav Popovych
13. Eddy Mazzoleni
14. George Hincapie
15. Haimar Zubeldia

Daqui mais de 80 % testou positivo, ficava surpreendido ver um atleta limpo no top 10 quando toda a gente estava carregada de "suplementos"...por isso não meto as mãos no fogo por Cadel Evans.
 

Pulga

Active Member
Anda tudo a dizer que correu dopado,agora é o prato de cada dia..

Admitirem que andaram dopados.. Sem doping nao conseguem ganhar nada o problema é que uns dao muito nas vistas outros nem por isso,mas nao deixam de recorrer ao doping
 

MFMS

New Member
Algumas das suas seis camisolas verdes da competição francesa foram ganhas durante o período Lance Armstrong, o homem que inventou o maior esquema de doping do mundo : Lol

Quem vier atrás...que feche a porta!
 

Karmetic

New Member
Fds tanta conversa sobre esta ***** do Doping, penso que todos gostamos de ciclismo nao de doping mas nas ultimas 20 paginas quase so se fala de doping e muito pouco sobre ciclismo.
 

20fps

Member
É evidente que andava, e anda, tudo aditivado.

Para mim, ciclista que não seja apanhado na prova está limpo. Azar. Melhorem os controlos. Agora punir/julgar anos depois é uma vergonha.

Coisas como dizer que o nome de um ciclista "devia ser apagado da história do ciclismo" foram outra vergonha!

E o ciclismo esta a pagar todos os dias esta trapalhada, as pessoas não são estúpidas.

Quiseram linchar o Lance e fazer disso exemplo, mas vai sair furado.
 

RSilva

Well-Known Member
Para mim, ciclista que não seja apanhado na prova está limpo. Azar. Melhorem os controlos. Agora punir/julgar anos depois é uma vergonha.

no fundo o que estás a defender é o uso de substâncias proibidas e toda a máquina farmaceutica que as produz de forma a estar sempre à frente dos controlos...

em última análise esta é a tua visão de anti-doping, se não for apanhado não existe!

felizmente que esta não foi a opinião dos patrocinadores de Armstrong, da Rabobank, Liberty, etc... etc...
 

MFMS

New Member
"O antigo ciclista alemão Jan Ullrich, segundo classificado da Volta a França em quatro ocasiões, pediu esta quarta-feira numa entrevista à revista "Sport-Bild" que os títulos retirados ao norte-americano Lance Armstrong lhe fossem devolvidos.

"Se dependesse de mim, devolveria as vitórias no Tour ao Armstrong", disse aquele que foi o grande rival do norte-americano durante o seu domínio na prova francesa.

O alemão, que não voltou a correr desde que o seu nome foi implicado na Operación Puerto, um dos maiores escândalos de dopagem do ciclismo, garantiu que não tem qualquer intenção de ver o seu nome no lugar de vencedor.

"Não estou a reclamar nenhum dos triunfos dele. Só quero vitórias que foram obtidas na bicicleta. Não quero ganhar o que quer que seja por desclassificação de outros", confessou.

Jan Ullrich, que secundou Armstrong no pódio em 2000, 2001 e 2003, recordou que o seu colega na Telekom, Bjarne Riis, também reconheceu ter-se dopado para ganhar o Tour1996, no qual foi segundo classificado, mas não lhe viu o seu nome ser retirado do historial de vencedores.

"Bjarne Riis recuperou a sua vitória de 1996. Era assim que as coisas eram naquela altura. Não ajuda a ninguém ter linhas apagadas nos quadros de honra", defendeu o antigo ciclista, que na última semana viu o senado francês revelar que testou positivo por EPO no Tour1998.

Armstrong, de 41 anos, viu a organização da Volta a França apagá-lo dos registos e optar por não atribuir a ninguém as vitórias conquistadas pelo texano entre 1999 e 2005."
 

RSilva

Well-Known Member
os próprios ex-ciclistas percebem que retirar os títulos apenas a Armstrong é injusto...

mas com este discurso Ullrich também está a defender o seu Tour de France de 1997 :rolleyes:
 

Biafra

New Member
Nunca quiseram limpar o ciclismo,
Mas sim, aniquilar Armstrong.
No inicio parecia possivel,
Mas agora, parece me que se esta a voltar o feitiço contra o feiticeiro.
Porque Lance nao vez mais do que todos os outros fizeram, e que posso assim dizer, era o que todos nos pensávamos.
Por isso, o tratamento tem que ser igual para todos.
 

rjferraz

Member
Nunca quiseram limpar o ciclismo,
Mas sim, aniquilar Armstrong.
No inicio parecia possivel,
Mas agora, parece me que se esta a voltar o feitiço contra o feiticeiro.
Porque Lance nao vez mais do que todos os outros fizeram, e que posso assim dizer, era o que todos nos pensávamos.
Por isso, o tratamento tem que ser igual para todos.
Subscrevo, mas nunca será, pois como bem disseste, o único objectivo foi fritar o Lance. Acho que ficou a emenda pior que o soneto...somente estão a criar um mártir, já que a impunidade escandalosa permanece no passado e presente. Que triste, nem os ciclistas aceitam ganhar títulos dessa maneira.
 
Top