Yorkshire 2019 UCI Road World Championships

Bruso

Well-Known Member
Pelas imagens do video em cima...... fez draft atras dos carros para recuperar a posiçao para o pelotao, dp de ter caido qdo ainda faltavam mais de 124km pro fim.....
Caiu, deslocou o ombro, meteu o ombro de volta no lugar, teve problemas mecânicos com a bike e depois teve de perseguir. A própria UCI admitiu que ele esteve entre 30se LG a 1min atrás de um carro.
Trabalho que nem um cão na perseguição final e depois ganha o sprint partindo da posição mais desfavorável para um sprint.
Se ele atingiu velocidades fora do normal foi no sprint final onde não deu hipóteses a ninguém.

Decisão ridícula da UCI. Menos de 1min atrás de um carro?! Absurdo.
E ainda por cima só tomaram a decisão 1h depois de acabarem.
A Sunweb e os agentes do miudo já disseram que vão investigar o que podem fazer porque não consideram justo. Ainda vai correr muita tinta.
 
Digam o que disserem nunca terá sido uma decisão fácil e as partes envolvidas foram ouvidas antes da decisão ter sido tomada.
Acham que é fácil para um comissário chegar ao pé de um jovem atleta que sofreu a bom sofrer e dizer-lhe que aquele esforço foi em vão? Só se não tiver coração...

Agora imaginem esta situação: um português a ficar em segundo lugar atrás do holandês e as medalhas a serem distribuídas. No dia seguinte apareciam estas imagens a público, aposto que a maior parte daqueles que dizem que esta decisão foi ridícula ficavam logo indignados por a UCI não ter desclassificado o holandês.
 
Estive a ouvir uma comissária portuguesa que estava a comentar a prova feminina hoje e ela disse que há alguns casos onde o draft atrás dos carros é "tolerado" (desde que não seja durante longos períodos de tempo claro) como por exemplo os ciclistas irem avançando na caravana de carro em carro, isto porque os carros vão à velocidade do pelotão que vai à frente. O problema está quando os ciclistas se resguardam atrás dos carros que vão a ultrapassar a caravana ou como neste caso em que o carro não vai em caravana e vai claramente a ajudar o ciclista a reentrar no pelotão.
 
Obviamente que as regras sao para cumprir... o probelma é que mtas vezes essas regras sao cumpridas em modo lotaria...e neste caso a lotaria é ter a sorte ou azar de ter uma camera a apontar para um ciclista... uns safam-se outros nao... e é principalmente isso que obviamente é o mais frustrante"
 

Carolina

Well-Known Member
Esteve 2 minutos atrás do carro e aparentemente terá ido a mais de 100 km/h.
Deve haver algum bom senso, mas isto também foi abusar.

A UCI falha ao tomar uma decisão muito tardia. Isto aconteceu a mais de 120 kms da meta...

De resto, ouvir o treinador dizer que não conhecia as regras é daquelas coisas que uma pessoa nem sabe se deve rir ou chorar.
 
Obviamente que as regras sao para cumprir... o probelma é que mtas vezes essas regras sao cumpridas em modo lotaria...e neste caso a lotaria é ter a sorte ou azar de ter uma camera a apontar para um ciclista... uns safam-se outros nao... e é principalmente isso que obviamente é o mais frustrante"
É impossível controlar tudo e todos a toda a hora, mas se forem apanhados a quebrar as regras têm que ser penalizados.
 
isto não se faz, quando o que aconteceu foi a 120km da meta. se as filmagens apareceram, elas já existiam, agora 120 km depois??? nenhuma equipa de futebol perde o jogo depois do apito final, se mostrarem imagens que o golo da vitoria foi com a mão. ou é na altura, ou então esquece. isto é ridiculo, e só aconteceu porque o ingles assim ganhou uma medalha. a UCI, FIFA, UEFA, etc etc, são organizações corruptas, alias, como toda a sociedade se vai tornando a pouco e pouco. venha de la esse meteorito acabar com isto e começar uma nova era do principio. este mundo está podre
 
Boas
Concordo. Mas não foi o que aconteceu na vuelta. As regras têm de ser iguais para todos.
"E de preferência que não dê aso a interpretações, regras claras"
Se os atletas não concordam com as regras que peçam para as mudar, eles nem são obrigado a ir aos campeonatos do mundo, não venha é depois dizer que as regras estão mal

Estas coisas não têm nada de moral, se não ganhava o mais esforçado e não o primeiro a chegar, ou o que chegava mais aleijado, ou outra coisa qualquer

Quanto a bola que nem é chamada para aqui, eu sou dos que acha deviam de ser bem castigados e penalizados com derrota quando metem o golo com a mão, não venham com historias que se vê bem quando a coisa é intencional e quando fazem teatro, simulam, sim mesmo depois do jogo acabar, até acho que o cronometro devia de parar cada vez que a bola anda fora do jogo ou o jogo parado, até acho outras coisas mas........ bem, esqueçam, a bola é uma coisa um tanto ou quanto esquisita sem muita lógica por vezes
 
nenhuma equipa de futebol perde o jogo depois do apito final, se mostrarem imagens que o golo da vitoria foi com a mão. ou é na altura, ou então esquece.
Compreendo que estejas indignado, mas isto foi uma prova de ciclismo e não um jogo de futebol, logo esse argumento é inválido para este caso. Não há aqui nenhum árbitro a apitar o final da volta, e se vamos comparar alhos com bugalhos então o Armstrong devia ter ficado com os 7 Tour porque a Argentina também ficou com o campeonato do mundo da "Mão de Deus" do Maradona.
 
As regras são iguais para todos, o "problema" é a interpretação das mesmas. É assim na Justiça: as mesmas leis, diferentes tribunais (juízes), diferentes decisões.
Os comissários andam a dormir? Montes de motas e carros de um lado para o outro e nenhum comissário? ... se calhar viram e olharam para o lado a espera que ninguém se queixa-se. É altamente penalizador. No máximo se não sancionarem na altura no final deve haver só uma coima.

Também confesso que andar à lotaria de ter imagens para penalizar os atletas é altamente injusto. Estamos perante uma decisão de caris jornalístico. Onde na regie se manda marcar os atletas para sancionar.

Deixa-te estar com o holandês carai!!! E ele atletas ver outras mais 10 imagens iguais
 
Não conheço as regras o suficiente para dizer que o ciclista pode ser expulso durante a corrida caso a infração seja presenciada pelas imagens televisivas mas não por um comissário in loco.

Há uns anos atrás quando o Nibali foi expulso da Vuelta por causa da "sticky bottle", foi durante a etapa ou só no fim? Sinceramente não me recordo.