Desafio Audace FPCUB "Volta ao Algarve" - 10 e 11 de Junho.

#41
Figueiredo, esta descansaco já falei com a FPCUB. eles disseram que iam alterar.Não deixas passar nada, já estava a ficar todo contente. podes começar no audace da Idanha que ainda me passas no ranking.
 
#42
;);) Não é que tenha grande importância, nem pelo facto de seres tu mas já que existe uma pontuação pelo menos que tenha o minimo de veracidade, quem me garante agora que não existem mais casos...
O Helder que se ponha a pau senão não leva a taça no final do ano, agora só restam 3 adversários directos por uma questão de orgulho temos que arranjar maneira do "empenado" do Helder ficar com o caneco:p:p
 
#44
As classificações no Blog da FPCUB do modo como são apresentadas é uma autêntica confusão,
As únicas que têm algum jeito é a classificação Geral .
Sou o 4 a chegar no 2 dia de Audace
-----------------------------------------------------km / part / pc / cheg / tempo
162 // 23998 Nuno Miguel Gonsalves Pedro >>175 8:00 10:55 13:50 5:50

164 // 4627 Frederico Teixeira Teodóro Manuel >>175 8:00 10:55 13:50 5:50

284 // 20943 Nuno Rodrigo Marques Cruz >>175 8:00 10:51 13:50 5:50

293 // 26577 Carlos Manuel da Silva Franco >>175 8:00 10:51 14:20 6:20

Também reparei que há erros na 2 etapa mas com pouca gravidade mas há que levar as coisas a sérios pois quem faz estas etapas depois vê se falas, é um pouco desapontante.
Estava com ideia de ir fazer o próximo mas o trabalho não me vai permitir.
 
#45
Carlos,

Se quiseres vir ca acima fazer um Audace no principio de Outubro tens o da Ericeira que também não fica aqui muito longe de casa, se o problema for companhia não deves ter problema para alem de mim já conheces o Helder, o Eduardo, o Hugo e penso que a Malta esta com ideia de o fazer também...

Abraco
 
#46
Ok Figueiredo o convite fica feito vou ver qual será o meu horário nessa altura,
Pode ser que faça esse ai de cima também, pois o próximo estou a trabalhar e não dá mesmo.

Ver se eles da FPCUB fazem uma melhor divulgação a nível cartaz nos pontos mais apropriados para estas situações por exemplo lojas de bikes e oficinas e afins.


Pois tenho a convicção que se tivesse feito alguma divulgação nas lojas da especialidade da região Algarvia, a afluência de participantes algarvios seria muito maior.
 
#47
A malta tá toda convidada a aparecer nos restantes Audaces.
Pena é que este ano ainda não haja nenhum acima de Coimbra, o mais a Norte é o que será feito na Covilhã com a subida à Serra da Estrela.

Para quem teve o privilégio de até à data ter efectuado todos os Audaces, tenho-vos a dizer que a organização é a do mais amador possível e resulta da carolice de 2 colegas nossos amantes das 2 rodas, tal como nós: O Leonel Mendonça e o Rui Frazão.
Eles nem sequer pertencem à FPCUB (Federação Portuguesa de Ciclismo e Utilizadores de Bicicleta), que apenas "dá" o nome para se suportar de alguma credibilidade.
Digo-vos que quem quiser ir vai, apenas quem quizer tempos tem de estar filiado na FPCUB, mas paga-se zero euros em cada participação, é pura carolice e que custa muitas horas a esses 2 colegas, que também pedalam quando conseguem, pois lembro.me no 2º dia do Audace de Estremoz, quem teve de guiar a carrinha para o controle horário, distribuir fruta e água, foi o Leonel Mendonça, que bem que gostaria de vir a pedalar e que teve de abdicar para "ajudar" o evento a prosseguir.
Portanto, não querendo ser falso moralista, defensor da pátria, ou advogado do diabo, tiro o chapéu a quem por amor à camisola faz isto para que muitas pessoas pedalem num conceito acima do vulgar cicloturismo.
Se podia ter mais visibilidade e publicidade? Se calhar podia, mas sem dinheiro, quem o faz? E pergunto, quem tira tempo da sua vida particular para fazer isto em prole de muitos? E até 2010 o que é que havia? Cicloturismo e cicloturismo e quem quisesse mais que fosse correr para os Masters.

Em suma, esta é a minha muito singela opinião, que vale o que vale. Terei muita pena que este "projecto" morrer para o ano, mas efectivamente é preciso muito amor às duas rodas, para escolher datas, escolher percursos, fazer cartas de rota, contactar cafés e restaurantes, organizar dormidas em etapas de 2 dias, arranjar transporte para controle de tempos, organizar e publicar resultados e tudo apenas com um sorriso nos lábios.

Para mim levam com uma palavra: OBRIGADO
 
#49
e tudo apenas com um sorriso nos lábios...
Não leves a mal a minha pergunta não pondo sequer em questão o trabalho, esforço e dedicação da organização, mas tens a certeza que a FPCUB não entra com nada:confused::confused:
Olha que sou "gajo" para tirar isso a limpo... não deve ser muito dificil basta ir á Assembleia de aprovação de contas da FPCUB no final do ano e verificar se foi alguma verba destinada ao apoio aos Audaces!
 
#50
Figueiredo,
Claro que não te levo a mal, e nem sequer devia estar a responder a isso, pois estou a meter a foice em seara alheia.
No entanto, todos nós não somos crianças, e basta pensarmos nalgumas coisas para percebermos que custos existem sempre.
Pensa lá:
- Placas identificativas e individuais para colocar nas bicicletas;
- Àguas, frutas e barras (pelo menos as barras houve no de Estremoz);
- Sacos e folhas com itinerário disponibilizados no inicio de cada desafio;

Só isto tem os seus custos, onde se podem juntar outros que não sabemos (como gasóleo e afins).

Agora a carolice e o numero de horas gastas à volta disso, essas penso que são dadas de coração, e é disso que eu falei objectivamente, isto é, o trabalho feito por paixão às biclas e a este projecto.

Isto é a percepção que eu tenho, mas como já fui enganado duas vezes pelo Sócrates....tudo pode acontecer
 
#51
a carolice e o numero de horas gastas à volta disso, essas penso que são dadas de coração
Também partilho dessa percepção e por isso mesmo tenho divulgado os mesmos o mais que posso, no dia em que sentir o contrário logo se vê... tenho alguma pena da malta estar sempre a reclamar que os passeios de cicloturismo no nosso País não têm interesse e depois ao que parece também não aderem a este tipo de iniciativas inovadoras, estou a falar olhando ao número de participantes dos ultimos Audaces realizados fora de Lisboa.

Tenho a certeza que a FPCUB se pudesse acabava com os passeios de cicloturismo tradicionais e optava só por fazer Audaces pois eliminaria logo á partida o custo com policia e bombeiros, já para não falar nas autorizações necessárias para cortar as estradas, mas o que é certo é que os ditos passeios continuam a juntar 200, 300 ou 400 pessoas todas as semanas...
 
#52
Tenho a certeza que a FPCUB se pudesse acabava com os passeios de cicloturismo tradicionais e optava só por fazer Audaces pois eliminaria logo á partida o custo com policia e bombeiros, já para não falar nas autorizações necessárias para cortar as estradas, mas o que é certo é que os ditos passeios continuam a juntar 200, 300 ou 400 pessoas todas as semanas...
Sindrome da carneirada...
Aliás na minha opinião é "ciclismo de copo e bucha".
 
#53
Amigo J.P.

Sou carneiro com muito gosto se é assim que pensa... apesar de também gostar de fazer os Audaces.

Não é "Ciclismo de copo e bucha" mas sim PASSEIOS DE CICLOTURISMO com almoço no final para quem queira o que normalmente nem é o meu caso.

Boas Pedaladas!
 
#54
Figueiredo,
Não precisas de me tratar por você.
Não era minha intenção ofender-te. Se o fiz peço desde já desculpa.
A minha opinião vale o que vale...assim como a tua...
Se gostas de passeios de cicloturismo, óptimo vai e desfruta,
Tu tens a tua experiência nestes eventos e eu tenho a minha.
Acerca da parte gastronómica destes eventos poderia acrescentar mais umas coisinhas ao que disseste mas não pretendo alimentar polémicas.
Não tenho nada contra quem gosta e participa, mas também não vou mudar a minha opinião porque ficas-te desagradado com ela.
Um abraço e boas pedaladas nos passeios de cicloturismo...ou noutros
 
#55
Não tenho nada contra quem gosta e participa, mas também não vou mudar a minha opinião porque ficas-te desagradado com ela.
Como é obvio não sou ninguém para te pedir a ti ou quem quer que seja que mude a sua opinião, quem gosta frequenta quem não gosta pura e simplesmente têm bom remédio faz aquilo que lhe apetece, o que me "irritou" um pouco foi a forma como tu e alguns companheiros falam dos ditos passeios, criam um estigma como se aquilo fosse tudo malta desculpem a expressão de "garrafão" o que nem sempre corresponde á verdade... conheço muita malta que por lá anda fim de semana após fim de semana que ficavas surpreendido com algumas histórias de vida se lhes desses uma oportunidade.
O nome diz tudo são Passeios de Cicloturismo não têm nada a vêr com ciclismo quem quiser competir ou treinar têm outras alternativas... como por exemplo neste caso os Audaces os quais eu também aprecio.

Um abraço e pode ser que a oportunidade surja de trocarmos umas impressões pessoalmente desta vez na estrada e não no fórum:)
 
#56
Tudo bem Figueiredo, a falar é que a gente se entende:)
Não pretendo criar um estigma em redor desses eventos e claro que em todo o lado há malta de vários "tipos". Mas eu sei (e penso que tu também deves saber) que se fosse organizado um passeio de cicloturismo sem comes e bebes, nem 80% da malta que costuma ir aparecia. As bicicletas acabam por ser um pretexto (supostamente saudável) para as pessoas se encontrarem e conviverem. Isto pode ter o seu interesse na óptica do associativismo e do relacionamento interpessoal, mas no campo desportivo (no sentido mais amplo e abrangente do termo) deixa muito a desejar.
Abraço
 
#57
mas no campo desportivo (no sentido mais amplo e abrangente do termo) deixa muito a desejar.
Entendo o que queres dizer mas pensa assim o que para ti parece muito pouco para uma pessoa de mais idade fazer 60 ou 70Km a uma média de 22Km/hora por exemplo já pode ser um feito considerável, é uma forma de se manterem activos caso não existissem estes passeios o destino de muita gente que por lá anda seria o sedentarismo... sei do que falo o meu velhote está com 62 anos e por vezes faço um esforço para ir frequentando "alguns" destes convivios por isso mesmo, nem é pelo almoço pois por norma nunca almoçamos é pedalar vêr a malta amiga e vir embora!