Só me vi no chão - Tópico de quedas

#1
Resolvi abrir este tópico, porque recentemente tive um acidente, que me fez questionar algumas situações. Resumidamente, depois de uma revisão após 2500Km, os travões (disco, em bicicleta de BTT) ficaram muito mais sensíveis, do que quando a comprei nova. Numa descida ao dar um toque (sem muita intensidade) no travão da frente fui projetado para a frente da bicicleta. Embora não me tivesse aleijado muito devido ás luvas e ao corta vento (escoriações na mão e cotovelo), o impacto no alcatrão foi brutal e podia ter consequências graves. Embora goste de andar de bicicleta, interrogo-me das implicações que pode haver, para quem tem outras obrigações, e é apenas um hobby. Já vos aconteceu algo semelhante. Como é que reagiram?
 

Pires

Well-Known Member
#2
Trocaste as pastilhas dos travões nessa revisão?
Todo e qualquer tipo de desporto envolve certos riscos para o físico, no ciclismo e no btt as quedas são uma realidade, mais constante no btt. Tudo depende da intensidade das voltas.
Acho que a maioria dos bttistas já mandou um tralho... é sacudir o pó/lama e seguir para o trilho!
 
#3
Sim, eles trocaram as pastilhas. Embora tenha bicicleta de BTT, só ando em estrada. Mas queda é queda, embora pense que no alcatrão é mais abrasivo
 

Bipbip

Well-Known Member
#4
Meu caro espero que tenha sido só pintura, mas faz parte, as duas rodas so tem duas posicoes....em pe ou no chão.
A pouca experiência que tenho de btt nunca me deixaram mazelas de maior....em estrada....bem ..... diria que nunca ganharia o concurso da pele perfeita...abraço e continua ate a próxima.
 

Pires

Well-Known Member
#5
É possível que te tenham trocado o tipo de composto das pastilhas, e não estivesses habituado a esse tipo de travagem, ou então foi só pelo simples facto de as pastilhas como são novas travam mais "cedo" porque estão mais perto do disco.
Claro que uma queda em alcatrão é muito pior que uma queda na terra/lama, para além do factor "abrasão" como lhe chamas, o facto de o alcatrão ser muito mais duro, pode causar fraturas/fissuras muito mais facilmente.
Já dei algumas quedas no mato na btt e apenas caí uma vez no alcatrão (curiosamente na bicicleta de btt também, numa transição alcatrão/terra batida a mais de 30km/h) e da vez que cai no alcatrão fui com as mãos à frente e acabei por ficar com o polegar e pulso da mão direita mal tratados... como ainda estava quente acabei a prova com alguma dificuldade em meter/tirar mudanças, mas foi brincadeira para me deixar com queixas durante mais de 6 meses até recuperar completamente.
Nunca participei em nenhuma prova de estrada e vou-me estrear este ano com o Granfondo da Arrábida, e o meu medo principal é mesmo esse.. as quedas. Espero que não me aconteça nada, mas sei perfeitamente que tanta gente junta aumenta imenso o risco de toques e quedas. É ir com os sentidos bem aguçados e não arriscar demasiado.
 

FSilva

Moderador
Staff member
#6
Como se diz, cair faz parte :p desde que não haja lesões graves ou impedimentos para a tua vida pessoal e profissional tudo bem, uma queda é só mais uma historia

Felizmente em todos estes anos que já pedalo 0 quedas e espero assim continuar.
 

Bipbip

Well-Known Member
#8
Arrábida, e o meu medo principal é mesmo esse.. as quedas. Espero que não me aconteça nada, mas sei perfeitamente que tanta gente junta aumenta imenso o risco de toques e quedas

Pires normalmente os primeiros kms sao os mais perigosos, muito nervosismo, alguns à procura do seu espaço e da sua roda, muita inexperiência, demasiado uso do travão ....e por vezes ...tapete.
Depois começa a seleção e normalmente os menos inexperientes ficam no ultimo terço do pelotao e nas alas(bermas)....cuidado a descer que existem autênticos kamikazes....
Diria que tens que estar descontraido mas atento e lembra-te tens muitos kms pela frente....diverte-te e aproveita.
 

joseruivo

Well-Known Member
#9
Na estrada ainda estou por provar o alcatrão, mas quando pego na BTT é certo que vou ao chão. Parece destino.
Somos almas gémeas então! A última vez foi no Milharado, cai de rabo sobre uns arbustos, num declive, com as pernas para cima; se não me tivessem dado a mão para sair de lá não sei como seria :-( Já agora, também não consegues fixar os trilhos mesmo que lá passes uma dúzia de vezes?
 

Pires

Well-Known Member
#10
Pires normalmente os primeiros kms sao os mais perigosos, muito nervosismo, alguns à procura do seu espaço e da sua roda, muita inexperiência, demasiado uso do travão ....e por vezes ...tapete.
Depois começa a seleção e normalmente os menos inexperientes ficam no ultimo terço do pelotao e nas alas(bermas)....cuidado a descer que existem autênticos kamikazes....
Diria que tens que estar descontraido mas atento e lembra-te tens muitos kms pela frente....diverte-te e aproveita.
Exacto, nas provas de btt que participo os kilometros iniciais também são os de maior risco, há sempre malta que está à frente mas tem andamentos inferiores e malta que vem de trás a tentar furar para se chegar à frente.
Pelo que fui lendo vou optar por me manter ao meio da estrada no início (se conseguir) e manter um ritmo bom até à primeira subida, acredito que as subidas é que vão determinar os "grupos" que se formam. Tenho que me portar bem para chegar ao fim inteiro e junto do meu colega da dupla!
 

jlr

Well-Known Member
#11
Somos almas gémeas então! A última vez foi no Milharado, cai de rabo sobre uns arbustos, num declive, com as pernas para cima; se não me tivessem dado a mão para sair de lá não sei como seria :-( Já agora, também não consegues fixar os trilhos mesmo que lá passes uma dúzia de vezes?
Não costumo passar assim tantas vezes no mesmo sítio :D estrada é a minha variante principal do ciclismo

Exacto, nas provas de btt que participo os kilometros iniciais também são os de maior risco, há sempre malta que está à frente mas tem andamentos inferiores e malta que vem de trás a tentar furar para se chegar à frente.
Pelo que fui lendo vou optar por me manter ao meio da estrada no início (se conseguir) e manter um ritmo bom até à primeira subida, acredito que as subidas é que vão determinar os "grupos" que se formam. Tenho que me portar bem para chegar ao fim inteiro e junto do meu colega da dupla!
Durante a etapa da Volta do ano passado, até cheirava a borracha queimada com tanta gente a fazer travagens à queima :cool:
 

cutkiller

Well-Known Member
#12
As quedas "fazem" parte de quem anda de bike!
Felizmente na de estrada nunca tive nenhuma queda digna de registo, já em BTT a coisa muda de figura.. Mas felizmente também têm sido quedas de cai... verifica se está tudo no sitio... sacode o pó e a lama e siga - ainda este fim de semana foi assim numa prova de BTT.
Só quando era puto é que tive estendido 21 dias na cama de uma hospital com o baço perfurado :D

Mas no resto dos desportos o risco também está lá... Quando jogava à bola, andei 3 meses com uns ligamentos lixados... Por isso!

Acho que só no berlinde é que não corres grandes riscos, a não ser mandar com a unha numa pedra :D :D :D
 

cconst

Well-Known Member
#16
"só me vi no chão" e olhei à volta e exclamei: "Ehhhhhh! Estou na Serra D'Aire!!!!". A seguir do vejo o meu irmão a olhar para mim com um ar perplexo e a perguntar se eu estava bem.

Até hoje não sei como caí. Não sei porquê. Não me lembro dos instantes iniciais. Sei que o capacete cumpriu a sua função tendo ido para o lixo assim que cheguei a casa. Foi há uns 6 anos.
 

bogas

Well-Known Member
#18
Bogas e cou7inho, espero que não se tenham aleijado. Não há dúvida que é uma sensação estranha. As minhas marcas nas mãos e cotovelo estão a desaparecer.
Continuação de boas pedaladas
a bike não teve um único arranhão ;)
já eu não posso dizer o mesmo lol
 

cou7inho

Well-Known Member
#19
Bogas e cou7inho, espero que não se tenham aleijado. Não há dúvida que é uma sensação estranha. As minhas marcas nas mãos e cotovelo estão a desaparecer.
Continuação de boas pedaladas
Espero daqui a uma semana já estar em cima do selim outra vez :D
a bike não teve um único arranhão ;)
Eu e que fiquei mais raspado :D tenho de passar lixa para ver se a pele fica mais homogênea ahaha
já eu não posso dizer o mesmo lol
Grande sorte Assim que me consegui levantar fui logo fazer uma inspeção mas fiquei com a manete do travão bem raspada e o selim com um rasgo. Nada de maior. Felizmente o quadro ficou só com um mini risco.