Aveiro Spring Classic 2019 - 31 Março

jlr

Active Member
#4
Ontem estive a ver uns vídeos da edição de 2018 e reparei que havia zonas com piso em muito mau estado... :(
Pá, se fizerem o mesmo percurso que o ano passado, as zonas mais complicadas são as de "terra batida" junto à Ria. Basta olhar para as fotos do ano passado (esta roubada a um membro cá do fórum):

 

NULL

Well-Known Member
#5
Pá, se fizerem o mesmo percurso que o ano passado, as zonas mais complicadas são as de "terra batida" junto à Ria. Basta olhar para as fotos do ano passado (esta roubada a um membro cá do fórum):

Eu já nem falava na terra batida, falava em alcatrão em mau estado, bastantes lombas, etc...
 

jlr

Active Member
#7
Manda lá o vídeo, para eu me situar.

Ponto prévio: quando um gajo já está em Aveiro há algum tempo, já se habitua aos estado da estrada. Devemos ser das piores capitais de distrito, a esse nível.
 
#9
Eu já nem falava na terra batida, falava em alcatrão em mau estado, bastantes lombas, etc...
As lombas que passamos o ano passado estavam sinalizadas e eram compridas, ou seja, eram uma espécie de rampas. Nada de muito problemático

Já a parte do sterrato, essa para mim foi a parte mais perigosa e desafiante.

Pedras, lama, buracos e velocidade elevada são um mix perigoso que requer muita atenção e alguma sorte para não furar ;)
 

jlr

Active Member
#11
Ali entre os 13 e os 14 minutos do vídeo, vê-se umas lombas que só estão em metade da estrada, aí é preciso ter atenção porque são 3 ou 4 seguidas. Também ainda nesse pedaço, a saída da ponte tem logo um separador central que é preciso ter atenção. Mas isso acaba por ser normal em percurso mais ou menos urbano.

Tirando os sectores de terra batida, o percurso que passa por dentro da Vista Alegre também está um bocado degradado, mas esse bocado estava marcado como sendo de pavé.
 

NULL

Well-Known Member
#12
Ali entre os 13 e os 14 minutos do vídeo, vê-se umas lombas que só estão em metade da estrada, aí é preciso ter atenção porque são 3 ou 4 seguidas. Também ainda nesse pedaço, a saída da ponte tem logo um separador central que é preciso ter atenção. Mas isso acaba por ser normal em percurso mais ou menos urbano.

Tirando os sectores de terra batida, o percurso que passa por dentro da Vista Alegre também está um bocado degradado, mas esse bocado estava marcado como sendo de pavé.
Sim... foram precisamente esses pontos que tive em atenção.

Mas uma coisa é certa, assusta sempre mais ver em vídeo do que quando estamos em cima da bike!
 

jlr

Active Member
#17
Deixa la ver o percurso.. como tenho familia na Murtosa secalhar ainda vou la fazer uma perninha :)
Isto foi 2017



e 2018





Em relação ao pneus, no ano passado aproveitei e mandei os 23 dar uma volta e meti uns 25 na bicicleta. Mas era porque já andava a precisar e assim tive uma desculpa.
 
#18
Fez este domingo 8 dias que andei por essa zona, mais propriamente na zona de S. Jacinto/Murtosa que também tem um bom pedaço de sterrato e fiz isso tudo com pneu 25'' que é o que tenho na bike.

Foi uma bela volta e estava a chover e em nenhum momento me intimidou o piso, apesar de ser assim como é usado por carros e afins está bem compacto e então acaba por não ficar em lama, gostei bastante.

Cheguei foi a casa todo sujo. lool
 

NULL

Well-Known Member
#20
No meu caso foi com 23... E tive mais medo de algum pessoal em pelotão (muitos encontrões) do que da estrada... A repetir :)
Também reparei que havia pessoal a apertar nas passagens... também acontece nos Granfondos mas aí, por não haver grandes subidas, tenho ideia que vai mais pessoal em pelotão...