Desgaste cassete?

joseruivo

Well-Known Member
#1
Boas,

Tenho a transmissão toda de origem, exceto a corrente, que troquei quando o desgaste chegou a 0.75. A corrente nova não tem muito kms. Neste momento no prato pequeno e num dos carretos - o 2º - quando me ponho de pé para pedalar a corrente salta. A pedalar sentado raramente salta. No prato pequeno e noutros carretos não salta nunca.

Estou a inclinado a crer que a cassete atingiu o ponto de desgaste para trocar, mas acho estranho que não dure 2 correntes, sendo que a primeira foi trocada a tempo, e a nova - atual - nunca saltou. Alguma coisa que me estará a escapar?

Se trocar agora de cassete, tenho de trocar também de corrente (que está semi-nova)? E se continuar a usar esta cassete, até começar a saltar em mais um carreto, ou o 2º saltar mesmo quando pedalo sentado, estou a provocar desgaste anormal na corrente?

Obrigado,
José
 
#2
Isso só acontece num carreto específico? Quando estás a pedalar noutros carretos ouves algum barulho que possa indicar a má indexação do desviador traseiro?
E já agora, a corrente que colocaste é unidirecional? Se sim, colocaste no sentido correto?
 

joseruivo

Well-Known Member
#3
Isso só acontece num carreto específico?
Só no 2º carreto.

Quando estás a pedalar noutros carretos ouves algum barulho que possa indicar a má indexação do desviador traseiro?
Ouço um som diferente no prato pequeno/carreto grande. Tenho quase certeza absoluta que a correte não está a roçar no desviador frontal.

E já agora, a corrente que colocaste é unidirecional? Se sim, colocaste no sentido correto?
Pus uma Sram, achava que não fosse direcional...
 
#4
Pus uma Sram, achava que não fosse direcional...
Pelo que consegui ver, só o link rápido é direcional.

Quando dizes que a corrente salta, é na cassete, certo?

Ouço um som diferente no prato pequeno/carreto grande. Tenho quase certeza absoluta que a correte não está a roçar no desviador frontal.
Eu apostava em tentar indexar de novo o desviador traseiro. Coloca a corrente nas condições em que normalmente salta e olha para o desviador traseiro a ver se está alinhado com o carreto na cassete. Visto de trás tem que estar alinhado. Exemplo:
 

joseruivo

Well-Known Member
#5
Pelo que consegui ver, só o link rápido é direcional.
Seria muito azar caramba..

Quando dizes que a corrente salta, é na cassete, certo?
Considerando que só salta quando está no 2º carreto, inclino-me a dizer que salta na cassete, não o prato


desviador traseiro a ver se está alinhado com o carreto na cassete. Visto de trás tem que estar alinhado. Exemplo:
Este está desalinhado para a esquerda, certo? O ajuste em causa faz-se através dos parafusos no desviador, não através do esticador de cabo, certo?

Obrigado!
 
#6
O ajuste em causa faz-se através dos parafusos no desviador, não através do esticador de cabo, certo?!
Ok, estás mais "verde" do que eu pensava :)

Os parafusos ajustam os limites do desviador (basicamente "diz" ao desviador os limites de operação). A tensão do cabo é que ajusta a indexação.
Isto pode parecer um bicho de sete cabeças mas na verdade até é bem simples. Vê este vídeo:
 

joseruivo

Well-Known Member
#7
A tensão do cabo é que ajusta a indexação.
Isto pode parecer um bicho de sete cabeças mas na verdade até é bem simples. Vê este vídeo:
As passagens entre carretos estão a fazer-se muito bem , tanto para cima como para baixo. Não é só para ajustar isso que o ajuste do cabo serve?
 
#9
@joseruivo,

Não complique homem!
Se não percebe do assunto, não adianta muito andar a vêr / lêr tutoriais. Até pode conseguir à primeira resolver o caso, mas acredite que vai ser sorte de principiante - então no que toca à transmissão mecânica, ou isso fica que nem um reloginho ou vai ouvir mais barulhos que a tola depois de uma noite de copos...

Nem todos os mecânicos de oficina o são!
Ou seja, há os Entendidos (desenrascas), os TUGAS (Xicos Espertos), os Mecânicos e os Engalhadores de Peças...
 

joseruivo

Well-Known Member
#10
Boas,

veredito do mecânico: dropout empenado. Novo já encomendado

A corrente não salta de um carreto para outro; o que ela faz é às vezes deixar de agarrar nos destes (da cassete). Em cima do cavalete vi a corrente no 2ª prato completamente encostada ao 1ª prato. Aliviando a tensão do cabo do desviador, quando a corrente deixava de encostar no 1º prato, tornava-se muito complicado fazer a corrente subir na cassete.

Boas pedaladas!