UCI WorldTour & ProSeries 2022

qwerAC

Well-Known Member
Por acaso tenho sérias dúvidas que o pogacar destruísse o super TGV da sky/ineos dos tempos áureos do froome...

"Indurain, Pantani, Ullrich, Armstrong, Contador... só para falar de alguns que admirei, epá... levavam no bico deste miúdo..."

Não acho que isto seja muito comparável honestamente... São épocas tão diferentes no ciclismo que não creio que seja justo comparar...
Que me digam que todos eles andavam no limite ou para lá do limite eu aceito porque era prática habitual (infelizmente)...agora dizer que o indurain ou outro qualquer era descarregado pelo pogacar... Muito difícil a comparação a meu ver...

Épocas diferentes, equipamentos (bikes) diferentes, alimentação diferente, entre muitas outras coisas...

Um exemplo para rematar a questão... Alguém publicou recentemente no fórum os tempos da subida do mont ventoux...
Ruben guerreiro mais rápido que contador, froome, etc ...
E eu pergunto... Sim, e depois? Faz dele melhor trepador? Melhor ciclista? A meu ver não... Mas lá está, não é comparável porque são circunstâncias diferentes em cada caso, tal como é relativamente ao Armstrong, pantani, lemond, etc...face ao pogacar
Quanto a ser mais rápido que o Contador em 2009 tem muito que se lhe diga. O Rúben participou numa clássica enquanto os outros já levavam uma carrada de km nas pernas característico das grandes voltas.
Neste ano em específico de 2009, o Contador fez o Ventoux "em velocidade cruzeiro" visto que já tinha o tour no bolso e tratava-se da etapa 20. É muito difícil comparar tempos de subida ainds para mais por questões de vento que no Ventoux é sempre importante ter em conta.
 

Jazz

Well-Known Member
Sim, circunstâncias diferentes, é difícil comparar os tempos de subida em alturas diferentes.

Já subi o Ventoux. No dia anterior fiz a subida de carro e o vento era uma coisa louca. Os poucos que estavam a subir nesse dia iam bem mal. Saindo do carro, em qualquer ponto da subida, as rajadas eram impressionantes. E frio.


No dia seguinte fiz a subida de bicla, nem uma pinga de vento. Sol, bom tempo, maravilha.
 

EL PISTOLERO

Well-Known Member
Quanto a ser mais rápido que o Contador em 2009 tem muito que se lhe diga. O Rúben participou numa clássica enquanto os outros já levavam uma carrada de km nas pernas característico das grandes voltas.
Neste ano em específico de 2009, o Contador fez o Ventoux "em velocidade cruzeiro" visto que já tinha o tour no bolso e tratava-se da etapa 20. É muito difícil comparar tempos de subida ainds para mais por questões de vento que no Ventoux é sempre importante ter em conta.
Sim, isso que referiu é tudo verdade
É mais uma prova que não adianta andarmos com comparações entre este e aqueles... Quer seja no ventoux ou outra subida qualquer
Agora temos o pogacar e outros para apreciar e isso e que interessa
 

RSilva

Well-Known Member
Por acaso até é mesmo o "point"
Como se só o Armstrong se dopasse... Lol

Nos anos 70 e 80 era igual só que menos evoluído cientificamente, além do ciclismo ser totalmente diferente e menos especializado, daí o mercks ganhar em todo o tipo de provas também...
Não se trata de mais doping ou menos doping... Vamos assumir que todos os ciclistas se dopam, certo?

A questão central de quem fez o tal comentário no youtube prende-se com o facto de que desde Merckx não víamos um ciclista tão dominador em todos os terrenos (é este o ponto), e isso é verdade, Pogacar tanto ganha o Tour, como ganha uma Liège, como ganha uma Lombardia e discute taco a taco uma Flandres ou uma Sanremo, diz-me um ciclista desde Merckx/Hinault que tenha feito isto? eu digo-te, nenhum.

Portanto, Pogacar é o "melhor" ciclista desde Merckx ou Hinault? Sim, é (em termos potenciais) Aliás é o próprio Merckx que confirma ser o mais impressionante que viu desde os tempos dele. Pogacar veio trazer de novo ao ciclismo precisamente a não especialização dos anos 70/80 e portanto está numa categoria onde só ele cabe. É precisamente por isso que nem Indurain, nem Froome, nem Contador, ninguém fez o que ele já está a fazer, got it? Nem o Nibali se metia no pavê, nunca foi ao Roubaix e fez só uma vez a Flandres, ficou em 24º, Pogacar foi lá uma vez e o super MVDP teve de puxar dos galões.

Segunda questão, e se ele estiver dopado até aos ossos? Vamos admitir que sim.
Faz dele o "maior" dopado desde Armstrong? Sim, uma vez que todos os que se doparam e ainda continuam a fazê-lo (admitindo que todos se dopam) nem de perto nem de longe conseguem os mesmos resultados que ele nem são tão dominadores como ele, o mesmo é dizer que sendo apanhado facilmente seria visto como o maior escândalo desde Armstrong.

Estas considerações são feitas ainda no princípio de carreira de Pogacar, mas provavelmente estamos a falar de um ciclista que pode bater o record de Armstrong no Tour, com facilidade, imagina se estiver a fazer batota, ninguém se vai lembrar de mais nenhum outro ciclista.
 

EL PISTOLERO

Well-Known Member
Não se trata de mais doping ou menos doping... Vamos assumir que todos os ciclistas se dopam, certo?

A questão central de quem fez o tal comentário no youtube prende-se com o facto de que desde Merckx não víamos um ciclista tão dominador em todos os terrenos (é este o ponto), e isso é verdade, Pogacar tanto ganha o Tour, como ganha uma Liège, como ganha uma Lombardia e discute taco a taco uma Flandres ou uma Sanremo, diz-me um ciclista desde Merckx/Hinault que tenha feito isto? eu digo-te, nenhum.

Portanto, Pogacar é o "melhor" ciclista desde Merckx ou Hinault? Sim, é (em termos potenciais) Aliás é o próprio Merckx que confirma ser o mais impressionante que viu desde os tempos dele. Pogacar veio trazer de novo ao ciclismo precisamente a não especialização dos anos 70/80 e portanto está numa categoria onde só ele cabe. É precisamente por isso que nem Indurain, nem Froome, nem Contador, ninguém fez o que ele já está a fazer, got it? Nem o Nibali se metia no pavê, nunca foi ao Roubaix e fez só uma vez a Flandres, ficou em 24º, Pogacar foi lá uma vez e o super MVDP teve de puxar dos galões.

Segunda questão, e se ele estiver dopado até aos ossos? Vamos admitir que sim.
Faz dele o "maior" dopado desde Armstrong? Sim, uma vez que todos os que se doparam e ainda continuam a fazê-lo (admitindo que todos se dopam) nem de perto nem de longe conseguem os mesmos resultados que ele nem são tão dominadores como ele, o mesmo é dizer que sendo apanhado facilmente seria visto como o maior escândalo desde Armstrong.

Estas considerações são feitas ainda no princípio de carreira de Pogacar, mas provavelmente estamos a falar de um ciclista que pode bater o record de Armstrong no Tour, com facilidade, imagina se estiver a fazer batota, ninguém se vai lembrar de mais nenhum outro ciclista.

Ora bem, vamos por partes... E sem meter dopings ao barulho porque já sabemos que anda tudo no limite...

O pogacar é o ciclista mais completo dos tempos modernos? Sim, sem dúvida porque consegue discutir todo o tipo de corridas, mas discutir não é ganhar! (Tou a falar essencialmente das clássicas do norte)
Concordo ainda que este tipo onde entra é dominador, é! Entra para ganhar? Sem dúvida!

Mas atenção que nem contador nem froomes,etc fizeram o que o poga fez com a idade dele, mas estaremos cá para ver a longevidade do pogacar...
De facto contadores e froomes não fizeram o que pogacar está a fazer com este idade, mas pergunto eu.. e o pogacar vai fazer o que fez o froome e contador?? Ou indurain? Falta saber ... Estaremos cá para ver...
É que estamos a dizer nas entrelinhas que o pogacar já tem uma carreira superior a lendas como froome, contador, indurain e armstrongs deste vida (posso estar a interpretar mal), e tem, mas só se compararmos todas elas aos 22 ou 23 anos.. no global, em termos de palmarés ainda não se equipara a outros a meu ver... Tera certamente muito tempo para se tornar o "melhor de sempre"... Seja lá o que isso for...

Comparando o pogacar ao Armstrong, se pogacar aparecesse positivo, ninguém ficaria surpreso face ao desnível em relação aos outros (lá está, discute qualquer prova) com o lance Armstrong estávamos a falar de um gajo que limpou 7 (e não dois) tours consecutivos e que se tornou maior que a própria modalidade...
Como dizia o outro "This is not tour de France, it's tour of Lance"
 

kostaviks

Well-Known Member
É triste quando os próprios fãs não crêem no que o vêem fazer!
Acredito que, na verdade, quem está por dentro do ciclismo profissional, sabe o que se passa ali.... mas não é bom!
Daqui a tempos vai-se ver... até lá disfrutem das humilhações que infringe aos outros.
 

EL PISTOLERO

Well-Known Member
É triste quando os próprios fãs não crêem no que o vêem fazer!
Acredito que, na verdade, quem está por dentro do ciclismo profissional, sabe o que se passa ali.... mas não é bom!
Daqui a tempos vai-se ver... até lá disfrutem das humilhações que infringe aos outros.

Eu costumo dizer que o ciclismo só vê quem quer.
Eu continuo a apreciar o espectáculo venha por parte de quem for....
Claro que as pessoas ficam cépticas e acaba por ser normal dado o histórico da modalidade, e quase exclusivo diria eu...

Prefiro ser céptico do que ser anjola como os futeboleiros que acham que os jogadores andam todos limpinhos...

Mas acaba por ser muito mau a desconfiança geral em relação ao ciclismo, mas já não é de agora. O caso Armstrong descredibilizou a modalidade que ainda se encontra "a recuperar" disso...
 

Trizade

Well-Known Member
É triste quando os próprios fãs não crêem no que o vêem fazer!
Acredito que, na verdade, quem está por dentro do ciclismo profissional, sabe o que se passa ali.... mas não é bom!
Daqui a tempos vai-se ver... até lá disfrutem das humilhações que infringe aos outros.

Eu acho triste é só haver esta desconfiança no ciclismo...
Porque é o desporto mais controlado e regulamentado neste sentido...
Eu não sou "menino" e sei que no desporto de alta competição o que não falta é "águas milagrosas" e malta a brincar com a linha do que é legal ou não...
Tal como o @EL PISTOLERO vejo ciclismo (como vejo os outros desportos) mas sei que há muita coisa nos bastidores, mas não é por causa disso que deixo de apreciar o espétaculo...
Se daqui a uns tempos vier a lume que o Poga não andava limpo, não me surpreenderá e não vou ficar chocado...
Se por outro lado, acabar a carreira como o melhor ciclista de sempre e nunca for apanhado no anti-doping, levanto-me, bato palmas e fico contente por o ter visto correr... simples...
 

jpacheco

Well-Known Member
Como já referiram atrás, e concordo, aproveitem o espetaculo e se pensarem por momentos que o que vai em primeiro está dopado, pensem que o que vai em segundo também está, e o que vai em 3, 4 e 5 etc...quero dizer, estão todos em igualdade de circunstância. Sofrer ou estragar a festa por antecipação?! Não é comigo :D
 

Jazz

Well-Known Member
A mim não me rala nada, sou muito pragmático, nesse aspecto.

Se até muitos amadores andam mamados, não haviam de andar os prós.

Desporto profissional=doping. Mais coisa menos coisa. Que seja.


"Here we are now. Entertain us."
 

Carvalhon

Well-Known Member
E quanto aos campeonatos nacionais... Já se sabe quem vai participar e como é o percurso? Sabe se vai passar em algum canal?
 

Bruso

Well-Known Member
Transmissão nao vai haver. Em mogadouro nao deve haver 4 ou 5g, assim nem um streaming dá para fazer. A federação precisa de gente nova e com iniciativa nas novas tecnologias para a divulgação e comunicação.T

O problema não será a falta de gente nova. É mais gente velha em todos os cargos de decisão que cortam as pernas a todos os jovens com iniciativa. Passa-se 3 ou 4 anos e os jovens com iniciativa fartam-se e tornam-se iguais aos velhos que lá andam. E assim cresce a bola de neve....
 

jpacheco

Well-Known Member
Nem nos sítios onde há 4, 5, 6 ou 10g há transmissão e quando há é, no mínimo, miserável...
Se houver cobertura fazes transmissão aceitável com 4 ou 5g. Parece-me a mim que o problema é a zona, a cobertura. E por ventura, tomates como disse o Bruso, de deixar os miúdos trabalharem. Se um dia for velho e mandar, espero ter a mesma liberdade de espírito de agora para dar iniciativa a quem quer trabalhar e fazer diferente (que será bem melhor que fazer o mesmo de sempre, que é nada neste momento).
 
Top