UCI WorldTour & ProSeries 2022

Cláudio

Well-Known Member
Gostaria de sublinhar "Não fez nada de ilegal, de acordo com as regras do ténis... "
E com isto fechas a "discussão" do não assunto ;)

É um não assunto porquê? Não se pode discutir se as regras são justas ou não? É isso que está aqui em causa. Quero lá saber se a cortisona lhe aumenta a performance ou não. É um animal competitivo e ninguém lhe tira, provavelmente o melhor atleta de sempre!
O que interessa aqui neste assunto é a disparidade de regras entre desportos e injustiça que advém daí e, enquanto nuns desportos uns são uns heróis por jogar à base da agulha, no ciclismo são uns badamecos cada vez que tomam alguma coisa, mesmo que seja na zona cinzenta e de dentro das regras.
 

kostaviks

Well-Known Member
É um não assunto porquê? Não se pode discutir se as regras são justas ou não? É isso que está aqui em causa. Quero lá saber se a cortisona lhe aumenta a performance ou não. É um animal competitivo e ninguém lhe tira, provavelmente o melhor atleta de sempre!
O que interessa aqui neste assunto é a disparidade de regras entre desportos e injustiça que advém daí e, enquanto nuns desportos uns são uns heróis por jogar à base da agulha, no ciclismo são uns badamecos cada vez que tomam alguma coisa, mesmo que seja na zona cinzenta e de dentro das regras.
É um não assunto porque se não infringiu nenhuma regra, nem há o que discutir!
Mas claro, se andar a "alimentar" polémicas é benéfico...
Acho piada que se por um lado a malta não quer que o ciclismo seja sempre visado em casos de doping, mas na verdade faz o papel de coitadinho, porque os outros afinal até podem?
Não estou a dizer que é correto ou não. Isso fica na consciência de cada um!
O que acho é, se não é proibido no ténis porque estar a apontar o dedo?
Os ciclistas são ciclistas porque querem ser ser ciclistas! E para jogarem o jogo têm de cumprir as suas regras... fácil!
A disparidade de regras não se pode aplicar aqui. Cada desporto tem a sua.
Se ele fez infiltração para as dores é bem diferente do que se faz no ciclismo... deves saber disso, até porque desde que administrado devidamente e com ordem médica, também é legal no ciclismo.

Para além disso, fico admirado por ainda alguém acreditar que andam a pão e água...
 

Carolina

Well-Known Member
Era só uma pequena reflexão sobre o estado do desporto e doping em geral, por isso é que terminei o post com "dá que pensar e muito". Não estou a tentar tirar valor à sua vitória. O Nadal é um excelente jogador, não tenho duvidas disso, da mesma forma que não tenho duvidas que o Armstrong era um excelente ciclista, (estou a falar a sério).

Se ele fez infiltração para as dores é bem diferente do que se faz no ciclismo...

Será assim tão diferente? Repara que sem as infiltrações ou lá o que foi que ele fez, ele nem sequer conseguiria jogar. Não estamos a falar dum aumento de performance de 5, 10 ou 20%, estamos a falar, literalmente, de um aumento de 100%.

Por isso é que esta questão é interessante, até em termos da percepção que tem fora do ciclismo. Para os fãs de outros desportos isto é totalmente aceitável e não tem nada de mal. Na realidade, tens um atleta que se encheu de drogas e que está a dar cabo da sua saúde à vista de todos. No dia seguinte ele estava de muletas.

Nem é só a questão de ser ou não legal, há também a questão de permitir que o atleta tenha um comportamento de alto risco. O atleta não tem capacidade para decidir por si mesmo se está em condições de competir. Temos imensos exemplos disso em vários desportos. Quantas vezes não assistimos um ciclista cair, levantar-se cheio de tonturas e logo a seguir meter-se na bicicleta? Ou os tipos no futebol americano que tinham concussão atrás de concussão?

Como é que se permite que um atleta que não está em condições de competir, possa competir? A minha questão era mais esta :)
 

kostaviks

Well-Known Member
Era só uma pequena reflexão sobre o estado do desporto e doping em geral, por isso é que terminei o post com "dá que pensar e muito". Não estou a tentar tirar valor à sua vitória. O Nadal é um excelente jogador, não tenho duvidas disso, da mesma forma que não tenho duvidas que o Armstrong era um excelente ciclista, (estou a falar a sério).



Será assim tão diferente? Repara que sem as infiltrações ou lá o que foi que ele fez, ele nem sequer conseguiria jogar. Não estamos a falar dum aumento de performance de 5, 10 ou 20%, estamos a falar, literalmente, de um aumento de 100%.

Por isso é que esta questão é interessante, até em termos da percepção que tem fora do ciclismo. Para os fãs de outros desportos isto é totalmente aceitável e não tem nada de mal. Na realidade, tens um atleta que se encheu de drogas e que está a dar cabo da sua saúde à vista de todos. No dia seguinte ele estava de muletas.

Nem é só a questão de ser ou não legal, há também a questão de permitir que o atleta tenha um comportamento de alto risco. O atleta não tem capacidade para decidir por si mesmo se está em condições de competir. Temos imensos exemplos disso em vários desportos. Quantas vezes não assistimos um ciclista cair, levantar-se cheio de tonturas e logo a seguir meter-se na bicicleta? Ou os tipos no futebol americano que tinham concussão atrás de concussão?

Como é que se permite que um atleta que não está em condições de competir, possa competir? A minha questão era mais esta :)
Percebo o que queres dizer.
Mas... e há sempre um mas, a administração desses fármacos é feita de diferentes formas, para servir diferentes propósitos.
O que acontece é que o facto de administrar para tirar as dores, vai fazer isso mesmo, tirar as dores! Não te vai potenciar um aumento de performance para além da que terias normalmente.
Mas isto, claro, cada um terá a sua opinião.
Todos os dias haverá milhares de atletas a treinar ou a competir com forte medicação para este ou aquele propósito. É inevitável.
Para além disso, desportos com o ténis, futebol, futsal, etc... são muito mais agressivos, no que a lesões diz respeito, do que o ciclismo.
 

Ganfas

Well-Known Member
Então e o tirar dores não aumenta a performance?

Se tenho dores é porque alguma coisa não está bem, e se tenho dores não estou a 100% não consigo produzir o mesmo que produzo com dores, Ao tomar algo para não ter dores, não estarei a permitir o corpo de ir ate um limite em que se estivesse a ter dores não ia ser capaz de la chegar?
 

Carvalhon

Well-Known Member
Também há uma diferença grande, o tenis é muito menos potência física do que o ciclismo. Doping num jogador de ténis não tem de certeza a vantagem que num ciclista. Também por isso as regras são distintas. Mas é realmente esquisito e dá que pensar, como é permitido que se possa jogar naquelas condições.
 

Carvalhon

Well-Known Member
Boas notícias!

João Almeida acabou de fazer os testes pós-covid, e está apto para a Vuelta!
Vuelta? Já estou aqui com ataques de ansiedade por não saber quando ele volta... Espero que ainda entre numas provas interessantes até á vuelta.
 

Bruso

Well-Known Member
Era só uma pequena reflexão sobre o estado do desporto e doping em geral, por isso é que terminei o post com "dá que pensar e muito". Não estou a tentar tirar valor à sua vitória. O Nadal é um excelente jogador, não tenho duvidas disso, da mesma forma que não tenho duvidas que o Armstrong era um excelente ciclista, (estou a falar a sério).



Será assim tão diferente? Repara que sem as infiltrações ou lá o que foi que ele fez, ele nem sequer conseguiria jogar. Não estamos a falar dum aumento de performance de 5, 10 ou 20%, estamos a falar, literalmente, de um aumento de 100%.

Por isso é que esta questão é interessante, até em termos da percepção que tem fora do ciclismo. Para os fãs de outros desportos isto é totalmente aceitável e não tem nada de mal. Na realidade, tens um atleta que se encheu de drogas e que está a dar cabo da sua saúde à vista de todos. No dia seguinte ele estava de muletas.

Nem é só a questão de ser ou não legal, há também a questão de permitir que o atleta tenha um comportamento de alto risco. O atleta não tem capacidade para decidir por si mesmo se está em condições de competir. Temos imensos exemplos disso em vários desportos. Quantas vezes não assistimos um ciclista cair, levantar-se cheio de tonturas e logo a seguir meter-se na bicicleta? Ou os tipos no futebol americano que tinham concussão atrás de concussão?

Como é que se permite que um atleta que não está em condições de competir, possa competir? A minha questão era mais esta :)
O G. Martin foi mesmo a pessoa certa a abordar o assunto. Claramente uma questão ética e que tem de ser discutida por esse prisma. Fala-se muito nos exemplos que os desportistas dão aos jovens praticantes da modalidade. A UCI por exemplo baniu o super-tuck com esse argumento).
Que grande exemplo que o Nadal está a passar. É exatamente o mesmo exemplo que o Lance passou - ganhar custa o que custar sem olhar a consequências.
O pior na minha opinião é ainda ver este tema abordado numa entrevista pós jogo em pleno estádio. é banalizar completamente aquilo embora a ideia deles tenha mesmo sido torná-lo herói.
 

qwerAC

Well-Known Member
Mas qual exemplo? O alto rendimento não tem ética e muito menos serve para inspirar alguém devido ao mundo sujo que é.
O que simplesmente interessa é ganhar e nada mais. Tudo o resto que tem que ver com valores como o fair play, o respeito pela saúde, etc é tudo treta e areia para os olhos. Vamos a ver se futuramente o pé do Nadal não anda igual aos do batistuta, que ponderou amputar as pernas tal eram as dores das inúmeras infiltrações que levou.
Desfrutem a competição e o espetáculo inerente a ele, não há nada mais a aproveitar na minha opinião.
 

kostaviks

Well-Known Member
Até os ritmos a que muitos de nós anda, não são saudáveis...
Aqui nunca ninguém tomou anti-inflamatórios... injectáveis ou não... a diferença está na forma como...
 

Bruso

Well-Known Member
Mas qual exemplo? O alto rendimento não tem ética e muito menos serve para inspirar alguém devido ao mundo sujo que é.
O que simplesmente interessa é ganhar e nada mais. Tudo o resto que tem que ver com valores como o fair play, o respeito pela saúde, etc é tudo treta e areia para os olhos. Vamos a ver se futuramente o pé do Nadal não anda igual aos do batistuta, que ponderou amputar as pernas tal eram as dores das inúmeras infiltrações que levou.
Desfrutem a competição e o espetáculo inerente a ele, não há nada mais a aproveitar na minha opinião.
Pois, como disse, uma questão para ser abordada pelo prisma da ética. Como sempre é uma coisa muito subjectiva, aberta a interpretações e utilizada como convém.

Do lado desportivo queremos é sangue. Pelos vistos não somos assim tão diferentes dos romanos na altura do império:p

dauphine-2022-stage-6-finish-d5fb273be4.jpg

Chegada no Dauphiné vai ser interessante.
 

elchocollat

Well-Known Member
Do lado desportivo queremos é sangue. Pelos vistos não somos assim tão diferentes dos romanos na altura do império:p
Ainda ontem ao ver a seleção pensei isso.
Estádio cheio, e estão ali 22 marmanjos a correr atrás da bola e 40 e não sei quantas mil pessoas a vê-los. Houve um momento em que pensei mesmo isso que disseste porque era o que parecia. Uma arena, barulho, eles naquele retângulo e as pessoas a vê-los. A certo momento pareciam peões de alguém. Uns entertainers. Foi estranho o que senti :D
 

Carolina

Well-Known Member
Também há uma diferença grande, o tenis é muito menos potência física do que o ciclismo. Doping num jogador de ténis não tem de certeza a vantagem que num ciclista. Também por isso as regras são distintas. Mas é realmente esquisito e dá que pensar, como é permitido que se possa jogar naquelas condições.
Permite-me discordar. O ténis é muito exigente a nível físico, até acho mais que no ciclismo, especialmente ao nível das articulações. Jogos de várias horas com sprints constantes, mais toda a força necessária para bater as bolas a velocidades incríveis.
 

Jazz

Well-Known Member
Vuelta? Já estou aqui com ataques de ansiedade por não saber quando ele volta... Espero que ainda entre numas provas interessantes até á vuelta.
Vai aos nacionais e a outra, antes da Vuelta.

E reconheceu e falou muito bem do Rui Costa e como ele foi importante para ele no Giro.
 
Top