Troia-Sagres 2022 - 10 Dezembro

Duke

Well-Known Member
Não tinha planos em ir ao Troia Sagres mas de repente cresceu-me uma vontade enorme de participar este ano...

Esse agente da autoridade uma vez que já sabem da tradição de fazer o Troia Sagres nesse dia em vez de ameaçar o homem podiam era organizar-se e reforçar o patrulhamento na estrada nesse dia...
 

Carolina

Well-Known Member
É uma situação estranha. Na realidade ele não organiza nada, ele só diz que no dia X vai fazer Tróia-Sagres. Como é que pode ser responsabilizado por milhares de pessoas fazerem o mesmo percurso no mesmo dia? Nem sequer há qualquer ganho monetário para ele.
 

cconst

Well-Known Member
Eu não sei bem o que pensar desta situação.

Entendo a posição do aventureiro original, que publicamente assume que não há um Troia-Sagres organizado e também não partilha o dia no qual possivelmente irá (ou não).

Protege-se. Acho bem.

No que respeita à posição das autoridades: acabo por entender. São milhares de ciclistas que de uma forma mais ou menos civilizada rumam a Sagres num dia que já deixou de ser de partilha para ser um marco para alguns, uma celebração para outros e ainda uma oportunidade de bater records para outros tantos. Quer queiramos quer não, a quantidade de ciclistas que partilham a estrada nesse dia acabam por causar embaraço no trânsito, mesmo que TODOS respeitassem as regras do CE. Para as autoridades, implicariam a mobilização de agentes de vários comandos, cooperação entre a PSP e GNR,... uma logística complicada a pesar numa infraestrutura que de si já tem poucos efetivos.

Finalmente, ninguém está impedido de circular na estrada. O pioneiro desta aventura apenas se está a desmarcar de forma oficial da organização de um não evento, protegendo-se assim de chatices, mesmo que não exista nada na lei que o possa beliscar (que não sei se é o caso ou não.

https://dre.pt/dre/detalhe/decreto-lei/406-1974-424767:
Art. 2.º - 1. As pessoas ou entidades que pretendam realizar reuniões, comícios, manifestações ou desfiles em lugares públicos ou abertos ao público deverão avisar por escrito e com a antecedência mínima de dois dias úteis o governador civil do distrito ou o presidente da câmara municipal, conforme o local da aglomeração se situe ou não na capital do distrito.

2. O aviso deverá ser assinado por três dos promotores devidamente identificados pelo nome, profissão e morada ou, tratando-se de associações, pelas respectivas direcções.
Art. 5.º - 1. As autoridades só poderão interromper a realização de reuniões, comícios, manifestações ou desfiles realizados em lugares públicos ou abertos ao público quando forem afastados da sua finalidade pela prática de actos contrários à lei ou à moral ou que perturbem grave e efectivamente a ordem e a tranquilidade públicas, o livre exercício dos direitos das pessoas ou infrinjam o disposto no n.º 2 do artigo 1.º
Não sei se um Troia-Sagres pode ou não ser considerado uma manifestação ou desfile... mas a verdade é que existem tramites a seguir em determinadas situações.

Se fosse eu, não entendido na lei, atuaria da mesma forma: desmarcava-me oficialmente de tudo o que me pudesse ligar a uma "organização" do que quer que fosse.
 

jpacheco

Well-Known Member
Sr António Malvar por nenhuma maldade que tenha, que não o conhecendo admito que seja a pessoa que leio nos seus textos, simples e sem querer nenhum protagonismo. No entanto toda a gente sabe que o Sr. Não tem 10 000 ou mais ciclistas que se juntam a "ele" como amigos, e a coisa a passa a ser publica no momento em que ele indica a data que vai publicamente.

Eu se fosse ao sr Malvar criava um grupo privado de dos seus realmente amigos que o acompanham e combinava o dia e a volta com eles. Se daí estravasa-se para o exterior ficava com as mãos lavadas.
 

Duke

Well-Known Member
Por esta ordem de ideias se os ciclistas incomodam os automobilistas...
Os automobilistas também incomodam os ciclistas...

Todos pagamos impostos todos temos direito a circular na estrada isto nem deveria de ser tema.

Daqui a nada estamos a processar o Papa por termos tantos peregrinos a caminho de Fátima no 13 de Maio...
 

jpacheco

Well-Known Member
Por esta ordem de ideias se os ciclistas incomodam os automobilistas...
Os automobilistas também incomodam os ciclistas...

Todos pagamos impostos todos temos direito a circular na estrada isto nem deveria de ser tema.

Daqui a nada estamos a processar o Papa por termos tantos peregrinos a caminho de Fátima no 13 de Maio...
Podes circular. So nao podes organizar eventos. Tanto fossem de bike a pé ou de carro. Se perturba o nornal circulação viária eles vao sempre falar com o responsável.

Ninguem esta impedido ir.
 

Davidoff

Well-Known Member
Por esta ordem de ideias se os ciclistas incomodam os automobilistas...
Os automobilistas também incomodam os ciclistas...

Todos pagamos impostos todos temos direito a circular na estrada isto nem deveria de ser tema.

Daqui a nada estamos a processar o Papa por termos tantos peregrinos a caminho de Fátima no 13 de Maio...
Faz lembrar o que acontece nesta altura do ano, em que vai tudo de carro para Lisboa ver as luzes e fica o caos no trânsito. A PSP também lá vai multar quem se lembrou de ir ao mesmo tempo?

Este evento acaba por trazer muito movimento ao comércio. O que não faltam são cafés/restaurantes a esgotar o stock do dia (na 1ª vez que fiz só arranjei comida no 3º café).

Muitos acabam por dormir no caminho, ou em Sagres ou à volta, como vai ser o caso do meu grupo.

Percebo a preocupação das autoridades mas que se mexam, chamem pessoal para fazer 1 gratificado nesse dia e ganhar um extra a proteger tantos os ciclistas como o trânsito automóvel.

A pior altura do dia é na parte da manhã, nos primeiros kms em que o pessoal ainda vai muito junto. A parte da tarde torna-se mais tranquila e com menos grupos "gigantes". De resto é uma atividade que promove o desporto, não é inimiga do ambiente (menos para os totós que mandam embalagens para o chão), e promove o convívio e socialização.
 

GuilhermeOliveira

Well-Known Member
Gosto de ir lendo os comentários e a única coisa de relevo à comentar, é o pessoal a olhar para o seu umbigo, já fui mandado parar no meio do mato, porque marcamos um dia para dar uma volta de 4x4, apareceram 50 carros, não houve excessos que me tenha apercebido, mas lá estavam eles para falar com o organizador e mandados pela federação da altura, porque não pagavamos o dízimo
 

s0me0ne

Well-Known Member
Nunca fiz o Troia - Sagres, mas tenho vontade de fazer.

Agora basta um rápida pesquisa no YOUTUBE para ver que se em termos de segurança rodoviária é um autentico perigo.

Parece que as autoridades pretendem que deixe de ser um evento num único dia. Contudo é inaceitável responsabilizar o sr Malvar pela quantidade de ciclistas e carros de apoio que participam.
 

jocarreira

Well-Known Member
Se não estou em erro, o Tróia-Sagres acontece sempre 2 fins de semana antes do Natal. As autoridades não vão poder fazer nada quanto a isso porque são vários grupos de amigos que se juntam para ir dar um passeio de bicicleta.
Tal como no dia 1 de dezembro se faz o Assalto ao Caramulo, e são largas centenas de pessoas que naquele dia rumam até ao Caramulinho.
Tal como as peregrinações a Fátima que acontecem sempre nos mesmos dias.
 

NULL

Moderador
Staff member
Eu até percebo a indignação mas se analisar friamente a questão acabo por considerar que a posição das autoridades tem alguma lógica.
Eu, tal como muitos aqui do fórum, já fiz o Tróia - Sagres, e, do que vi, percebo que, principalmente à saída de Tróia, provoca bastante constrangimento no trânsito. Não deixa de ser um evento que movimenta milhares de pessoas nas mesmas estradas, com tudo que isso acarreta.
Será que o Roda28 tinha inside information? ahahha Vi no strava que fizeram o evento no Sábado passado...
 

jocarreira

Well-Known Member
Eu até percebo a indignação mas se analisar friamente a questão acabo por considerar que a posição das autoridades tem alguma lógica.
Eu, tal como muitos aqui do fórum, já fiz o Tróia - Sagres, e, do que vi, percebo que, principalmente à saída de Tróia, provoca bastante constrangimento no trânsito. Não deixa de ser um evento que movimenta milhares de pessoas nas mesmas estradas, com tudo que isso acarreta.
Será que o Roda28 tinha inside information? ahahha Vi no strava que fizeram o evento no Sábado passado...
Eu também percebo a posição das autoridades e a lógica por detrás dela. Se eu for para as redes sociais dizer: "dia X vou fazer esta viagem de bicicleta, quem quiser vir, venha!". E depois aparecem 200 marmanjos tipo pelotão da volta à França a circular nas estradas. Se calhar vou ter problemas porque eu fui o "organizador". Por isso é que o direito à manifestação requer uma comunicação prévia por questões de segurança.

O que eu não estou a ver é o que é que as autoridades podem fazer agora que o evento já transcende em muito aquilo que o "organizador" inicial tinha previsto. Mesmo que o Sr. Malvar deixe de informar o dia em que vai fazer o Tróia-Sagres, as pessoas já sabem que é 2 fins de semana (acho eu) antes do Natal por isso vão continuar a ir na mesma data.
 

GuilhermeOliveira

Well-Known Member
Uma coisa espontânea não mete autocarros, assistências, comes e bebes, dormidas e sei lá mais o quê, não, não sou autoridade nem quero nada delas
Já fiz vários passeios de bicicleta de estrada ou de btt, sozinho ou acompanhado e até 5 elementos com várias dezenas ou até centenas de quilómetros e nunca me abordaram por causa da organização, mas já me abordarão para documentos e para soprar o balão
 
Entretanto já se manifestaram no Facebook e vão na mesma... Basta que todos os que forem, hipoteticamente se forem mandados parar dizer que foi coincidencia fazerem a mesma volta... Sei lá.. :D
 
Top