• Olá Guest , participa na discussão sobre o futuro desta comunidade neste tópico.

Troca de pedaleira 50 para 52 ou até 53

Boas malta!

Tenho uma bike que está com o setup 50/34 de pedaleira, shimanho 105 r7000, e queria saber se posso meter um prato 52 ou até 53 nesta configuração, mantendo o prato 34 que me permite mais cadência em subida e que não queria abdicar. Sei que caso seja compatível precisa dos devidos ajustes no desviador da frente mas não tenho totalmente a certeza da sua compatibilidade.

Obrigado a todos que poderem dar uma luz!
 

I l l u m i n a t u s

Well-Known Member
Boas malta!

Tenho uma bike que está com o setup 50/34 de pedaleira, shimanho 105 r7000, e queria saber se posso meter um prato 52 ou até 53 nesta configuração, mantendo o prato 34 que me permite mais cadência em subida e que não queria abdicar. Sei que caso seja compatível precisa dos devidos ajustes no desviador da frente mas não tenho totalmente a certeza da sua compatibilidade.

Obrigado a todos que poderem dar uma luz!

Não dá, ultrapassa os limites do desviador frontal.
Deixa-me advinhar, "esgotas" o prato 50 a descer?
 
Mas é possível subir o desviador, a minha questão é se é compatível com a "aranha".
Sim para velocidades mais altas ou para ritmo de prova, um prato 52 era melhor.
 
Confirmei agora com o meu mecânico(é sempre o melhor a fazer) e disse que sendo a mesma série que é quase de certeza compatível, é uma questão de ver se as furações estão posicionadas nos mesmos pontos. A nível de desviador disse-me o que já pensava, é só subir embora demore mais a passar.
 

Jorge Salgueiro

Well-Known Member
O prato 50 dá para fazer tudo até 45km/h. A partir daí ou estás a descer, ou competes em pelotão (e derramas watts), ou a tua bicicleta é uma de contrarrelógio (prato de 55?). Tenho uma bicicleta com 50 e outra com 52. Advinha que diferença faz a rolar a 35-40km/h: zero.

É mais importante a cassete:

para rolar 50 - 11-25
para subir 34 - 12-32
para tudo 50/34 11/32

Tenho um amigo que tem 34/52 mas perdes em qualidade na passagem do prato: não é fácil subir de 34 para 52, aliás nem de 34 para 50 já é grande coisa.

Mas se realmente queres mudar de prato (não é preciso, o que faz falta é pernas com ftps elevados) muda os dois. 52/36.

para reflexão :p

cesar.jpg
 

I l l u m i n a t u s

Well-Known Member
Não generalizem... um prato 50 pode ser manifestamente pouco.

Quem não tem barriga para as batatas, tb não tem barriga para a sobremesa.
Que é como quem diz, quem não vai com o 36, tb não precisa do 52/53.

Mas, verdade seja dita. 50/52/53 ou 54 o mais importante é que seja CUBE!

42970366_10215640803320585_4123974722276818944_n.jpg


PS: Nem digo qual a K7 que levava ali, senão estou sujeito a ter a PJ a bater-me à porta! :p
 

NULL

Moderador
Staff member
Que é como quem diz, quem não vai com o 36, tb não precisa do 52/53.

Essa parte tinha-me escapado! :D

Mas indo de encontro ao 50/52/53 por mais que as tabelas digam que consegues atingir X de velocidade a mim o que conta é o que as pernas dizem... eu por exemplo, tenho 52 e às vezes dava jeito ter um 53. E não ando grande coisa... agora pensa... :p
 

I l l u m i n a t u s

Well-Known Member
Essa parte tinha-me escapado! :D

Mas indo de encontro ao 50/52/53 por mais que as tabelas digam que consegues atingir X de velocidade a mim o que conta é o que as pernas dizem... eu por exemplo, tenho 52 e às vezes dava jeito ter um 53. E não ando grande coisa... agora pensa... :p

Curiosamente, acabei de montar um compacto com K7 12-28 e o meu medo é esgotar as pernas e não a transmissão.
No Trambolho Com Rodas só uma vez levei o 52/11 a alta rotação, mas aquilo é demasiadada velocidade para a minha idade, e nem era mto a descer.
 

NULL

Moderador
Staff member
Curiosamente, acabei de montar um compacto com K7 12-28 e o meu medo é esgotar as pernas e não a transmissão.
No Trambolho Com Rodas só uma vez levei o 52/11 a alta rotação, mas aquilo é demasiadada velocidade para a minha idade, e nem era mto a descer.

Sim, normal, tu a descer com esse canhão nem precisas de pedalar! A p*ta depois de embalar até precisa de paraquedas! :D:p
 

petrix

Well-Known Member
Não generalizem... um prato 50 pode ser manifestamente pouco.
Depende do que levas atrás, eu tenho crank Shimano 50/34 e uso cassete 28/10, ás vezes uso a alternativa, 33/10... Sram claro...:p
O 50 10 a descer é um espectáculo... :cool:
 

NULL

Moderador
Staff member
Depende do que levas atrás, eu tenho crank Shimano 50/34 e uso cassete 28/10, ás vezes uso a alternativa, 33/10... Sram claro...:p
O 50 10 a descer é um espectáculo... :cool:

Com 10 já é outra conversa. Eu ainda recentemente tinha trocado de cassete e os 11 dentes não estavam a entrar, só os 12… numa descida muito curta descolei com 52-12 metidos, não consegui acompanhar os 2 ou 3 que iam comigo a carregar. A cadência era brutal…

No btt é igual… eu com 32-10 não tenho hipóteses em descidas onde o pessoal aperte.
 

Bruso

Well-Known Member
Tens de fazer mais treino de spinning. Até os 110 tem de ser sustentável :D

Eu recentemente troquei de 52x36 para compacto porque o 36 com cassete 28 era muito pouco para as subidas que tenho por aqui. O 52 até podia ter ficado mas não faz sentido ter um sistema que não vai funcionar bem. Mudar a cassete para 11x30 era a outra hipótese (parece'me ser o mais comum por aqui) mas não gosto daqueles saltos tão grandes na cassete.
 

Paulo Almeida

Well-Known Member
Mudei de 105 50x34 para 52x36 mas mudei o pedaleiro todo, mantive a gama e o tamanho do crank. Tive também de meter uma corrente nova com mais elos (2 se não me engano) e afinar o desviador (só subir um bocadinho). Se precisares de ajuda com algum tema há várias referências aqui no fórum sobre como afinar o desviador ou diz alguma coisa.
 

Paulo Almeida

Well-Known Member
Não precisas substituir os cranks. Desde que seja na mesma gama será sempre compativel.
Sim é verdade, no meu caso aproveitei para tirar e mudar na velhinha de 172,5 para 170, e assim tenho as duas bikes com o mesmo tamanho ;)
 
Obrigado a todos pelas ideias, eu esgoto o prato 50 a descer acima dos 50km/h e por vezes sinto que era mais confortável mesmo em ritmos acima dos 40 km/h que o 52 seria o indicado. Tive uma bike 54 anteriormente e aquilo era um espetáculo para rolar, embora hoje em dia prefira fazer mais cadência.
 
O prato 50 dá para fazer tudo até 45km/h. A partir daí ou estás a descer, ou competes em pelotão (e derramas watts), ou a tua bicicleta é uma de contrarrelógio (prato de 55?). Tenho uma bicicleta com 50 e outra com 52. Advinha que diferença faz a rolar a 35-40km/h: zero.

É mais importante a cassete:

para rolar 50 - 11-25
para subir 34 - 12-32
para tudo 50/34 11/32

Tenho um amigo que tem 34/52 mas perdes em qualidade na passagem do prato: não é fácil subir de 34 para 52, aliás nem de 34 para 50 já é grande coisa.

Mas se realmente queres mudar de prato (não é preciso, o que faz falta é pernas com ftps elevados) muda os dois. 52/36.

para reflexão :p

cesar.jpg
Agradeço o ponto de vista, estou com 50/34 e cassete 11-28, é sem dúvida mais que suficiente para subir só mesmo se passar dos 16/17% de inclinação é que lá se vai a cadência. Vou considerar, para já dou uso a este setup e assim que tiver em fim de vida pondero passar para os 52/36 e a cassete se der 11/32, acho que será o ideal(pelo menos na minha cabeça )
 
Mudei de 105 50x34 para 52x36 mas mudei o pedaleiro todo, mantive a gama e o tamanho do crank. Tive também de meter uma corrente nova com mais elos (2 se não me engano) e afinar o desviador (só subir um bocadinho). Se precisares de ajuda com algum tema há várias referências aqui no fórum sobre como afinar o desviador ou diz alguma coisa.
Obrigado, é uma opção que pondero mas teria de meter uma cassete também com mais andamentos nesse caso. Uma questão a pensar...
 
Top