Opinião sobre bicicleta BTT

Status
Not open for further replies.
#1
Quando adolescente, nos anos 90, pratiquei BTT (cross country). Tive uma bicicleta com quadro em aço cromo-molibdénio de tamanho adequado, com mudanças de torcer no punho grip shift, que considerei bastante e cómoda mesmo em condições agrestes, uma Wheeler 2880. Em 2011 decidi voltar a pedalar, agora mais em prol da saúde, e para isso adquiri uma bicicleta nova, uma Scott Aspect 20. Acontece que, passado este tempo, nunca me adaptei à nova escolha e duvido que o problema seja só meu, do meu corpo - mais velho agora e pouco exercitado - ou também do material. O problema está na rigidez da bicicleta e dores em algumas articulações, em especial nos pulsos. O quadro, em alumínio, parece excessivamente rígido assim como o guiador, particularmente. Quanto ao guiador já experimentei mudar de ângulo em mais do que uma posição e nada feito, o incómodo nos pulsos continua sempre - a única situação e desporto em que me doem os pulsos. O quadro no geral também o acho rígido, como disse. A bicicleta está com muito pouco uso devido a estes constrangimentos: não sei se trocar de bicicleta ou pelo menos de guiador resolve o problema, pois, como disse, ela é rígida em geral. Será que uma nova bicicleta (sem ser alumínio provavelmente) proporcionará uma experiência diferente e melhor para pedalar...? Agradecia alguma dica sobre este assunto. Além disso, a Scott não tem grip shift e eu preferia voltar a esse sistema de mudanças. Adquiri o tamanho L, pois tenho 1,82cm de altura no entanto mesmo assim o quadro parece um pouco grande... Alguma sugestão em relação a tamanhos? No verão passado resolvi pedalar um pouco à beira-mar e nos dias subsequentes os travões da bicicleta começaram a fazer um barulho insuportável devido à oxidação marítima por serem de disco. Qual é a solução? Manutenção? Ou tem de se usar travões hidráulicos por exemplo?
Qualquer ajuda seria bem-vinda para dissipar estas dúvidas sobre BTTs.

Grato. M. P.
 
Status
Not open for further replies.