Provas/Granfondos Amadoras Estrada 2020

jpacheco

Well-Known Member
#41
Para atletas federados que querem competir nas provas organizadas pela Federação sim.

Os granfondos só precisas de ter a licença Ciclismo para Todos que até agora não era exigivel nada disso.
 
#44
Vim só cá para deixar o meu contributo sobre o assunto dos Granfondos.

Já participei em 3, Arrábida (2015), Lisboa (2019) e Melgaço (2019).

Melgaço para mim foi a melhor, embora o Arrábida 2015 tenha sido muito bom também.

Para mim é uma oportunidade única para poder andar mais à vontade nas estradas e no caso de Melgaço para conhecer uma região lindissima.

Agora, o pessoal gosta de um bons mimos e digo-vos que ir a uma prova,pagar 35 euros e receber um jersey, almoço, garrafa de alvarinho e depois o pessoal fica mal habituado, ahahhahahaaha.

Agora mais a serio, eu vou, essencialmente pelo convivio e pelo desafio :) Se assim não fosse, o meu evento favorito não seria o Troia - Sagres ;)
 

DMA

Well-Known Member
#56
Eu penso que é bom haverem vários. Eu sou de acordo que hajam destes eventos :)
O que ne parece que existe é a facilidade com que se chama um passeio de granfondo. Chamem-lhe passeio cicloturistico, ou grande passeio cicloturistico.

Mas eu percebo, porque quem fica abaixo de um grande evento chamar-lhe-á granfondo também para ver se chama mais pessoal.

Em relação à polícia :
Claro que não dá para fechar a estrada toda. Mas haver mais policiamento. Investir bastante nisso por forma a que todos se sintam em segurança, caso contrário só quem vai ma frente é que está mais "protegido"

Ah e acrescento ao granfondo a sério:
Várias ambulâncias dispersas. Não esquecer que estamos na estrada.
Não sei se sou demasiado exigente, mas vejo assim...
A questão do policiamento e restrições ao trafego ficava "facilitada" havendo tempo de corte ao km x, y, z. Mas aí já sabemos que seria mau para as receitas, logo é um pau de dois bicos.
A coisa também melhorava (em termos de confusão) se apenas houvesse o pelotão do GF real e não dos MF ou provas de ainda menor quilometragem. Mas novamente há o conflito com a questão de angariar receitas. Poderiam compensar com inscrições mais caras, mas quase de certeza que o pessoal ia fazer um barulho do caraças :p
Eu sinceramente preferia pagar mais por uma prova com estradas mais controladas e um pelotão de menor dimensão e mais experiente.
Mas é claro que há lugar para a tipologia actual. Tanto assim o é, que os eventos nos moldes actuais são um sucesso.

Eu cá sou da opinião que se banalizou muito este tipo de eventos por culpa das outras distâncias que se lhe juntaram (Mini e Médio), se fosse só com distância superior a 150Km tornavam-se mais desafiantes e carismáticos e realmente Granfondos.
Só depois de enviar o meu post é que vi o teu. Parece que não sou o único :cool:
 
#57