Turbo Trainer

Boa tarde, mais uma vez,

Obrigado pelas vossas opiniões.

Outra pergunta, na vossa opinião, tendo em conta os rolos Magnéticos e Fluidos, qual deles será o mais eficiente?

Cumprimentos,
Penso também que os fluidos fazem menos ruído, e dizem que a sensação de pedalar se assemelha mais à estrada.
 

NULL

Well-Known Member
Mais eficiente em que sentido? Um rolo fluido é mais "natural". Quanto mais rápido pedalares, mais potência tens de aplicar, um pouco como na estrada. Num rolo magnético tens de ajustar a resistência manualmente. Tens um "X" número de posições que fazem uma resistência específica.

Em termos energéticos, a questão não faz sentido porque esses rolos não estão ligados à tomada. É pedalar e siga! Se for preciso ligar à tomada é porque fazem algum tipo de recolha de dados ou de ajuste de resistência através do computador.

Não percebi inteiramente a tua questão, mas espero ter ajudado ;)
E agora uma pergunta de um leigo... se eu quiser fazer umas séries a VO2 mas com uma cadência de 50rpm, como faço?
 
E agora uma pergunta de um leigo... se eu quiser fazer umas séries a VO2 mas com uma cadência de 50rpm, como faço?
Num rolo fluido não fazes... Pelo menos não sei como o fazer! Só estando numa mudança mais pesada na bicicleta. Isto se tiveres "andamentos" que o permitam fazer. Num rolo fluido não tens como controlar a resistência (e consequente força que fazes) a não ser através da velocidade a que vais
 

NULL

Well-Known Member
Num rolo fluido não fazes... Pelo menos não sei como o fazer! Só estando numa mudança mais pesada na bicicleta. Isto se tiveres "andamentos" que o permitam fazer. Num rolo fluido não tens como controlar a resistência (e consequente força que fazes) a não ser através da velocidade a que vais
Sendo assim não é possível fazer treinos de cadência num rolo a fluído... certo?
 
Num rolo fluido não fazes... Pelo menos não sei como o fazer! Só estando numa mudança mais pesada na bicicleta. Isto se tiveres "andamentos" que o permitam fazer. Num rolo fluido não tens como controlar a resistência (e consequente força que fazes) a não ser através da velocidade a que vais
Eu não sou grande exemplo mas tenho um fluido e serve-me perfeitamente, haja pernas......
 
Sendo assim não é possível fazer treinos de cadência num rolo a fluído... certo?
Com cadências baixas e com potência elevada é dificil.. Só mesmo se tiveres andamentos suficientemente grandes para chegares à potência que quiseres.

Eu não te consido dizer qual é a potência máxima que consigo fazer a 50rpm com um 50-11 porque não tenho um PM, mas não deve ser muita...
 
Mesmo tendo a transmissão da bicicleta o rolo não "liberta" quando a cadência é baixa?
Não! O rolo "liberta" quando a velocidade na roda traseira é baixa.

Ou seja, se meteres num 50-11 a 50rpm a velocidade da roda traseira vai ser maior (e consequente o rodo faz mais resistência) do que se estiveres num 34-28 a 50rpm
 
Não estou a ver o problema. É só meter uma mudança mais pesada e fazes as 50 rpm na boa.
Se ele quiser fazer algo tipo 50rpm a 300watts não sei se vai conseguir apenas com as mudanças da bicicleta. Foi só isso que quis dizer xD

Eu não sou grande exemplo mas tenho um fluido e serve-me perfeitamente, haja pernas......
Estou na mesma situação! Para um setup de baixo custo, é perfeito! Claro que não há cá simulações de subidas e de pavimento como num tacx neo, mas com um powermeter faz-se o treino que quiser!
 

bogas

Well-Known Member
Não! O rolo "liberta" quando a velocidade na roda traseira é baixa.

Ou seja, se meteres num 50-11 a 50rpm a velocidade da roda traseira vai ser maior (e consequente o rodo faz mais resistência) do que se estiveres num 34-28 a 50rpm
É isto. O meu é a fluído e se consigo series de 280+ a 60/70rpm as 50rpm são possíveis. Usas completamente a cassete e está feito.
 

cenazia

Well-Known Member
hoje fiz umas séries a +/- 55 rpm com média de +/- 270 W (virtuais) acredito que se usasse um powermeter seriam uns 50 W a menos, usei como desmultiplicação 52x14, da próxima experimento com 52x11 só para ver a potencia mas deve ser uns 450/500 W
 

Bruso

Well-Known Member
No meu elite Crono Fluid não era possível.
Não conseguia fazer 330w com cadência abaixo dos 60, nem na mudança mais pesada 50x12.

Tem tudo a ver com a curva de potência do rolo e com transmissão da bike.
 

cenazia

Well-Known Member
No meu elite Crono Fluid não era possível.
Não conseguia fazer 330w com cadência abaixo dos 60, nem na mudança mais pesada 50x12.

Tem tudo a ver com a curva de potência do rolo e com transmissão da bike.
É isso depende do trainer e das mudanças, olhando para a curva de potencia desse trainer, com 50x12 a 60rpm dá +/- 300W, mas com 50x11 já dá +/- 400W e com 53x11 já iria para +/- 500W

No caso do meu, um Qubo Fluid com 50x12 a 60rpm dá +/- 350W, mas com 50x11 já dá +/- 450W e com 53x11 já iria para perto dos 600W

Olhando para um dos mais aconselhados aqui no fórum, o kinetic road machine, devido à sua baixa curva de potência com 50x12 a 60rpm não chega a 250W, com 50x11 não chega a 300W e com 53x11 já passaria mas não muito dos 300W

Tudo isto é olhando para as curvas de potência dos trainers, mas acredito que deve haver uma boa variação dentro do mesmo modelo, além disso com o aquecimento do fluido a potência necessária para atingir certas velocidades diminui.
 
Uma imagem para perceberes a ideia



Para a mesma potência primeiro a +/- 81 rpm em 34x15 e depois a +/- 55 rpm em 50x15

Abraço
Já agora uma dúvida. Eu sinto que para a mesma potência e cadências diferentes tenho a sensação que o "cansaço" é diferente e dependendo das situações, nem sei explicar, ás vezes sinto-me melhor a pedalar mais pesado e outras vezes mais leve. Só sei que quando a cadência é mais alta o pulso tende a subir mais para a mesma potência. Não sei se sentem o mesmo. As cadências que falo, para mim 90 é alta. 60/70 é baixa. A média das minhas volta costuma ser mesmo 80rpm . Eu vario muito a cadência de acordo com a inclinação do percurso, basicamente guiou-me apenas pela potência e ás vezes pelo pulso. A rolar tenho a tendência de ir a >90 rpm e a subir <80 rpm.
 
Com cadência mais alta puxas mais pelo coração, cadência mais baixa puxas mais pelos músculos das pernas, dependendo do teu nível de cardio podes-te sentir mais cansado em cadências mais altas.
Nos últimos meses comecei a dar mais rotação às pernas e quando comecei a fazer isso também notei bem a diferença, parecia que já ia de lingua de fora, mas as pernas até iam bem.