UCI WorldTour & ProSeries 2022

pamoreira

Well-Known Member
A PFP já este ano funcionou quase como individual (apesar de fazer parte da equipa BMC). Tinha um planeamento e acompanhamento muito específico para ela, pouco tempo passou junto com a equipa.

Vai manter coach e support staff direto, ganha mais dinheiro (seguramente) e terá acesso facilitado a outros meios (imagino).

Deverá também manter a bike da BMC, porque a Pinarello ainda não tem nada disponível e o Pidcock corre com BMC unbranded.
 

Bruso

Well-Known Member
A PFP já este ano funcionou quase como individual (apesar de fazer parte da equipa BMC). Tinha um planeamento e acompanhamento muito específico para ela, pouco tempo passou junto com a equipa.

Vai manter coach e support staff direto, ganha mais dinheiro (seguramente) e terá acesso facilitado a outros meios (imagino).

Deverá também manter a bike da BMC, porque a Pinarello ainda não tem nada disponível e o Pidcock corre com BMC unbranded.
Depois do que mostraram na preparação da bike do Ganna ficaria surpreendido se não arranjassem um bike para o Pidcock e a PFP. Aliás a contratação da PFP deve ter muito a ver com o lançamento de uma nova bike. Vamos esperar para ver.
 

SantosDaCasa

Well-Known Member
Depois do que mostraram na preparação da bike do Ganna ficaria surpreendido se não arranjassem um bike para o Pidcock e a PFP. Aliás a contratação da PFP deve ter muito a ver com o lançamento de uma nova bike. Vamos esperar para ver.
Concordo, até porque agora é só imprimir os quadros em impressoras 3D! :D
Há malta que não vai achar piada nenhuma...
 

Bruso

Well-Known Member
Para mim é indiferente, quanto mais barato, mesmo que só seja semelhante, melhor
Mais barato não acredito que seja. Aquelas impressoras são qualquer coisa espectacular. O material usado é de gama aeroespacial e é carissima. Ainda estamos a uns bons anos de mass production.
Mas será uma excelente maneira de trazer a produção de quadros de volta à europa. Mas atenção que ainda é preciso unir as partes. A bike to ganna foi construido e 3 peças independentes.
 

SantosDaCasa

Well-Known Member
Mais barato não acredito que seja. Aquelas impressoras são qualquer coisa espectacular. O material usado é de gama aeroespacial e é carissima. Ainda estamos a uns bons anos de mass production.
Mas será uma excelente maneira de trazer a produção de quadros de volta à europa. Mas atenção que ainda é preciso unir as partes. A bike to ganna foi construido e 3 peças independentes.
Fazem como o IKEA, vendem as pecas todas numa caixa e o cliente monta tudo com uns parafusos. :cool:
 

s0me0ne

Well-Known Member
Mais barato não acredito que seja. Aquelas impressoras são qualquer coisa espectacular. O material usado é de gama aeroespacial e é carissima. Ainda estamos a uns bons anos de mass production.
Mas será uma excelente maneira de trazer a produção de quadros de volta à europa. Mas atenção que ainda é preciso unir as partes. A bike to ganna foi construido e 3 peças independentes.
Há uma reportagem sobre a bike do Gana que referem que para pouca unidades fica mais barato a impressão 3D que a bike feita pelo método tradicional, por causa dos custos dos moldes e alterações na produção.
 

Bruso

Well-Known Member
Há uma reportagem sobre a bike do Gana que referem que para pouca unidades fica mais barato a impressão 3D que a bike feita pelo método tradicional, por causa dos custos dos moldes e alterações na produção.
Pelo que sei a bike do Ganna teve um custo de 70k. Isto deve incluir a produção de várias réplicas para enviar para testes mas mesmo assim não me parece que vá descer nos próximos tempos, o suficiente para ser usado para o mero consumidor.
 

s0me0ne

Well-Known Member
Pelo que sei a bike do Ganna teve um custo de 70k. Isto deve incluir a produção de várias réplicas para enviar para testes mas mesmo assim não me parece que vá descer nos próximos tempos, o suficiente para ser usado para o mero consumidor.
A impressão 3D no caso especifico da bike do Ganna teve várias vantagens.
Segundo eles no método tradicional não conseguiriam dar aquele efeito no seat tube...

Aqui está o vídeo para quem tiver interesse:
 

Carvalhon

Well-Known Member
Um bocadinho off topic... Apareceu-me no Facebook um vídeo do último km da etapa 9 do giro 2021, aquela que terminou no sterrato... o JA parecia bem mais capaz de responder do que este ano, esteve ali grande parte do tempo nos 1os... Bem diferente do que fez durante esta época, em ficou grande parte das vezes para trás na 1a aceleração :rolleyes:.
 

cutkiller

Well-Known Member
Também gosto do percurso... Principalmente por ser diferente dos últimos anos, e por ter bastantes km de ITT, um curto, um médio e uma cronoescalada... Acho que vai ajudar o espetáculo!
 
Top