Notícias do ciclismo Tuga 2018

FSilva

Moderador
Staff member
#22
Clássica da Arrábida



O russo Dmitrii Strakhov (Lokosphinx) venceu hoje a Clássica da Arrábida – Cyclin’Portugal, após pedalar mais de 50 quilómetros em solitário. Óscar Hernández (Aviluado-Louletano-Uli) foi o terceiro e assumiu o comando do Troféu Liberty Seguros.


Clássica da Arrábida
1.º Dmitrii Strakhov (Lokosphinx), 3h29m49s
2.º James Fouche (Team Wiggins), a 34s
3.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), mt
4.º Mark Downey (Team Wiggins), a 36s
5.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), a 37s
6.º Gonzalo Serrano (Caja Rural-Seguros RGA), a 42s
7.º Jon Aberasturi (Euskadi Basque Country-Murias), a 50s
8.º Oscar Pelegri (Caja Rural-Seguros RGA), mt
9.º Justin Oien (Caja Rural-Seguros RGA), mt
10.º Mamyr Stash (Lokosphinx), mt
 

Duke

Active Member
#29
é um pena não transmitirem estas provas será que é assim tão caro transmitir uma prova destas que não conseguissem arranjar o patrocínio de uma cerveja ou uma operadora para pagar a transmissão? :(
provavelmente nem 100mil€
 

pedropb

Active Member
#30
é um pena não transmitirem estas provas será que é assim tão caro transmitir uma prova destas que não conseguissem arranjar o patrocínio de uma cerveja ou uma operadora para pagar a transmissão? :(
provavelmente nem 100mil€
Os custos de transmitir a Volta ao Alentejo seria muito mas muito superiores que 100 mil euros. E onde depois estava a retorno ?
 

Duke

Active Member
#31
Os custos de transmitir a Volta ao Alentejo seria muito mas muito superiores que 100 mil euros. E onde depois estava a retorno ?
referia-me a clássica da arrabida, por essa ordem de pensamento onde esta o retorno da transmissão da grandíssima e da algarvia?

a volta ao alentejo poderia muito bem ser patrocinada pelos vinhos do alentejo (nos dias que correm ate temos uma equipa WT patrocinada por uma adega)
 
#32
Nunca custaria menos que a Volta ao Algarve, qualquer coisa como 250 000€...
O pessoal dos vinhos quer é que vente e chova muito, mas é subsídios...


Vão analisar-se as entregas de IRC / IRS, e é só rir com patrões a declararem ordenados mínimos, n.º de funcionários excedentários para a época, em que nem apanham nem plantam - TUGA's XYCOS EXPERTYSES...
 

pedropb

Active Member
#35
referia-me a clássica da arrabida, por essa ordem de pensamento onde esta o retorno da transmissão da grandíssima e da algarvia?

a volta ao alentejo poderia muito bem ser patrocinada pelos vinhos do alentejo (nos dias que correm ate temos uma equipa WT patrocinada por uma adega)
Eu gostava muito de ter todas as provas transmitidas. !
O retorno da transmissão da volta a Portugal ....estão nos programas de manha e nos programas á tarde...pagos pelas autarquias e outros agentes locais . O retorno da Volta ao Algarve está na transmissão para 120 países !
 
#36
Bem, enquanto não temos direito a transmissão só nos resta acompanhar este "directo" no site
https://www.voltaaoalentejo.com/relato1etapa
11h30 - km 0

Partida real para a etapa que inaugura a 36ª edição da “Alentejana", com muita chuva e vento a marcarem os quilómetros iniciais.

A ligação entre Vendas Novas e Serpa tem uma extensão de 173,5 km com três Metas Volantes, em Viana do Alentejo, Vidigueira e Moura, e um Prémio de Montanha de 4ª categoria, em Montemor-o-Novo.

Há quase meia hora que não actualizam o "direto"...
 

FSilva

Moderador
Staff member
#39
Afinal já há novidades:



12h00
Pelotão volta a rolar compacto.

11h55 - km 18,3
Prémio de Montanha (4ª cat.)
1.º 174 - Alexander Evtushenko (Lokosphinx)
2.º 155 - Aitor Gonzalez Prieto (Euskadi)
3.º 5 - Mario Gonzalez Salas (Sporting/Tavira)

Antes da contagem de montanha, à passagem por Montemor-o-Novo, o pelotão partiu-se em, pelo menos, três grupos.
 

Bruso

Well-Known Member
#40
Live feeds e twitter são o que de mais simples há mas os organizadores de provas em Portugal, continuam a neglegenciar ambas as plataformas. Basta terem uma equipa com 2 ou 3 pessoas a dar cobertura à prova, numa mota. Nada de complicado e que lhes custaria menos de 1000€.
Mas se na Volta a Portugal (que tem transmissão e que bastaria 1 pessoa a ver a transmissão e a fazer tweets) não o fazem, quanto mais numa prova sem transmissão. Aqui é que se vê a inteligência de quem anda por aí a organizar as maiores provas do calendário nacional.