Mudança de cassette ou pedaleira para obter demultiplicação mais leve?

NULL

Moderador
Staff member
#41
Também com o Mingos metido ao barulho do que é que estavas à espera? :p
Mas isso é um cenário bastante específico e que muita gente não irá encontrar. Mas é claro que para outras pessoas já será importante até porque por exemplo raramente façam voltas com mais de 1500m de acumulado e sem grandes paredes. Aí a pessoa até pode pensar numa 53/39
Falei na descida das Cerdeirinhas porque da última vez que passei por lá também fazia falta um bocadinho mais de desmultiplicação...
Sim, depende de vários fatores. E mais, não há a perfeição, há porventura a relação mais equilibrada para cada pessoa. Eu nessa volta fez-me falta um 53, mas, logo à frente, quando cheguei à subida do Extremo a Padroso, já me deu muito jeito ter 36 e não 39! :D Quando entrei na subida já ia bem amassado...
 

DMA

Well-Known Member
#42
Vai de encontro ao que estava a dizer ... vais numa volta calma, com um grupo calmo e chegas ao Extremo com 50km nas pernas ... sobes com prato 36 e pinhão 28 numa boa. Chegas ao Extremo depois de passar na Danaia ou em Arga, com um grupo que foi a queimar, que não para para o café, com mais de 3h nas canetas e a coisa já é diferente. E no entanto é exactamente a mesma subida ...

Mas depois há subidas como a que referi no “primeiro” post ... se vais a 300W e vais abaixo das 60 rpm aí nitidamente a transmissão pode ser optimizada ... já não é uma mera questão de chegar lá sem forças e justo.
 
#43
Assim do tipo ... descer do topo das Cerdeirinhas para Braga :D
Neste momento descer esta estrada é sempre a travar atrás dos milhentos carros que entopem o caminho. Quase dá mais gosto subi-la para nos vingarmos do tempo que nos fizeram perder na descida! :)

Aliás, até fins de Setembro não passo mais ali a não ser que seja de manhã muito cedo. Prefiro ir em frente direcção Montalegre / Chaves. Muitíssimo menos transito!
 

DMA

Well-Known Member
#44
Do que me lembro (porque só fiz 1 vez) a estrada para Montalegre é porreira. Mas já há uns anos que durante Julho e Agosto evito o máximo possível a estrada. Ando pontualmente mas mais em zonas em que sei que há pouco ou quase nenhum trânsito. Rolo em BTT por estradões e estradas mais escondidas ou faço indolor. Apanhava cagaços praticamente em todas as saídas e sinceramente a situação fazia-me muita confusão.
 
#45
Bom dia

sou novo por aqui,não sei se estou no sítio certo.
Se não estiver desde já minhas desculpas!
Tenho uma bicicleta de estrada BH com alguns anos,quero trocar a cassete e corrente são campagnolo cassete de 9v (12 25) minha questão é posso meter uma cassete de 9v mas tipo 11 32 ou coisa parecida??
Obrigado
 
#47
Bom dia

sou novo por aqui,não sei se estou no sítio certo.
Se não estiver desde já minhas desculpas!
Tenho uma bicicleta de estrada BH com alguns anos,quero trocar a cassete e corrente são campagnolo cassete de 9v (12 25) minha questão é posso meter uma cassete de 9v mas tipo 11 32 ou coisa parecida??
Obrigado
Provavelmente deves de ter o desviador Campagnolo normal. Por experiência própria, máximo é 11-29, mais que isto tens de trocar o desviador por um mais comprido, ou comprares um extensor de desviador.
 
#48
Pois estava a esquecer o desviador,para ser sincero inda não me fez muito falta uma mais leve mas sim mais pesadas ,a subir tem chegado bem memo a descer mas já me fez falta uma mais pesada !
Senão meto igual,só estou a perguntar porque se vou mudar ao dar mudava com mais uns dentes!!!
 

joseruivo

Well-Known Member
#55
Mas a cassete podes mudar, para mais pesado é que é difícil, por isso o meu comentário dos pratos
Não existe cassete 11-25 de 9v para Campagnolo? Ac
Pois estava a esquecer o desviador,para ser sincero inda não me fez muito falta uma mais leve mas sim mais pesadas ,a subir tem chegado bem memo a descer mas já me fez falta uma mais pesada !
Senão meto igual,só estou a perguntar porque se vou mudar ao dar mudava com mais uns dentes!!!
Parece-me que estás a ver a coisa ao contrário... Se tens cassete 12-25 e queres mudanças mais pesadas, não queres carretos com mais de 25 dentes, o que queres é um carreto com menos de 12, por exemplo uma cassete 11-25
 
#57
A única parte que não percebi, é qual a vantagem de 1 dente?
E se vais trocar cassete e corrente, espero que não tenha muito desgaste, se não tens mesmo de trocar os pratos, a causa é a corrente não casar bem com pratos com algum desgaste ou demora muitos quilómetros até haver casamento


Claro que eu não fui pesquisar se existe cassete com os 11 dentes, parto do principio que ninguém vem perguntar se dá algo que não exista, para isso pergunta se existe cassete com 11 dentes ou menos que é o objectivo

Já eu sou ao contrario, ainda no domingo me lembrei dos 30, dos 32, dos 34, etc e tal, e nada, só 28