[Diário de Treino] Subir mais um degrau

Segunda feira 14Maio

Mais um treininho no TT, mais uma vez houve algumas falhas, neste caro do motor, começou a falhar em altas, o remédio foi tentar passar a frente e concluir o exercício
15seg 400w/15seg 138w, os 15 segundos de recuperação tornaram-se insuficientes, mas a ideia deve ser ver se o motor parte, eheheh


Mais duas semanas de tortura pela frente, depois chegam os objectivos e espero passar os treinos para a rua

Strava
https://www.strava.com/activities/1572126146
TrainningPeaks
http://tpks.ws/46AU25LM2IK6LORFTHF7VJH624

20180514
by santurai1300, no Flickr
 
Terça feira 15Maio

Mais um no TT e quando achamos que não vamos aguentar, o corpo troca as voltas
2x20 235w sem recuperação entre eles e o sem recuperação é que me estava a fazer confusão
Não vou dizer que foi fácil, mas também não foi assim difícil como eu estava a imaginar, no fim ainda fiz 2 minutinhos a 270w só para esticar um pouco mais o motor

Já para hoje quarta feita...........2 horas de TT............ vamos ver como corre


Strava
https://www.strava.com/activities/1574327062
TrainningPeaks
http://tpks.ws/JHUSSNFENRVG7ABI6TNQMJDSWE

20180515
by santurai1300, no Flickr
 

NULL

Well-Known Member
Realmente! :D Fazer 2 séries sem descanso é fixe... :p

Esses treinos de 40´ são muito porreiros para alongar potências relativamente altas no tempo. Treinos 40´/45´ a ~95% do FTP faziam parte dos meus treinos indoor.
 
2x"2×20 sem descanso" é mais engraçado ;)
@Carolina É pá, eu não gosto muito de desvendar a coisa antes. até porque não sei se consigo fazer por causa do trabalho
Mas hoje é algo como 4 x 20 minutos com intervalo de 5 minutos a recuperar, já agora e para veres nos sarilhos que eu me meto, o plano foi concebido para dois dias de descanso e só faço um, eu tenho mais ou menos um FTP de 225 e tracei o plano baseado em 250
Só por isso é que não fico frustrado, mas cansa e faz doer
 
Sexta feira 18Maio

Quinta feira não deu para fazer o treino programado, passei-o para sexta feira
As pernas andam a pedir descanso e este treino mais uma vez teve falha nas pernas, o quarto intervalo de 15 minutos foi só um ameaço
O que tenho reparado é que não consigo recuperar entre intervalos intensos, vou perdendo a capacidade de recuperar


Acho que a próxima semana tenho de mudar de estratégia, devo fazer treinos de estrada em vez de TurboTrainer, estou com algum receio de chegar a domingo com bastante fadiga e as pernas cansadas, 280km não são para enfrentar a meio gás
Em principio será o trajecto CorroiosAzeitãoCorroios o eleito para os últimos treinos


As falhas no inicio do gráfico, foram falta de comunicação, era a vez, as vezes não dá para perceber, enfim

Strava
https://www.strava.com/activities/1580503033
TrainningPeaks
http://tpks.ws/3FK23CGAPMQ4AKI2I37KNPOWD4

20180518
by santurai1300, no Flickr
 
Domingo 20Maio

Mais uma volta de btt, esta com muita recuperação activa, levamos um convidado e o rapaz a partir do meio começou a achar que os cotas são malucos, mal ele sabe que a volta foi tão calma que até no fim deu para beber umas pretas e conversar um pouco.
Vamos lá ver se este volta


Strava
https://www.strava.com/activities/1584085084
TrainningPeaks
http://tpks.ws/ZDSLWRPMG5XKWSX5WY6X3P6NUU

20180520
by santurai1300, no Flickr

Já a semana ficou assim, dois treinos com falha de pernas e um dia que não deu para treinar

semana 14 20 maio
by santurai1300, no Flickr
 
Quinta feira 24Maio

Mais um dia, mais um treino
Treino de endurance, 10 minutos a aquecer o motor, 60 minutos a dar ao pedal para lado nenhum, 10 minutos a arrefecer o motos
Ultimo treino antes dos 300km, espero conseguir atingir mais esta meta, o chegar a Fátima estou convencido que vai ser canja, o voltar a Santarém acho que também não vai ser a morte da bezerra, já de Santarém para Lisboa é que a porca torce o rabo


Por causa das duvidas levo um amigo que para ele estas distancias são rebuçados, o outro amigo que nos acompanha é que já não sei

Strava
https://www.strava.com/activities/1593765950
TrainniongPeaks
http://tpks.ws/BWZX37IOH5EBAAZGGJCHDYN7GU

Ve0d4MG3fHFoyDacI2lNK2vJSEhZHUAQ2s7GZ7aPwSY-1536x2048
by santurai1300, no Flickr
 
Em dia de folga, faz-se um balanço
Ao longo dos anos venho a fazer mais quilómetros por ano, mais quantidade de treinos e mais curtos
Desde que chegou a bicicleta de estrada e o turbo trainer, deixou de existir uma progressão tão acentuada na escalada, a velocidade media em treino subiu
Neste ultimo ano estou a fazer mais quilómetros, mais quantidade de treinos, a mesma escalada do que o ano anterior e mesmo excluindo os treinos no TT as tendenciais são para subir
No pólo oposto está a bicicleta de btt, vai tendo mais descanso, descansando durante a semana e atacando aos domingos


Quanto a resultados desportivos, vou subindo na tabela classificativa, o que demonstra que está a haver uma progressão
Quanto a eventos, deve ser um ano com menos provas e mais eventos caseiros, maiores e alguma estrada de alcatrão em vez de só caminhos de btt


Numero de treinos
004
by santurai1300, no Flickr

Escalada
003
by santurai1300, no Flickr

Horas de treino
002
by santurai1300, no Flickr

Distancia
001
by santurai1300, no Flickr
 
Já agora uma curiosidade, dá para ver e possivelmente ninguém vai adivinhar o que significa o traço longo no ano de 2014, representa a minha única paragem por acidente em cima de uma bicicleta, neste caso a fazer btt, a prova foi a de Estremoz
Posso dizer que aos 10 km ia com media de 25km h, quando se deu a queda não sei qual a velocidade, mas era bastante e em descida, foi uma coisa que espero nunca mais passar, até se via os ossinhos nos cotovelos e joelhos, o disco da frente ficou dobrado para trás, andei uns tempos parecia um múmia todo entrapado, felizmente não parti nada, mas levei dois anos para deixar de me doer o ombro
Hoje tenho a ideia do que provocou a queda, um avanço mal apertado, neste caso pouco apertado

Mais uma recordação e fica aqui a historia