Troia-Sagres 2022 - 10 Dezembro

Sim, as datas costumam ser no 2º fim de semana de Dezembro ne? Eu nunca fui mas gostava de ir, o complicado é a logistica para trazer a bike e o pessoal de volta
 

RTC

Moderador
Staff member
A logística até se resolvia, em muitos casos, se fosse pensada com mais antecedência.
Começar a pensar em boleias, transportes, convidar amigos, uns para ir, outros para conduzir, etc etc a um mês do evento dificulta a coisa :p
 

António Pereira

Active Member
A logística até se resolvia, em muitos casos, se fosse pensada com mais antecedência.
Começar a pensar em boleias, transportes, convidar amigos, uns para ir, outros para conduzir, etc etc a um mês do evento dificulta a coisa :p
Tens razão, mas (pelo menos eu) não tenho visto grande coisa sobre este tópico.
Eu normalmente ando sozinho, logo não tenho pessoal para convidar a participar.
 

Rapido

Well-Known Member
Alguém já viu a "situação" criada este ano em torno do Troia-Sagres? Sinceramente há coisas que não entendo...
 

afonsobtt

Well-Known Member
Texto do Antonio Malvar no Facebook..

Tendo em vista os comentários recebidos, decidi ser oportuno explicar as razões que me levaram a cancelar este evento. Não sem antes agradecer a todos os que mostraram preocupação para a possibilidade do cancelamento poder ser devido a um problema de saúde. Felizmente não é esse o motivo.
Fui recentemente contactado por um elemento da autoridade com o pelouro do trânsito, alertando-me para o impacto que o evento tem no trânsito no dia do evento e para o facto de o evento não ter seguido os tramites legais necessários à realização deste tipo de concentrações ou movimentações. Foi-me dito que independentemente de se tratar ou não de um evento organizado, ele carece de uma autorização especifica e pesa embora eu não esteja identificado com Organizador, serei sempre responsável, como mentor do evento, pelas "pre-sequências" e consequências que daí advanham, e incorrendo em multas e coimas avultadas. Ora, como é sabido, este evento nasceu de uma promessa que fiz em 1990, ir de bicicleta de Troia até Sagres todos anos perto do final do ano e até que a saúde mo permita. Tem por isso um cariz muito pessoal e nunca pretendi, não pretendo e nunca pretenderei tirar qualquer partido financeiro do evento à luz do sucesso que o mesmo veio a ter. Nunca quis ter qualquer envolvimento numa organização do mesmo e sempre agradeci do fundo do coração a todos os que nestes mais de 30 anos resolveram, duma forma descomprometida, fazer como eu, e pedalar até Sagres no mesmo dia que eu o faço. Obrigado a todos pela vossa empatia e voluntarismo.
Pelos vistos, segundo as autoridades, eu não posso dizer em que dia vou pedalar e não posso convidar amigos para me acompanharem, portanto, e face às consequências que isso pode aportar, vi-me forçado a comunicar a todos vós que o Tróia-Sagres, este ano, por minha indicação, NÃO se realizará. Uma vez mais os meus agradecimentos a todos os que me acompanharam em anos passados. Todos recordo com enorme afecto e abnegação.
 

pratoni

Well-Known Member
Texto do Antonio Malvar no Facebook..

Tendo em vista os comentários recebidos, decidi ser oportuno explicar as razões que me levaram a cancelar este evento. Não sem antes agradecer a todos os que mostraram preocupação para a possibilidade do cancelamento poder ser devido a um problema de saúde. Felizmente não é esse o motivo.
Fui recentemente contactado por um elemento da autoridade com o pelouro do trânsito, alertando-me para o impacto que o evento tem no trânsito no dia do evento e para o facto de o evento não ter seguido os tramites legais necessários à realização deste tipo de concentrações ou movimentações. Foi-me dito que independentemente de se tratar ou não de um evento organizado, ele carece de uma autorização especifica e pesa embora eu não esteja identificado com Organizador, serei sempre responsável, como mentor do evento, pelas "pre-sequências" e consequências que daí advanham, e incorrendo em multas e coimas avultadas. Ora, como é sabido, este evento nasceu de uma promessa que fiz em 1990, ir de bicicleta de Troia até Sagres todos anos perto do final do ano e até que a saúde mo permita. Tem por isso um cariz muito pessoal e nunca pretendi, não pretendo e nunca pretenderei tirar qualquer partido financeiro do evento à luz do sucesso que o mesmo veio a ter. Nunca quis ter qualquer envolvimento numa organização do mesmo e sempre agradeci do fundo do coração a todos os que nestes mais de 30 anos resolveram, duma forma descomprometida, fazer como eu, e pedalar até Sagres no mesmo dia que eu o faço. Obrigado a todos pela vossa empatia e voluntarismo.
Pelos vistos, segundo as autoridades, eu não posso dizer em que dia vou pedalar e não posso convidar amigos para me acompanharem, portanto, e face às consequências que isso pode aportar, vi-me forçado a comunicar a todos vós que o Tróia-Sagres, este ano, por minha indicação, NÃO se realizará. Uma vez mais os meus agradecimentos a todos os que me acompanharam em anos passados. Todos recordo com enorme afecto e abnegação.
Wtf?...
 

Rapido

Well-Known Member
Não estou a par… o que se passa?
Já partilharam o texto, eu é que na altura não consegui fazê-lo...

O problema é de quando as coisas passam de espontanias para organizadas, as coisas organizadas têm outro enquadramento e já tem muita coisa organizda no Troia/Sagres e nem estou a falar do mentor da voltinha
Eu nunca fiz, mas tenciono fazer um dia qualquer, num qualquer ano, quando me apetecer
Há algum aproveitamento sim como venda de produtos, presença de carros de apoio, etc, contudo, assacar responsabilidades ao António Malvar por algo que não é, de todo, responsabilidade dele, parece-me um exagero (diria mesmo que não terá fundamento legal). Ficou-me ali a sensação de que alguém se queixou que iam a empatar na estrada e então decidiram tomar uma posição. A questão é, que podem as autoridades? Passar multas por circular na estrada? Ok, se existirem infrações como passar em sinais vermelhos, STOP's e afins ok mas isso é facilmente contornar por quem vai na estrada, de resto seria uma verdade caça à multa mas ao ciclista neste caso.
 
Top